🚀 Ações escolhidas por IA em alta. PRFT com alta de +55% em 16 dias. Não perca as ações de junho!Acessar lista completa

Arrefecimento na China e Alemanha são Obstáculos para Nova Alta do Dow

Publicado 08.08.2017, 07:58
Atualizado 11.10.2023, 23:02
USD/JPY
-
NDX
-
UK100
-
US500
-
FCHI
-
DJI
-
DE40
-
JP225
-
HK50
-
USD/BRL
-
RIO
-
AAL
-
ANTO
-
CVS
-
CL
-
IXIC
-

ÁSIA: Os índices asiáticos fecharam mesclados nesta terça-feira, com o dólar dos EUA enfraquecendo no início da negociação asiática depois de ganhos no dia anterior. Investidores também digeriram os dados comerciais de julho da China.

As exportações de julho aumentaram 7,2% em dólares, enquanto as importações aumentaram 11,0% em dólares. Analistas entrevistados pela Reuters esperavam um aumento de 10,9% nas exportações chinesas em julho, ante um ano atrás. As importações de julho deveriam aumentar 16,6% em dólares. Em renminbi, as exportações cresceram 11,2% e as importações aumentaram 14,7%.

A desaceleração das importações parece ter sido impulsionada pela queda de importações de commodities industriais, bem como volumes e preços mais baixos. Os números não foram totalmente decepcionantes, visto que o arrefecimento já havia sido antecipado até certo ponto, mas isso sugere uma possível desaceleração na demanda doméstica no mês passado.

O volume de negociação foi baixo, com analistas atribuindo a falta de grandes lançamentos de dados econômicos e a temporada europeia de férias de verão.

O Índice Hang Seng de Hong Kong inverteu perdas anteriores para subir 0,59%, enquanto no continente, o Shanghai Composite ganhou 0,11% e o Shenzhen Composite subiu 0,36%.

O dólar australiano, que é sensível aos dados econômicos chineses, subiu, assim como o iene japonês, que atingiu seu nível mais forte em relação ao dólar dos EUA.

As ações australianas abriram modestamente mais alto, mas rapidamente deslizaram; O S & P / ASX 200 caiu 0,52%, para fechar em 5.743,75 pontos, impulsionado por perdas nos subíndices de energia e industrias. BHP Billiton recuou 0,2%, Fortescue caiu 2% e Rio Tinto (LON:RIO) recuou 0,9%. Enquanto isso, subíndice financeiro pesadamente ponderado também recuou com o prosseguimento do escândalo bancário permanecendo no centro das atenções. O Commonwealth Bank of Australia estaria retirando o bônus de seu CEO e anteriormente culpou um erro de software por uma série de transações que violaram a lei contra lavagem de dinheiro. As ações do CBA encerraram 1,07%, em linha com as quedas de seus pares australianos.

O Nikkei 225 do Japão caiu 0,30% e fechou abaixo dos 20 mil pontos, em 19.996,01 pontos, com o iene sendo negociando a ¥ 110,60, abaixo dos níveis em torno de 110,7 visto na sessão anterior. O iene mais forte prejudica as vendas dos exportadores japoneses.

Do outro lado do Estreito Corano, o índice Kospi da Coreia do Sul subiu 0,17%, para terminar em 2.394,73 pontos. O vice-presidente do Grupo Samsung, Jay Y. Lee, enfrenta acusações ligadas à suborno que derrubou a ex-presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye. Promotores sul coreanos pedem uma condenação de 12 anos, cujo tribunal deverá proferir decisão em 25 de agosto. Samsung Electronics subiu 0,29%, enquanto outras empresas do grupo, incluindo a Samsung Heavy e a Samsung Engineering, foram pressionadas. Korea Electric Power Corporation, viu suas ações subirem 1,14% depois de cair mais de 1,5% no início da sessão. A mudança ocorreu depois que a empresa de serviços públicos anunciou na segunda-feira que o lucro líquido do segundo trimestre caiu próximo de 80%.

Os preços do petróleo subiram depois de negociar em baixa na maior parte da sessão da Ásia. O petróleo havia recuado na sessão anterior devido a preocupações com o fornecimento. A Reuters informou na segunda-feira que a produção do maior campo de petróleo da Líbia se recuperou depois que enfrentou interrupções causadas por manifestantes.

EUROPA: As bolsas europeias operam entre ligeiras baixas e altas, pressionadas por dados comerciais decepcionantes da Alemanha e da China, lançando dúvidas sobre as perspectivas dessas poderosas economias. O Stoxx Europe 600 recua 0,05%, pesadas pelos setores de bens de consumo e materiais básicos, enquanto os grupos de petróleo, gás, serviços e indústrias avançam. O índice de referência pan-europeu terminou em baixa de 0,1% na segunda-feira.

A Alemanha mostrou que as exportações caíram 2,8% em relação ao mês de junho, o primeiro declínio nas exportações deste ano. As importações recuaram 4,5%, aumentando ligeiramente o superávit comercial. Os dados comerciais seguem o relatório da segunda feira que mostrou um declínio inesperado na produção industrial no final do segundo trimestre. Enquanto isso, na França, o déficit da conta corrente aumentou em junho, após as exportações diminuírem ligeiramente.

O DAX 30 da Alemanha e o CAC 40 da França operam em ligeira alta.

No Reino Unido, o British Retail Consortium reportou um menor crescimento nas vendas em julho. As vendas no varejo cresceram anualmente 0,9%, em comparação com um aumento de 1,2% em junho, favorecendo as varejistas. Enquanto isso, a Confederação de Recrutamento e Emprego (REC) disse na terça-feira que a falta de pessoal piorou no mês passado, com recrutadores do Reino Unido estão culpando o Brexit.

O FTSE 100 do Reino Unido recuam com ações de mineração e bens de consumo pesando sobre o benchmark. Na segunda-feira, o FTSE 100 subiu 0,3% e registrou seu maior fechamento desde 2 de junho. As mineradoras sofrem pressão por conta do lançamento dos dados comerciais chineses, que mostraram um crescimento mais lento em julho do que nos últimos meses. A China é um importante comprador de metais preciosos e industriais. Anglo American (LON:AAL) perde 0,04%, Antofagasta (LON:ANTO) cai 0,5%, BHP Billiton recua 0,3% e Rio Tinto opera em baixa de 1,1%. As ações de mineração subiram na segunda-feira devido aumento significativo nos preços do minério de ferro.

EUA: Os futuros de ações dos EUA apontam para poucas mudanças na abertura desta terça-feira, com o Dow e S & P 500 mantendo-se perto de suas máximas de fechamento de todos os tempos. Na segunda-feira, o DJIA alcançou o nono recorde consecutivo, enquanto o S&P 500 também terminou em um novo recorde. O Nasdaq Composite subiu para o melhor fechamento desde final de julho.

Os investidores se preparam para outra rodada de relatórios de ganhos de empresas como CVS Health Corp (NYSE:CVS) e Dean Foods Co.

Sentimento entre proprietários de pequenas empresas saltou em julho, informou a Federação Nacional de Negócios Independentes no início de terça-feira. Um relatório de junho sobre as ofertas de emprego é devido às 11 horas, horário de Brasília. Nenhuma autoridade do Federal Reserve está prevista para fazer discursos na terça-feira.

AGENDA DO INVESTIDOR EUA:
11h00 - JOLTS Job Openings (pesquisa mensal em diferentes indústrias em que analisa contratações, abertura de emprego, demissões, recrutamentos, etc);
11h00 - IBD/TIPP Economic Optimism (mede o nível de confiança do consumidor e o otimismo quanto à atividade econômica);

ÍNDICES FUTUROS - 7h40:
Dow 30: +0,01%
SP500: -0,09%
NASDAQ: -0,03%


OBSERVAÇÃO:
Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.