Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Disparada do Café É Contida pela Guerra na Ucrânia, Mas Cenário Pode Mudar

Por Investing.com (Barani Krishnan/Investing.com)Commodities05.04.2022 09:42
br.investing.com/analysis/disparada-do-cafe--contida-pela-guerra-na-ucrania-mas-cenario-pode-mudar-200448706
Disparada do Café É Contida pela Guerra na Ucrânia, Mas Cenário Pode Mudar
Por Investing.com (Barani Krishnan/Investing.com)   |  05.04.2022 09:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Uma das commodities de maior destaque no ano passado está tendo um desempenho “chocho” neste ano. O café arábica, grão premium cujos preços subiram com tudo na maior parte de 2021, está sem muita força neste momento. Ao mesmo tempo, o café robusta, grão menos nobre que superou o desempenho do arábica no ano passado, acumula queda de dois dígitos.

A queda da demanda na Europa depois da eclosão da guerra na Ucrânia parece ser a principal culpada na opinião dos analistas, embora o desempenho do arábica possa mudar em breve, em vista da sequência de ganhos registrados na semana passada.

No pregão de segunda-feira, o contrato futuro do arábica na {{0|ICE} Futures dos EUA fechou ao redor de US$2,31 por libra-peso. Isso representa uma alta de apenas 2,2% no ano, em comparação com a valorização de 76% em 2021.

Mas a melhora nos sinais de negociação desde 29 de março sugere que o arábica tem potencial de atingir US$2,45 no curto prazo, o que representa uma valorização de mais de 8% no ano, aproximando-se das máximas de 10 anos de US$2,60 tocadas em fevereiro.

“O gráfico diário está registrando uma recuperação consistente desde a mínima do arábica de US$2,12 em 28 de março”, disse Sunil Kumar Dixit, estrategista-chefe do site skcharting.com.

Arábica mensal
Arábica mensal

Gráficos: cortesia de skcharting.com

Consumido por mais de dois terços do mercado, o arábica é o grão premium preferido de renomadas redes de cafeterias, como Starbucks (NASDAQ:SBUX) (SA:SBUB34) e Restaurant Brands (NYSE:QSR), da Tim Hortons, além da Dunkin Donuts. A corrida de alta do ano passado em seus preços deveu-se a quebras de safra em fazendas e centros de produção atingidos pela Covid, além de restrições de embarque que dificultaram a remessa do grão a partir do Brasil, grande país produtor.

Neste ano, o arábica começou forte, com uma valorização de 4% em janeiro.

Mas, com o recrudescimento do conflito entre Rússia e Ucrânia no início de fevereiro, o impulso do arábica começou a diminuir em meio a temores de que possa haver menos consumo na Europa, maior mercado de café do mundo, que responde por 33% da demanda global.

Apesar de o arábica ter conseguido atingir as máximas de 10 anos no início de fevereiro, a invasão na Ucrânia ordenada por Vladimir Putin, em 24 de fevereiro, e eventos do mês seguinte confirmaram as preocupações no mercado de café, anulando seu avanço de 4% nos dois meses seguintes a janeiro.

O mais surpreendente é que o arábica ainda conseguiu encerrar o mês passado estável, com um preço de fechamento praticamente igual ao de dezembro, US$2,26.

Arábica semanal
Arábica semanal

O analista técnico Dixit alertou que o café poderia estar em perigo novamente se começasse a se consolidar abaixo de US$2,24, um movimento capaz de fazê-lo retestar a mínima de US$2,12 e acelerar a queda para US$2,05-1,95.

Mas, para compensar isso, os últimos cinco pregões foram uma bênção, segundo ele.

“A média móvel simples de 200 dias de US$ 2,09 parece ter fornecido suporte de curto prazo ao arábica”, disse Dixit, acrescentando:

“Desde que se mantenha acima da região de suporte dinâmico de US$2,24 - 2,28, o movimento de alta pode continuar para US$2,35 – 2,40 - 2,45 no curto a médio prazo.”

Arábica diário
Arábica diário

Tudo indica que os fundamentos também estão ficando a favor do arábica.

Do lado negativo, a guerra estava impactando a demanda na Europa, o que foi agravado pelo novo surto de Covid em Xangai, com “potencial de realmente prejudicar a demanda chinesa, pois as cidades e os portos fecharam por lá”, explicou Jack Scoville, analista-chefe de agricultura da corretora de commodities Price Futures Group, de Chicago.

Mas, para equilibrar isso, segundo Scoville, “a falta de entregas do Brasil e da Indonésia ainda está dando suporte ao mercado futuro” do arábica.

O analista disse ainda:

“As boas condições de cultivo para a próxima safra no Brasil ainda estão em vigor, mas a floração é desigual este ano em pelo menos algumas áreas.”

Quanto ao robusta, o analista afirmou que foram registradas menos entregas do Vietnã, grande país produtor, "já que os produtores venderam a maior parte da safra e estão segurando o restante à espera de preços mais altos".

O robusta é mais usado por marcas de café instantâneo e descafeinado. Também cultivado em certa medida na Indonésia, África e Índia, o robusta tem a mesma oferta e problemas de colheita que o arábica, mas sem uma demanda proporcional.

No pregão de segunda-feira na ICE Futures da Europa, o robusta fechou a US$ 2.136 a tonelada, queda de 14% no ano, contrastando com seu rali de 81% em 2021.

Apesar da melhora nos preços de mercado e nos fundamentos de cultivo do café, alguns analistas temem que a inflação global alimentada pelos preços do petróleo acima de US$ 100 por barril seja prejudicial para os revendedores de café, em vista do corte de gastos dos consumidores.

“A situação vai piorar com o aumento dos custos de energia”, afirmou Thomas Hartley, presidente da Hartley Transportation, em entrevista à Bloomberg no mês passado. Segundo a matéria, os problemas enfrentados pela indústria envolvem o aumento dos gastos com combustíveis, custos maiores de transporte, falta de contêineres, escassez de mão de obra, entre obstáculos logísticos.

Poucas indústrias foram poupadas desses problemas nas cadeias de fornecimento, mas o café e algumas outras culturas estão entre as mais afetadas. Isso porque o aumento das despesas com transporte está agravando o impacto nos preços gerado pela queda de produção no Brasil, o maior exportador mundial de café, açúcar e soja.

Janet Colley Morse, vice-presidente do Dupuy Group, que atua no setor de armazenamento, diz que a companhia está enfrentando dificuldades para contratar carregadores e pessoal administrativo, e os desafios podem variar de porto para porto. A falta de caminhões para coletar os contêineres nos portos provocou atrasos de até quatro semanas, com repercussões nos prazos de toda a cadeia de fornecimento, explicou John DeMuria, trader da Volcafe, durante uma sessão de perguntas e respostas em um evento sobre o mercado de café.

Mas, pelo lado positivo, o Brasil registrou encomendas recordes segundo Luca Scamardella, gerente de comércio de importação da Mediterranean Shipping Company.

As empresas estavam tentando modificar a capacidade e ajustar os prazos, e alguns negócios foram desviados de portos mais congestionados, como Long Beach, na Califórnia, para locais com menos movimento em outras cidades, disse ele, acrescentando:

“Desde meados de 2020, nossos fornecedores estão enfrentando grandes desafios para atender à demanda extra, um ponto de virada em relação à baixa da pandemia.”

O outro raio de esperança para o setor é que o comércio de cafés de especialidade tem mostrado uma resiliência surpreendente.

Café de especialidade é um termo usado para o grão de altíssima qualidade e geralmente se aplica a toda a cadeia de fornecimento, já que o café deve ser de origem única ou de propriedade única. O termo foi usado pela primeira vez em 1974 por Erna Knutsen em uma edição do periódico Tea & Coffee Trade Journal. Refere-se ao café com uma nota de, no mínimo, 80 pontos em uma escala de 100 por um degustador de café certificado ou classificador de qualidade licenciado. Também devem ser cultivados na altitude perfeita, na época certa do ano, nos melhores terrenos e colhidos no momento adequado.

Onyx, Bean Box, Klatch, Stumptown, Hair Bender e Kona Hawaiian são marcas de café de especialidade.

De acordo com o último Guia de Transação de Cafés de Especialidade, o preço dessa variedade aumenta de forma constante a cada ano, em parte graças ao compromisso dos produtores de construir relacionamentos de longo prazo e assumir práticas de compra livres dos caprichos do mercado de commodities.

Ainda que o aumento dos preços do petróleo afete os custos gerais de remessa, o setor de especialidades da indústria do café parece estar preparado para resistir à volatilidade de curto prazo – pelo menos por enquanto.

Aviso de isenção: Barani Krishnan utiliza diversas visões além da sua para dar diversidade às suas análises de mercado. A bem da neutralidade, ele por vezes apresenta visões e variáveis de mercado contrárias. O analista não possui posições nos ativos e commodities sobre os quais escreve.

Disparada do Café É Contida pela Guerra na Ucrânia, Mas Cenário Pode Mudar
 

Artigos Relacionados

Arnaldo Luiz Corrêa
Açúcar: João Bobo Por Arnaldo Luiz Corrêa - 12.08.2022 1

O mercado futuro de açúcar em NY encerrou a semana com o vencimento outubro/22 cotado a 18.65 centavos de dólar por libra-peso, uma recuperação de 71 pontos em relação à semana...

Disparada do Café É Contida pela Guerra na Ucrânia, Mas Cenário Pode Mudar

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (2)
Otávio PF
Otávio PF 20.04.2022 10:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bom dia Barani! Estamos no fim de abril, vale apena esperar um melhor preço de CAFÉ para os próximos dias?
Otávio PF
Otávio PF 20.04.2022 10:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bom dia Barani! Estamos no fim de abril, vale apena esperar um melhor preço de CAFÉ para os próximos dias?
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail