Últimas Notícias
0

É Melhor Já Ir Se Preocupando

Por Olivia BullaResumo do Mercado14.09.2018 08:59
br.investing.com/analysis/e-melhor-ja-ir-se-preocupando-200222819
É Melhor Já Ir Se Preocupando
Por Olivia Bulla   |  14.09.2018 08:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Na véspera de se completar os primeiros dez anos da quebra do Lehman Brothers, que eclodiu a maior crise financeira desde 1929, o mercado brasileiro está preocupado é com a proximidade do 7 de outubro e o crescimento dos candidatos à esquerda, em especial o de Fernando Haddad. Ontem, o dólar encerrou a sessão colado à faixa de R$ 4,20, valor nominal de fechamento nunca visto antes na história do Plano Real, criado em 1994, refletindo esse temor.

Diante do cenário eleitoral cada vez mais assustador para o investidor, a sexta-feira deve ser marcada pela postura defensiva à espera da nova pesquisa Datafolha, apenas à noite. Pela manhã, sai mais um levantamento semanal da XP/Ipespe, que já pode influenciar os negócios locais na abertura.

O principal receio no mercado financeiro brasileiro é quanto ao risco de haver um segundo turno entre PSL e PT. Sondagens privadas já estariam mostrando Haddad ganhando força com os votos vindos do ex-presidente Lula, alcançando os dois dígitos e isolando-se em segundo lugar.

Na liderança, tende a seguir Jair Bolsonaro. A ver, então, o que mostram as pesquisas registradas na Justiça Eleitoral. Nelas, o investidor espera ver um desempenho melhor dos candidatos de direita, mas a tensão se dá mesmo é em relação aos nomes da esquerda.

O Datafolha foi feito entre ontem e hoje e pode ser o fiel da balança, após a discrepância com os números do Ibope desta semana, que mostrou crescimento apenas de Jair Bolsonaro depois do ataque a faca sofrido em ato de campanha. Nos próximos dias, saem outras pesquisas de maior relevância, como a da MDA (segunda-feira) e novamente do Ibope (terça-feira).

Além disso, o mercado financeiro brasileiro já perdeu a paciência com Geraldo Alckmin, que insiste em não avançar entre as intenções de voto e aparece embolado com Marina Silva, que já começa a derreter, e Ciro Gomes, que tem se mostrado competitivo, levando o investidor a migrar de vez para a extrema-direita.

O problema é que o estado de saúde de Bolsonaro tem elevado a cautela. Apesar da plena recuperação após uma cirurgia de emergência na noite de terça-feira, o procedimento deve prorrogar a internação, enquanto os demais candidatos estão em plena campanha eleitoral.

Aliados do PSL já admitem a hipótese de ele não participar das atividades da campanha nem no segundo turno, caso passe para a fase final da disputa eleitoral. Ao mesmo tempo, ainda não há um consenso para a presença do vice na chapa, o general Hamilton Mourão, nos atos, debates e entrevistas.

Assim, a política não deve dar sossego ao investidor, diante das incertezas com a eleição a três semanas do pleito no Brasil. Com isso, a agenda econômica doméstica fica em segundo plano, mas merecem atenção o primeiro IGP de setembro, o IGP-10 (8h), e o desempenho do setor de serviços em julho (9h).

Já no exterior, o calendário econômico nos Estados Unidos está carregado de indicadores relevantes e traz números sobre o desempenho do varejo (9h30) e da indústria (10h15) em agosto, além dos preços de importação e de exportação no mês passado (9h30). Às 11h, saem a confiança do consumidor neste mês e os estoques das empresas em julho.

À espera desses números e de uma nova rodada de negociação comercial, os índices futuros das bolsas de Nova York sobem nesta manhã, empolgando a abertura do pregão na Europa. Na Ásia, também prevaleceu o sinal positivo - exceto em Xangai, que teve perdas moderadas. O dólar está de lado, em meio ao retorno do apetite por risco, o que abre espaço para uma recuperação das moedas europeias e emergentes, ao passo que o petróleo avança.

Ontem à noite, a China divulgou dados mistos da atividade em agosto. A produção industrial cresceu 6,1%, em base anual, ficando levemente acima dos 6% apurado em julho e previsto por economistas. As vendas no varejo avançaram 9,0%, acelerando-se em relação à alta de 8,8% no mês anterior, que era esperada novamente para o mês passado.

Já os investimentos em ativos fixos na China desaceleraram a 5,3% no acumula de janeiro a agosto deste ano, no ritmo mais lento desde 1992, quando teve início a série histórica. Combinados, os indicadores econômicos chineses mostram uma modesta perda de tração neste segundo semestre.

O fato é que o gigante emergente não tem mais espaço para estimular a atividade via expansão dos gastos públicos e até hoje sofre com os efeitos das contas em desordem, contraído no impulso do governo de Pequim para fomentar a economia após a eclosão da maior crise financeira mundial em quase 80 anos.

Em 15 de setembro de 2008, o Lehman Brothers entrou com pedido de falência nos Estados Unidos, por causa de prejuízos em fundos atrelados a créditos imobiliários de alto risco (subprime). Foi a maior falência da história dos EUA, que chegou a quase US$ 700 bilhões.

O desaparecimento do banco fundado em 1850 provocou a pior queda diária do índice Dow Jones desde o atentado às Torres Gêmeas, sete anos antes, em 11 de setembro de 2001. Era apenas o começo da desestabilização de todo o sistema financeiro internacional.

Três anos depois, tinha início a crise das dívidas soberanas na zona do euro, que colocou em xeque a sobrevivência da moeda única europeia e teve como principal vítima a Grécia. Os países emergentes, que estavam sendo beneficiados pela farta liquidez de recursos vinda da era de juro zero entre os principais bancos centrais globais, passaram a ser contaminados pela derrubada dos preços das matérias-primas, marcando o fim do superciclo das commodities.

Desde então, a desaceleração na expansão do endividamento nos países avançados foi compensada pela aceleração da dívida pública em países emergentes, que viram o crescimento econômico perder força. A partir daí, políticas de ajuste fiscal começaram a entrar no debate. Esse fenômeno explica, em parte, o surgimento de partidos populistas e de extrema-direita em todo o mundo - inclusive nos EUA de Donald Trump.

Aqui no Brasil, os candidatos do mercado vêm perdendo as eleições presidenciais desde 2002, com a população votando contra o receituário de reformas estruturais e austeridade fiscal, que atingem diretamente as condições de bem-estar social. A ver o que acontece no pleito deste ano, com o cenário ainda indefinido e totalmente em aberto. Nesse caso, a urna é soberana e a sociedade deve arcar com as consequências do voto, para o bem e para o mal.

É Melhor Já Ir Se Preocupando
 

Artigos Relacionados

É Melhor Já Ir Se Preocupando

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários
Henrique Alves
Henrique Alves 17.09.2018 14:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Gostaria de entender porque a Bolsa subiu tanto nos governos de esquerda?
Responder
1 1
Iago Marques da Silva
Iago Marques da Silva 17.09.2018 9:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Chega de esquerda.
Responder
3 0
Andre Él loco
Andre Él loco 17.09.2018 7:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
brasileiros o destino do país está em nossas mãos.. pt é o atraso é o foro de sp é a" venezuela democratica"..pensem nisso ou exterminamos esse partido agora ou ele extermina nosso país de vez. já n é bom..
Responder
3 0
Adriano MS
Adriano MS 15.09.2018 12:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
"a urna é soberana", porém em país em que a possibilidade de auditamento é inconstitucional, não se sabe que soberania ela representa, se do povo ou do stablishment socialista-patrimonialista.
Responder
0 0
Wellerson Reis
Wellerson Reis 15.09.2018 12:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Triste mas verdadeiro ... primeiro eu , depois o país.
Responder
1 0
Virtual DUB
Virtual DUB 15.09.2018 9:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
40 anos e nunca fui questionado por nenhum instituto de pesquisas em quem votaria. Não confio.
Responder
4 0
Marcelo Roggero
Marcelo Roggero 14.09.2018 20:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Parabéns pelo artigo, Olívia!
Responder
0 0
Marcelo Roggero
Marcelo Roggero 14.09.2018 20:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Parabéns pelo artigo, Olívia!
Responder
0 0
Anthony Nelson
Anthony Nelson 14.09.2018 17:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
na verdade não confio nas pesquisas do Datafolha, e acho tam bem arriscado nós basear nela.
Responder
1 0
Gerlyson Edilson
Gerlyson Edilson 14.09.2018 14:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Haddad pode ser "um cara super bacana" pra você e muita gente, mas pro mercado ele não é nem um pouco, infelizmente.
Responder
1 0
Leo Chacha
Leo Chacha 14.09.2018 14:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
KKK, meu KKK é de Ku Klux Klan, organização bizarra de extrema direita com ideias muito semelhante as bizarrices de Bolsonaro, na qual muitas pessoas da direta política, jogaram a inteligência e a ética no lixo, e apoiam, ao invés de conversar com Haddad, que é um cara super bacana, democrático e inteligente e que já é presidente eleito, talvez ainda no primeiro turno.
Responder
0 6
Gerlyson Edilson
Gerlyson Edilson 14.09.2018 14:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Haddad pode ser "um cara super bacana" pra você e muita gente, mas pro mercado ele não é nem um pouco, infelizmente.
Responder
1 1
Rodrigo Bari
Rodrigo Bari 14.09.2018 13:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Extrema direita? Quem repete essa baboseira não merece atenção.
Responder
5 1
Nelson Troccoli Jr
Nelson Troccoli Jr 14.09.2018 11:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente artigo.
Responder
1 1
Rubens Srb
Rubens Srb 14.09.2018 11:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
a estrategia da campanha do alckmin eh um desastre! porque continuar bombardeando o bolsonaro que esta 15 pontos a frente dele? Porque nao focar em ir ao segundo turno superando Haddad, Marina e Ciro, que estao empatados com ele? Bolsonaro tem a maior rejeicao, porque nao se expor como opcao para frear bolsonaro no segundo turno, ja eliminando o PT no primeiro turno?
Responder
1 0
Alexandre Cruz
Alexandre Cruz 14.09.2018 11:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A entidade fictícia "Mercado" tem uma capacidade de analise muito superficial e mediocre. Acredita que um cara como Bolsonaro pode ser benéfico para economia, a "entidade " é mediocre como este candidato. É só analisar os gráficos da economia brasileira nos últimos 20 anos para entender que esta entidade fictícia é péssima em fazer qualquer tipo de previsao
Responder
4 5
Guilherme Delacio
Guilherme Delacio 14.09.2018 9:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Uma excelente sintese! Parabens!!
Responder
2 1
Elizeu Pereti
Elizeu Pereti 14.09.2018 9:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
urna soberana???? Vc confia Olivia?? aí doeu...
Responder
3 2
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Registrar-se com Google
ou
Registrar-se com o e-mail