Últimas Notícias
Garanta 40% de desconto 0
👀 Invista igual ao Warren Buffett e lucre +174.3% acima do badalado S&P 500 Aproveite desconto de 40%

Gestão de Carteira: Uma Estratégia Inadequada Para a Gestão de Seus Investimentos

br.investing.com/analysis/gestao-de-carteira-uma-estrategia-inadequada-para-a-gestao-de-seus-investimentos-200438794
Gestão de Carteira: Uma Estratégia Inadequada Para a Gestão de Seus Investimentos
Por Carlos Heitor Campani, Ph.D., CNPI   |  04.12.2020 09:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
 
BVSP
+0,12%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Olá pessoal! Na maioria das vezes, procuramos o que fazer com nossos investimentos e quais as ferramentas que nos podem ser úteis. No texto de hoje, farei diferente e dividirei com vocês o que não se deve fazer. Acredito que é importante ressaltarmos que algo provavelmente não dará certo, principalmente quando se trata de algo tentador e que vejo muitas pessoas fazendo. Minha ideia, sinceramente, é evitar perdas e noites mal dormidas. Abordarei o que na literatura acadêmica chamamos de estratégia “timing the market”. Não obstante, ao final desse texto, vocês encontrarão um quadro com minha visão a respeito de características de estratégias adequadas vs. características de estratégias inadequadas.

A expressão “timing the market” se refere a estratégias de investimento que tentam definir o momento no qual uma ação ou o próprio Ibovespa (por exemplo) chegou ao fundo do poço em uma crise, ou ao topo do que é possível em uma retomada ou em um bull market e, a partir daí, tomar decisões de investimento. Neste contexto, tenho ouvido muitas perguntas tais como: “já posso sair da renda fixa e voltar para renda variável?”; “o pior da crise já passou?”; ou “a ação XYZ subiu muito nas últimas semanas, é hora de vender?”.

Sendo muito honesto, não tenho respostas prontas para as perguntas acima. Simplesmente porque não existem essas respostas e não sei iludir muito menos mentir. Ninguém sabe exatamente quando um ativo atinge seu fundo de poço, por exemplo. Se alguém lhe disser que sabe, desconfie dos objetivos dessa pessoa.

Já vi de tudo acontecer nesse mercado e a experiência confirma a teoria. Já observei ações seguirem um curso de crescimento por longos períodos de tempo; já ouvi o mercado todo dizer que “não há como essa ação cair mais” e a empresa se esfarelar pedindo falência; já identifiquei ações oscilando bruscamente e sem explicação aparente para tal comportamento etc. Como disse, já vi de tudo. E mesmo recentemente nesta crise, podemos enxergar exemplos reais de cada um dos quatro casos abaixo:

  1. Empresas que vinham muito mal no início da crise e reverteram as perdas;

  2. Empresas que vinham muito mal no início da crise e continuam mal até hoje;

  3. Empresas que sofreram pouco no início da crise e depois apresentaram recuperação espetacular, acumulando atualmente ganhos mesmo nesta crise;

  4. Empresas que sofreram pouco no início da crise e depois aprofundaram suas perdas ao longo da crise.

Se parar para analisar com calma, há de tudo no mercado. E isso leva à conclusão de que a estratégia de tomar posições com base no “timing” do mercado de curto prazo é, a meu julgamento, inadequada. Fazer isso aproxima o mercado financeiro de um cassino e isso é muito perigoso. O mercado financeiro não é um cassino, pois há fundamentos por detrás de cada companhia. No cassino, um número preto e um número vermelho têm a mesma probabilidade de ocorrência e não há nenhum fundamento para desequilibrar a razão 50%/50% de chances.

Tenho convicção de que uma estratégia adequada de investimento não pode se basear em tentar acertar momentos de entrada ou momentos de saída de um determinado ativo. Uma boa estratégia precisa avaliar os fundamentos das empresas, os riscos envolvidos, o perfil do investidor de tolerância a esses riscos e seus objetivos e prazo para aquele investimento. Uma boa estratégia precisa ter explicações plausíveis e jamais se basear no efeito psicológico de, por exemplo, achar que uma ação está barata simplesmente porque caiu demais nos últimos pregões ou está cara porque andou subindo espetacularmente.

Não é incomum ver investidores tentando encontrar pontos ótimos de entrada ou de saída. E, o que é pior, muitas vezes esses investidores, por acreditarem que conseguem antecipar o timing do mercado, ganham tamanha confiança que acabam por concentrar demais seus investimentos. Para fechar o pior cenário possível, esses investidores mantêm estratégias de curto prazo, o que quer dizer que quase que diariamente eles procuram comprar e vender seus ativos por estarem constantemente procurando por fundos e topos. Se eles acertarem, podem realmente ganhar muito dinheiro. O problema é que esta chance é muito pequena (como já evidenciado na literatura acadêmica), pois corre-se o enorme risco de perder uma forte retomada ou cair num abismo. Pare e pense: os maiores investidores mundiais são investidores de longo prazo ou têm estratégias de curto prazo? Para citar apenas um: Warren Buffet tenta acertar o momento de entrada ou compra para o longo prazo, passando por crises e mais crises? Você conhece algum investidor de sucesso consistente que seja reconhecido por sua habilidade de antecipar o mercado no curto prazo? Eu não!

Uma estratégia adequada precisa considerar os fundamentos e estes, em geral, não mudam toda semana. Uma estratégia adequada precisa ser diversificada porque há riscos inerentes a qualquer empresa e que só podemos nos ver livres através da diversificação. E, por fim, uma estratégia adequada se beneficia do conceito de diversificação temporal, o qual gosto e defendo com veemência. Vamos a ele!

O conceito tradicional de diversificação, em poucas palavras, se refere a não “colocar todos os ovos na mesma cesta” e, portanto, cultivar uma carteira com diversos ativos e que afaste o que chamamos de risco diversificável (não gostamos de correr riscos desnecessários no mercado!). Da mesma forma, o conceito de diversificação temporal refere-se a não apostar todas as suas fichas em um ou poucos momentos de entrada, de saída ou de guinada. Para explicar melhor esse conceito, imagine-se no meio de uma crise (normalmente um período de muita turbulência e incertezas no mercado). Você decide, então, aproveitar-se de preços em queda para comprar mais de determinado(s) ativo(s). Se você fizer uma única compra, em algum momento que julgue adequado, você estará apostando tudo em uma só tacada. Lembre-se: o preço daquele ativo pode vir a cair ainda mais e isso trazer noites mal dormidas e alguma ansiedade prejudicial à saúde.

Se você pratica a diversificação temporal, você se organiza para realizar diversas compras até atingir o montante total. Na alta, ganha com as compras passadas e, na queda, reduz perdas e ganha a oportunidade de melhorar seu preço médio. Em outras palavras, você gerencia melhor o risco de aquele não ser ainda o momento ideal para compra. Aliás, investidores de sucesso compram um pouquinho a cada período de tempo exatamente para se beneficiarem da diversificação temporal.

Para dar um exemplo simples, real e atual dos benefícios da diversificação temporal, imaginemos um investidor que tenha investido a mesma quantia todo início de mês desde janeiro deste ano. No final de novembro, este investidor estaria com um patrimônio 15% superior ao capital investido: um belo retorno frente ao Ibovespa, que acumulou mais de 5,8% de perdas no mesmo período! Tenho amigos que tentaram adivinhar o fundo do poço a 85 mil pontos (depois dos primeiros crashes da bolsa) e apostaram todas suas fichas e com alavancagem: infelizmente não aguentaram a casa dos 60 mil pontos e tiveram de sair amargurando perdas consideráveis.

Na figura a seguir, resumo tudo que penso a respeito do que é adequado e do que é inadequado na hora de definir sua estratégia de investimento. Espero que gostem e aproveitem!

Características de estratégias de investimentos
Características de estratégias de investimentos

Um disclaimer importantíssimo que faço é que este texto tem como foco investidores comuns e não gestores e analistas profissionais e bem capacitados. Isso porque os investidores comuns são a maioria absoluta das pessoas e as que mais precisam de ajuda e de informação. Gestores e analistas com excelente formação acadêmica e extremamente aparelhados com as mais avançadas técnicas existentes (inclusive técnicas gráficas) poderão criar uma estratégia que tente acompanhar o timing do mercado. Mas certamente não será algo simplório, muito menos desprovido de fundamentos e baseado na emoção do dia a dia!

Forte abraço a todos vocês.

* Carlos Heitor Campani é PhD em Finanças, Professor Pesquisador do Coppead/UFRJ e especialista em investimentos, previdência e finanças pessoais, corporativas e públicas. Ele pode ser encontrado em seu site pessoal (link no perfil do autor) e nas redes sociais: @carlosheitorcampani. Esta coluna sai a cada duas semanas, sempre na sexta-feira.

Gestão de Carteira: Uma Estratégia Inadequada Para a Gestão de Seus Investimentos
 

Artigos Relacionados

Gestão de Carteira: Uma Estratégia Inadequada Para a Gestão de Seus Investimentos

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por esse motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (24)
Eduardo Correa Yoshimura
Eduardo Correa Yoshimura 10.12.2020 10:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Um dos Melhores Artigos que li e em um pequeno trecho de todo esse artigo (se você prática a DIVERSIFICAÇÃO TEMPORAL) resume Toda a Estratégia que investidores devem seguir para serem bem sucedidos de acordo com a Análise Fundamentalista e Excelentes Empresas.
Osni Cardoso
Osni Cardoso 07.12.2020 12:04
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Campani, gostei muito do seu texto, e já a algum tempo que procuro investir com base nesse pensamento de longo prazo e em boas empresas. Obrigado por compartilhar. Abs.
Jussara Doege
Jussara Doege 06.12.2020 15:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Perfeita visao!
Adalberto Simplicio Pereira
Adalberto Simplicio Pereira 05.12.2020 23:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ótima explanação, isso me leva ae aprofundar no tema.
Elaine ALBUQUERQUE
Elaine ALBUQUERQUE 05.12.2020 18:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Obrigada, mestre Carlos. Eu sou mais uma dos investidores comuns. E o seu texto foi muito elucidativo. Adorei o termo "diversificação temporal". E quanto ao texto ser óbvio ou não... O que é óbvio para o professor (e para os seus pares), é um mistério para os alunos. Você não escreveu para os seus pares, escreveu para os alunos. Este é o meu mantra quando eu entro em sala de aula, para nunca me esquecer da minha missão que é compartilhar o conhecimento para ensinar e melhorar a vida dos outros. Continue nos ensinando.
Carlos Heitor Campani
Campani 05.12.2020 18:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito obrigado pelas gentis e inspiradoras palavras.
Edison de Paula Santoro
Edison de Paula Santoro 05.12.2020 9:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Falou o óbvio. Edi.
Carlos Heitor Campani
Campani 05.12.2020 9:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Olá meu amigo Edison de Paula Santoro. Obrigado por comentar. Muito provavelmente você seja um investidor maduro e com experiência, de forma que ache o conteúdo óbvio. Para muitas pessoas, será realmente. Entretanto, temos de lembrar que há muitas pessoas entrando na bolsa que não dispõem de conhecimento e não sabem o que você possivelmente sabe, entende? Por vezes, escrevo textos bastante técnicos que você certamente não achará óbvio, mas por outras vezes, eu gosto de focar nos investidores sem tanta experiência. Espero que entenda meu argumento. Gosto muito de ajudar as pessoas que mais precisam de conhecimento. Ficarei muito feliz de tê-lo por aqui nos meus próximos textos. Comente sempre! Forte abraço.
jorge jlps
jorge jlps 04.12.2020 22:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bom artigo sobre tudo para um grande publico de newcomers no Mercado de capitais. Valeu sim.
ademir engelmann
ademir engelmann 04.12.2020 15:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Embora tenha falado o obvio, bom artigo. investir em ativos de alto risco requer experiência e sangue frio. Nao existe dinheiro fácil!!
Cleber Felipe Ponciano
Cleber Felipe Ponciano 04.12.2020 15:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente artigo! Ainda alertou sobre a saúde das pessoas, principalmente quem esta iniciando.
marcio barros barros
marcio barros barros 04.12.2020 14:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito boas dicas, Acredito que pessoas fisicas como nós que investimos no mercado com nossos poucos recursos, devemos estudar, pesquisar , artigos que muitas das vezes , esclarecem dúvidas  e comportamentos  de cada um de nós que, não percebemos o  quanto está sendo prejudicial em nossos investimentos.
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar esse comentário

Diga-nos o que achou desse comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail