⌛ Perdeu a alta de 13% da ProPicks em maio? Assine agora e receba mais cedo as ações de Junho.Desbloquear ações

Juros dos EUA x Investimentos em Ações: Como Investir em Mudança de Cenário?

Publicado 14.02.2022, 12:06
US500
-

Dois anos que a humanidade enfrenta a pandemia do Coronavírus. Durante este tempo, um movimento que os Bancos Centrais adotou foi o de reduzir as taxas de juros e aumentar o pacote de estímulos nas economias para o mundo não quebrar.

Resumindo: houve uma injeção de dinheiro em todos os Mercados. Foi uma forma encontrada para suprir o desemprego, a miséria e tentar sustentar a indústria e o comércio.

Porém, caminhando para o fim da pandemia, ao que tudo indica, com a vacinação em massa e o desenvolvimento de alguns medicamentos para a própria doença, a conta chegou.

A inflação nos EUA atingiu a máxima dos últimos 40 anos na semana passada. Vai ser insustentável manter os juros por lá em ZERO. O acumulado nos últimos 12 meses está em 7,5%. Muito acima da meta atual de 2% ao ano.

Espera-se o início de um movimento de alta nas taxas americanas já na próxima reunião do FED, no dia 16 de março. O mercado projeta um ajuste de +0,50% a +0,75% ao ano.

CONFIRA: Projeções das taxas de juros do Federal Reserve

Via de regra, a economia americana é a primeiro do mundo e, portanto, os títulos da sua dívida podem ser considerados também, como os mais seguros do mundo.

Se os juros americanos vão aumentar, o viés do investidor tradicionalmente é o de fugir do risco, como por exemplo das Ações e alocar um percentual maior do seu patrimônio nestes títulos americanos, já que vão remunerar melhor.

No gráfico abaixo, temos o S&P500 no período diário. Podemos notar como o Mercado já começou a precificar este movimento do FED no começo do ano. As máximas em Wall Street foram no dia 4 de janeiro e, de lá pra cá, o mercado só corrigiu.

Naquele momento, era possível identificar como a grande maioria dos Papéis Americanos poderiam estar sobrevalorizados. Com Valuations deslocados da realidade. Pagava-se muito caro! Um preço desconectado do real valor.

Ainda, agora, pode ser difícil do investidor conseguir montar uma Carteira inteligente em Ações Americanas. Com a provável correção que deve acontecer nos próximos meses, aí sim você poderá ter oportunidades novamente de investir em boas Ações por lá, comprando na baixa para sair na possível alta depois.

Uma ressalva da minha parte: eu nunca acho que a Renda Fixa está totalmente ruim e também nunca acho que a Bolsa pode ser a pior opção.

É importante você acompanhar estes movimentos proporcionados pela dinâmica de altas e baixas dos juros. Mas, mesmo em um cenário mais propício para a Renda Fixa, pode ser possível você encontrar boas empresas para investir.

É o processo de você fazer um filtro adequado de Valuation, para descobrir os Papéis que estão descontados.

E o inverso também vale. Mesmo quando os juros estão baixos, que você pode ter a impressão de correr para a Bolsa, comprando tudo em Ações, acredito ser possível achar bons produtos de Renda Fixa, pra você ter mais estabilidade na sua Carteira.

Eu defendo a prudência nos investimentos. Nem 8, nem 80. Primeiro, é importante que você tenha a sua Reserva de Emergência para cobrir de 6 meses a 1 ano do seu custo de vida, no caso de algum imprevisto.

A sua Reserva de Emergência deve ter liquidez imediata, se caso precisar do dinheiro. Pode ser na Poupança, em um Fundo DI (D+0), em um CDB (D+0) ou no Tesouro Selic.

Salvo a sua Reserva de Emergência, aí você poderá dividir o seu patrimônio em 60% / 40%, alocando uma quantidade um pouco maior no que for mais conveniente no momento: Renda Fixa ou Ações.

Acredito que o Mercado Americano de Ações poderá sofrer um pouco sim nos próximos meses. Na realidade, já era esperado, desde a escalada dos últimos 2 anos com a injeção de dinheiro na economia. As Ações se valorizaram em demasiado.

Porém, os Mercados passam por ciclos de alta e de baixa. Cabe ao investidor conseguir prever estes ciclos e acompanhar o movimento para lucrar.

Uma das piores coisas que pode acontecer pra quem está na Bolsa é ficar sempre invertido. Comprado com o Mercado caindo e vice-versa.

Então, é isso! Vamos ficar de olho nos próximos movimentos de juros do FED e acompanhar o Mercado de perto para estarmos prevenidos.

Grande abraço e sucesso!

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.