Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Megatendências: como elas impactam a tomada de decisão de investimento?

Publicado 04.07.2023, 09:05
Atualizado 09.07.2023, 07:32

O mundo já não se mantém igual por muito tempo. Diferentemente disso, é frequente o surgimento de fenômenos que mudam conjunturas, impactam a economia e mexem com o cotidiano das sociedades. A partir disso, pode surgir o que é conhecido como megatendência.

Entender quais são as opções que se destacam e como elas estão surgindo pode ser interessante para os seus investimentos. Ao investir nas principais tendências, você pode estar na vanguarda de um novo momento e alcançar melhores resultados — especialmente em médio e longo prazo.

O que são megatendências?

O mercado, a economia e as sociedades são frequentemente regidos por tendências. Elas são direções ou padrões emergentes que indicam preferências, comportamentos ou desenvolvimentos prováveis em uma área. Normalmente, as tendências ficam limitadas a apenas um ou poucos setores. Entre eles é possível destacar tecnologia, entretenimento, saúde, negócios e outros. Quando surgem tendências que podem alterar fundamentalmente um setor, é frequente vermos mudanças de paradigmas consideráveis.

Contudo, existem situações em que essas tendências rompem as barreiras de seus setores e registram uma margem maior de influência. É assim que surgem as megatendências — forças transformadoras que moldam e impactam o futuro em diferentes frentes. Existem diversos fatores que podem influenciar e formar uma megatendência, como mudanças comportamentais, meios de comunicação, preferências de consumo, entre outros. Assim, elas representam mudanças exponenciais com potencial de impactar múltiplos setores e a própria sociedade.

De modo recente, os avanços tecnológicos e a transformação digital da sociedade são as principais forças catalisadoras dessas revoluções. Além disso, como elas têm um vasto campo de influência, pode até ser complexo mensurar os impactos delas no curto prazo. Muitas vezes, é preciso considerar um horizonte amplo para enxergar como as megatendências mudaram as rotinas e resultados do mercado.

Quais são as principais megatendências da atualidade?

Atualmente, existem diferentes megatendências já se desenrolando e outras áreas que também podem exercer uma grande influência na sociedade. Veja quais são as principais:

Avanços tecnológicos

Nos últimos anos, a tecnologia avançou de maneira significativa na sociedade. Para se ter uma dimensão, o Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) constatou que 82% dos domicílios brasileiros tinham acesso à internet em 2021.

O gráfico abaixo, da pesquisa feita pela instituição, mostra esse avanço nos últimos anos:

Como é possível constatar, a internet está cada vez mais presente na sociedade. Entretanto, apenas a rede de navegação pode já não ser mais uma megatendência, sendo necessário observar as soluções que surgem a partir dela. Entre os destaques está a Internet das Coisas (IoT). Ela se refere à conexão de objetos físicos, como eletrodomésticos, à internet, permitindo a troca de dados e a comunicação entre eles. Com o avanço da IoT, é possível ter dispositivos inteligentes em casas, cidades e indústrias, melhorando a eficiência, por meio da automação.

Outro ponto representativo é a inteligência artificial (IA). A área experimentou avanços notáveis nos anos recentes, impulsionados pelo aumento do poder computacional e pela disponibilidade de grandes volumes de dados. A inteligência artificial já é aplicada em diversas áreas, como em assistentes virtuais, carros autônomos, diagnósticos médicos, análise de dados, recomendação personalizada, entre outros. Ela promete revolucionar como as pessoas vivem, trabalham e interagem com a tecnologia.

Junto da IA, existem os avanços com realidade virtual e aumentada. Essas tecnologias imersivas proporcionam experiências interativas e envolventes, ganhando destaque com as discussões em torno do metaverso.

Mudanças no comércio exterior e influência global

Outra megatendência é o conjunto de mudanças nos fluxos comerciais globais. Isso se dá, especialmente, pela ascensão de economias emergentes e redução da dependência financeira que os Estados Unidos e Europa exercem. A China é um dos principais destaques. Apesar de o gigante asiático ainda não superar os EUA em questão de influência, a economia do país teve um crescimento significativo nas últimas décadas.

O gráfico abaixo, da Statista, mostra a evolução do Produto Interno Bruto (PIB) chinês nos últimos anos e a previsão até 2027:

Nesse sentido, a ascensão dos países emergentes, como a China, e a globalização são megatendências que estão remodelando o cenário econômico e geopolítico mundial. Elas impactam fluxos comerciais, influência dos países e dinâmicas globais.

A globalização, como uma megatendência, representa uma crescente interconexão e interdependência entre as nações. Ela é impulsionada por avanços nas comunicações, transporte e tecnologia. O cenário resultou em uma integração mais profunda dos mercados globais, facilitando o comércio, a migração de mão de obra, a transferência de tecnologia e o fluxo de capital em escala global. O contexto também beneficia outras nações em desenvolvimento, como o Brasil.

Entretanto, é indispensável destacar que países emergentes ainda lidam com situações desafiadoras, especialmente no que tange ao desenvolvimento social. Por esse motivo, é comum que eles sejam mais instáveis e menos sólidos que países desenvolvidos.

Atenção à sustentabilidade e transição energética

A questão da sustentabilidade, especialmente em meio às mudanças climáticas, também é uma megatendência. O tema envolve desafios urgentes e fundamentais que exigem ações e transformações em larga escala para garantir um futuro sustentável para as próximas gerações. Isso acontece porque as mudanças climáticas têm um impacto global, afetando todos os países e regiões do mundo. Os efeitos incluem o aumento das temperaturas, eventos climáticos extremos, alterações nos padrões de chuva, elevação do nível do mar e perda de biodiversidade.

Esses impactos têm consequências diretas para a vida humana, a segurança alimentar, os ecossistemas naturais, a economia e a saúde pública. Ainda, o tempo para implementar soluções eficazes é limitado. Portanto, a sustentabilidade e as mudanças climáticas exigem ações coletivas de Governos, empresas, sociedade civil e indivíduos. Logo, a colaboração e a cooperação global são essenciais para enfrentar esses desafios, o que ocorre por meio de acordos internacionais, políticas públicas e questões semelhantes.

Outro ponto interessante é que há novas oportunidades de negócio com essa megatendência. A transição para uma economia verde oferece oportunidades significativas de crescimento econômico, inovação e emprego. Assim, setores de energias renováveis, eficiência energética, transporte sustentável, agricultura regenerativa e economia circular estão em ascensão. O cenário gera novos negócios e impulsiona a criação de empregos.

Nesse sentido, é possível esperar ainda mais foco em torno desses assuntos ao longo dos próximos anos. Afinal, a demanda por práticas sustentáveis e responsabilidade ambiental está moldando como as organizações operam e tomam decisões.

Implementação do 5G

Em alinhamento com os avanços tecnológicos, a implementação do 5G surge como uma nova megatendência. Ele é a próxima geração de redes móveis, oferecendo velocidades de conexão muito mais rápidas, menor latência e maior capacidade de suportar uma quantidade massiva de dispositivos conectados ao mesmo tempo. Logo, o 5G promete uma conectividade significativamente mais rápida e robusta em comparação com as gerações anteriores de redes móveis. Isso permitirá que as pessoas acessem e compartilhem informações de forma mais ágil.

Os avanços possibilitam uma ampla gama de aplicações e serviços inovadores. Desde o streaming de vídeo em alta definição até a realidade virtual e a IoT, o 5G abrirá novas possibilidades e experiências para os usuários. Ademais, o 5G pode ser facilitador para a transformação digital e a indústria 4.0. Com velocidades ultra rápidas e menor latência, ele viabiliza o uso de tecnologias como inteligência artificial, aprendizado de máquina, computação em nuvem, automação e robótica avançada em tempo real.

Desse modo, a implementação bem-sucedida do 5G pode impulsionar o crescimento econômico e a competitividade dos países. Em médio e longo prazo, ele poderá causar disrupções significativas no cotidiano das pessoas.

Consolidação das redes blockchain e dos criptoativos

Vale destacar também as redes blockchain e os criptoativos como uma megatendência devido ao seu potencial de transformar diversos setores e aspectos da economia e da sociedade. A principal característica da blockchain é sua natureza descentralizada e transparente.

Em vez de confiar em uma autoridade central, como o Governo, as transações são validadas e registradas pelo sistema e seus usuários, gerando uma cadeia de blocos. Eles são conectados sequencialmente e armazenados de forma imutável em diversos computadores interconectados, conhecidos como nós da rede. A blockchain é amplamente associada às criptomoedas, como o bitcoin, que foi a primeira aplicação prática dessa tecnologia. No entanto, suas funcionalidades não se limitam às moedas digitais.

A tecnologia pode ser utilizada em diversos setores, como cadeias de suprimentos, serviços financeiros, saúde, votações eletrônicas, propriedade intelectual e muito mais. Ela permite a criação de registros confiáveis, transparentes e imutáveis, eliminando a necessidade de intermediários e possibilitando maior eficiência, segurança e confiança nas transações.

Além disso, os criptoativos impulsionam a inovação financeira e a diversificação de instrumentos e serviços financeiros. A consolidação das redes blockchain busca fortalecer o ecossistema desses ativos digitais.

Dessa maneira, é possível expandir a infraestrutura necessária para negociações, investimentos e soluções financeiras baseadas em blockchain. O processo inclui o desenvolvimento de exchanges, serviços de custódia, plataformas DeFi (finanças descentralizadas) e soluções de pagamento.

Investimentos em biotecnologia

Por último, outra megatendência relevante para destacar é a biotecnologia. A área utiliza a aplicação de técnicas e processos biológicos para desenvolver produtos e soluções inovadoras nas áreas da saúde, agricultura, meio ambiente e indústria. A biotecnologia está revolucionando a indústria da saúde, permitindo o desenvolvimento de terapias avançadas, medicamentos personalizados, diagnósticos precisos e técnicas de edição genética. Inclusive, as empresas da área ganham destaque.

O gráfico abaixo, da Statista, mostra a evolução do capital movimentado em ofertas públicas iniciais (IPOs) de companhias de biotecnologia ao longo dos anos nos Estados Unidos:

Ao longo dos últimos anos, investimentos significativos são direcionados para a pesquisa e desenvolvimento de tratamentos para doenças genéticas, câncer, doenças autoimunes e outras condições médicas complexas. Essas inovações têm o potencial de melhorar a qualidade de vida e reduzir os custos de cuidados de saúde. A biotecnologia também desempenha um papel crucial na melhoria da produtividade agrícola, resistência a doenças e pragas, e desenvolvimento de culturas mais nutritivas e sustentáveis.

Megatendência e investimentos: é possível fazer uma relação?

Como percebido, as megatendências são grandes movimentos de transformação que impactam a sociedade, a economia e o ambiente de forma duradoura. Elas criam oportunidades e demandas por novas soluções, tecnologias e serviços. Dessa forma, elas podem gerar investimentos significativos em empresas e setores relacionados. Isso acontece porque, quando uma megatendência surge, ela geralmente traz a necessidade de adaptação e inovação em vários setores da economia.

O cenário cria um ambiente propício para investimentos em empresas na vanguarda dessas mudanças e oferecem soluções alinhadas às megatendências emergentes. Por exemplo, a megatendência da sustentabilidade e das mudanças climáticas impulsiona investimentos em energias renováveis, eficiência energética e outros pontos.

Então empresas que desenvolvem essas soluções podem se destacar a longo prazo, uma vez que estão alinhadas com a demanda crescente por práticas e produtos mais sustentáveis. O mesmo vale para empresas de tecnologia, saúde, entre outros segmentos.

Como elas impactam a tomada de decisão de investimentos?

As megatendências têm um impacto significativo na tomada de decisão de investimentos ao oferecerem uma visão de longo prazo sobre as forças que moldarão a economia e a sociedade. Logo, elas influenciam as decisões de investimento de diversas maneiras. Primeiramente, as megatendências ajudam a identificar oportunidades de construção exponencial de patrimônio no longo-prazo, destacando setores e indústrias com potencial de crescimento e inovação, como você viu. Elas também auxiliam na avaliação de riscos e oportunidades — em especial, em horizontes amplos.

Ainda, as megatendências são consideradas no planejamento estratégico dos investimentos por orientarem a alocação de recursos e identificarem áreas de foco para os investidores. Isso facilita a diversificação e distribuição inteligente do dinheiro.

Como ter uma carteira de investimentos alinhada às megatendências?

Para ter uma carteira alinhada com as megatendências, é necessário analisar o mercado e identificar aquelas que você considera mais impactantes e sustentáveis no longo prazo. Depois, vale procurar as empresas das áreas e analisá-las para sua carteira. Porém, existe uma abordagem mais prática: o investimento em exchange traded funds (ETFs). Por meio deles, você pode se expor mais facilmente a essas megatendências.

Para um exemplo prático, considere o exemplo do BTEK11. Ele é um ETF negociado na bolsa de valores brasileira, a B3 (BVMF:B3SA3), que replica a performance do S&P Biotechnology Select Industry Index, um dos principais índices de biotecnologia do mundo. A partir dele, você pode se expor a essa megatendência. Além disso, como o índice é dos EUA, você contribui para a internacionalização do seu dinheiro, diversificando ainda mais a carteira. Outros exemplos de ETFs que abarcam algumas das megatendências citadas são o HASH11 (ativos ligados a criptomoedas), o META11 (metaverso), DEFI11 (finanças descentralizadas) e o 5GTK11 (5G).

Como você aprendeu, acompanhar e investir em uma megatendência pode ser interessante para diversificar sua carteira e alcançar melhores resultados no longo prazo. Para tanto, vale a pena considerar a inclusão de ETFs em sua estratégia.

Últimos comentários

Gostei da matéria.
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.