Últimas Notícias
Investing Pro 0
🚨 Nossos dados Pro revelam a melhor ação da temporada de balanços Acesse dados

Últimas Notícias

Bitcoin rumo aos US$ 24 mil e novo rally: Fed impulsiona criptomoedas em até 14%

Novamente, o PT recebe uma herança bendita

Por Yago PratesResumo do Mercado25.11.2022 17:05
br.investing.com/analysis/novamente-o-pt-recebe-uma-heranca-bendita-200453558
Novamente, o PT recebe uma herança bendita
Por Yago Prates   |  25.11.2022 17:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Para conseguir vencer as eleições, o novo governo precisou fazer inúmeras promessas para agradar aos anseios e demandas de toda a torcida de Flamengo e Corinthians. Diferente do que se imagina, o PT não venceu a eleição sozinho e a margem foi apertada. Além disso, o partido saiu perdedor nas regiões mais ricas e que mais contribuem para a União. Acrescente a esse cenário o fato de estarmos vivendo a maior polarização da população em décadas, logo diante da circunstância atual o novo governo tem menos gordura para qualquer tentativa de terraplanismo econômico.  
 
Esse cenário, aliado à restrição orçamentária do país impôs uma dura realidade aos novos governantes. Não há dinheiro para cumprir tantas promessas. Como o cobertor é curto é preciso estabelecer prioridades. 
 
Conforme os discursos do Lula, a prioridade do seu novo governo será a responsabilidade social. O novo Presidente vem falando publicamente que é preciso incluir os pobres no orçamento. A afirmação merece atenção, afinal é dever do Estado cuidar dos mais vulneráveis.

No entanto, segundo números do FMI o Brasil já é um dos países que mais gasta com políticas assistencialistas e proteção social. Logo, aumentar o gasto com os mais vulneráveis não significa que de fato o dinheiro público chegará até eles. Afinal, apenas aumentar o gasto público não significa que a alocação do recurso será eficiente, ainda mais quando se trata do Brasil. 
 
Diante da dura realidade, o PT recorre a velhas estratégias para desassociar sua imagem de uma eventual piora da economia brasileira em 2023. A ordem do dia do partido e da equipe de transição é afirmar que o governo Bolsonaro quebrou o país. Essa mesma estratégia foi bastante utilizada há 20 anos, quando eles assumiram o país pela 1 vez. 
 
Na época, os petistas esbravejaram aos quatro cantos do país que haviam recebido uma “herança maldita” do governo Fernando Henrique Cardoso, quando os dados claramente indicavam uma situação oposta. A estratégia é como um investimento que se der errado você perde pouco, porém se der certo você tem muito a ganhar. Afinal, se os planos do partido derem errado e a economia desacelerar eles já têm um culpado. No entanto, se a economia apresentar um desempenho positivo eles levam os louros de terem “reconstruído o país”. 
 
Em 2023, o PT administrará o país numa situação totalmente diferente do que eles deixaram em 2016, principalmente na condução das empresas estatais que nunca foram tão lucrativas quanto agora e rendeu bons dividendos aos seu principal acionista, o próprio governo federal. Embora a economia precise de reformas e ajustes, será a primeira vez em 40 anos que um presidente entregará o país com um gasto menor que o herdado do governo anterior, mesmo enfrentando a maior pandemia em 100 anos e a maior guerra na Europa em 70 anos. 
 
A situação atual não é como há 20 anos, porém, diante das circunstâncias, poderia ser bem pior, visto que enquanto o mundo sofreu 2 grandes choques nos últimos 2 anos o Brasil sofreu 3 nos últimos 6. A grande recessão da era Dilma de 2014-2016 deixou graves sequelas na economia brasileira e quando a recuperação estava começando a dar sinais de melhora, veio a pandemia. 
 
A partir daí, houve a necessidade de se furar o teto de gastos para evitar um estrago ainda maior. Porém, segundo dados do tesouro nacional o furo do teto de gastos teve a contrapartida do atual governo com a redução das despesas/PIB de 19,4% em 2018, para 18,1% em 2022. Além disso, o país novamente voltou a apresentar superávit pela primeira vez desde 2013, feito inimaginável por muitos diante das circunstâncias. 
 
O Brasil que o PT irá receber foi um dos poucos países do mundo que conseguiu reduzir sua dívida pública para os patamares pré-pandemia. Pela 1 º vez fomos referência mundial no combate a inflação e estamos no fim do ciclo de alta de juros enquanto o mundo desenvolvido ainda está fazendo o dever de casa. O maior risco para o futuro do país vem justamente dos planos que o novo governo tem para a economia e suas constantes ameaças ao falecido teto de gastos. 

Em um passado recente, por conta dos gastos descontrolados do PT, o país precisou criar uma âncora fiscal para recuperar a sua credibilidade com o mercado. Se no passado o governo fosse fiscalmente responsável, não haveria a necessidade de se ter um teto de gastos, porém, em Brasília, se imagina que a União tem receita infinita.

Uma grande vantagem do teto de gastos ainda não foi compreendida por grande parte da sociedade brasileira. Em outras épocas, diante da situação atual, o novo governo iria continuar com planos mirabolantes e negacionistas da ciência econômica ao continuar pisando no acelerador do gasto público e o estrago na economia a população brasileira ia ver depois como pagar. 
 
No entanto, graças ao teto criou-se um custo político para os governantes que querem gastar mais do que o limite orçamentário do país e passamos a discutir não apenas o aumento dos gastos, mas sim a qualidade e a eficiência do gasto público atual. Já passou da hora dos políticos brasileiros entenderem que o dinheiro público não é ilimitado e todos têm restrições orçamentárias, inclusive eles. 
 
 
 
 
 
 
 

Novamente, o PT recebe uma herança bendita
 

Artigos Relacionados

Novamente, o PT recebe uma herança bendita

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (125)
Paulo gontijo de
Paulo gontijo de 30.11.2022 15:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Me conte sobre a pec dos precatorios , jogou os 50 bi , para frente , em outras palavras , bolsonaro nao pagou , jogou a bomba para frente .
José Artur Medina
José Artur Medina 30.11.2022 15:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Só so viciados continuam no IBOV diante de um governo declaradamente perdulário. Quem tem meio neurônio corre pra renda fixa. Qdo a irresponsabilidade fiscal graça, o governo gasta mais do que arrecada, e sem $, imprimem moeda para honrar seus compromissos. Isso leva a inflação e por consequência aumento da txa base de juros, que inviabiliza as compras e vendas a prazo. Produzindo desemprego (catástrofe) que aumenta a mortalidade pelas mais diferentes causas, não adianta nada aumentar bolsas ou auxílios o $ se desvaloriza nos bolso das pessoas. Levando a morte principalmente crianças pobres, malditos sejam os socialitas e esta estupidez satanista e cruel. O demônio lhes aguarda
ubiratan pinto
ubiratan pinto 30.11.2022 15:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
muito bom...esclarecedor e um aviso para os desavisados de plantão!!
Vania Maria Lara Oliveira Silva
Vania Maria Lara Oliveira Silva 30.11.2022 14:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Texto lúcido. Parabéns.
Bruna mendes
Bruna mendes 30.11.2022 10:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E se todos do outro lado(do povão) fossem ouvidos?
Abraão Lincoln
Abraão Lincoln 30.11.2022 9:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O Yago, bom dia!!!A herança do FHC era bendita? Essa herança agora é bendita aonde, desemprego nas alturas, fome nos quatro cantos do pais, qual o seu problema, é memoria seletiva. Aceita gado, perdeu, se tivesse a MÍNIMA competência no governo atual, ele teria vencido. E o mais importante, QUEM PROMETEU AUXÍLIO DE R$600,00 FOI O GOVERNO ATUAL. E com isso deixou essa herança maldita para o próximo governo. Vira a página e comece a escrever algo que preste. Ou então faça igual seu idolo, desapareça, se esconda, ou faça como os filhos, vá curtir a copa!!!
Sergio Pigozzo
Sergio Pigozzo 30.11.2022 8:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito boa sua analise Yago, o PT nunca teve preocupacao com gastos, veja a equipe de transicao com mais de 400 pessoas sendo que no governo anterior foram 40 pessoas. Esse e o Brasil que a maioria escolheu para o futuro, lamentavelmente de continuar sendo 3 mundo.
Gabriel Lima de Souza
Gabriel Lima de Souza 30.11.2022 8:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O artigo até estava interessante. No primeiro parágrafo, depois foi só ladeira abaixo! Talvez o amigo tenha esquecido da dissolução da URSS, surtos de dengue barragens, catrina, subprime…Bora arregaçar as mangas e trabalhar!
Guilherme Rodrigues
Guilherme Rodrigues 30.11.2022 7:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não vejo nenhum fundamento e fontes que afirmem esses dados do governo que está para entregar o mandato . Quando fizer uma afirmação deve colocar algo que comprove a mesma . infelizmente parece mais uma repertório repetido pelas massas . Claro vai ser difícil,pois o Brasil está realmente com o orçamento apertado .O Brasil poderia ter passado com menos danos se o governo realmente governasse . podemos observar uma medida totalmente populista quando observamos uma gasolina mais barata que o diesel,pois o valor diesel reflete muito no custo de toda produção do país . E fique aqui entre nós, mas moto não usa diesel né 🤣🤣🤣🤣
José Artur Medina
José Artur Medina 30.11.2022 7:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Governo exibe deflação (dá um Google). PIB será de quase 3 (dá um Google). Taxa de desemprego está 8.x (dá um Google). Não foi sempre assim não, na época do PT dois PIBs negativos, desemprego explodiu com inflação, uma proesa. Não confie em mim, pesquise, inclusive ANTES DE INVESTIR, pra não ser lavado pra grupo.
Antonio Henrique Dametto
Antonio Henrique Dametto 30.11.2022 1:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Uma “análise” vergonhosa e vendida. Quanta desonestidade e crueldade nas palavras deste pobre texto.
José Artur Medina
José Artur Medina 30.11.2022 1:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
em que ponto?
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail