Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

O risco de comprar Weg (WEGE3)

Publicado 29.02.2024, 11:13
Atualizado 29.09.2023, 14:44

Se a Weg (BVMF:WEGE3) não é a melhor empresa da nossa bolsa, certamente briga pelo primeiro lugar - e com poucos concorrentes na disputa. No resultado do 4T23, a companhia reportou crescimento de receita (+8,7%), EBITDA (+26%) e lucro (+37%).

O retorno sobre o capital investido (ROIC) da empresa totalizou 39,2%, 9,8 pontos percentuais acima do ano passado, crescimento que faz inveja a muitos setores que, mesmo possuindo menor volatilidade de resultados, não conseguem entregar números tão bons.

Fonte: Release Weg 2023

Em quase todo trimestre, surgem dúvidas sobre que achamos da Weg e por que não temos recomendação da companhia.

Antes de te explicar o motivo, eu quero te dizer que uma boa empresa não é, necessariamente, uma boa ação para se investir.

Eu gosto bastante da empresa e, sempre que vejo seus resultados, sinto vontade de vender o que tenho e comprar em ações da companhia.

Mas pense comigo.

Considerando o resultado reportado do ano de 2023, a Weg negocia a 23x seu lucro líquido.

Traduzindo: se todo o restante se mantiver constante, o investidor precisaria de 23 anos para ter o dinheiro investido de volta. Isso implica que ou os resultados da Weg permanecerão estáticos nos próximos anos, ou crescerão ainda mais, fazendo esse múltiplo cair no próximo ano, por exemplo.

Para fins de comparação, o setor de bens industriais negocia a 19,4x, patamar relativamente próximo da Weg.

Fonte: Com Dinheiro - Elaboração: Ticker Research

Através do gráfico acima, dá para perceber que a Weg quase sempre negocia com prêmio em relação às empresas do mesmo setor.

Isso é explicado pela qualidade da companhia. Empresas com problemas financeiros (ou de gestão) negociam com desconto frente aos pares. Isso é normal no mercado.

Esses "prêmios" e "descontos" existem por uma razão: o mercado antecipa o futuro. Quando compramos uma ação hoje, investimos não pelo que a empresa gerou no passado, mas pelo que deve gerar de valor no futuro.

Se você espera que a sua empresa gere “x” esse ano e ela gera “2x”, é natural que, no ano seguinte, você espere um crescimento ainda maior.

Se você espera “2x” e a entrega é de “4x”, suas expectativas vão se adaptando a essa "realidade" da empresa. Por isso, o mercado tende a premiar empresas boas e subavaliar empresas ruins (ou que entregam pouco).

Agora, o que acontece se uma empresa com um bom histórico de resultados passar a não mais entregar números similares?

Foi o que aconteceu com a Intelbras (BVMF:INTB3) de 2022 para cá. Ela foi uma das empresas que acompanhei durante o processo de IPO - e, modéstia parte, foi um dos valuations mais completos que fiz naquela época.

Lembro bem que os números que projetei estavam bastante otimistas, mas, ainda assim, o preço justo encontrado passava longe do preço da ação na época.

O motivo é que o mercado esperava um crescimento muito forte da empresa, especialmente do novo segmento em que a empresa estava entrando (de painéis solares) - que, na época, estava em plena expansão.

As expectativas, tanto da empresa quanto do mercado, eram muito otimistas e a demanda parecia ser robusta.

Mas, de 2022 em diante, as expectativas para o setor de energia solar começaram a se deteriorar. O crescimento esperado já não era tão forte e o setor não cresceria mais como o esperado. Assim, dificilmente a Intelbras iria crescer tanto como o mercado esperava naquele momento.

Na época, a ação da companhia negociava a algo em torno de 20x lucros, cerca de R$ 34/ação. Hoje, próximo de 12x, ou R$ 20/ação - uma queda de 41%.

Perceba que, em nenhum momento, mencionei que a empresa é ruim e que não vai crescer no longo prazo. Inclusive, já começo a olhar para a Intelbras "com mais carinho" no nível de preço atual. Mas não dá para simplesmente ignorar uma queda de 40%.

Esse é o problema de se investir em empresas premium. Weg, Intelbras, Equatorial (BVMF:EQTL3), Localiza (BVMF:RENT3), Raia Drogasil (BVMF:RADL3), Vivara (BVMF:VIVA3) e alguns outros nomes que compõem essa lista muito seleta são, de fato, excelentes.

Claro, é possível que essas empresas enfrentem dificuldades em algum momento que serão superadas e a companhia sairá mais forte do que antes, voltando a gerar muito valor.

Mas em momentos assim essas empresas podem ficar de lado por muito tempo enquanto outras oportunidades passarão pela sua porta (o famoso custo de oportunidade).

Não esqueça que muitas empresas no passado já foram tão queridinhas pelo mercado quanto a Weg. Oi (BVMF:OIBR3), Telebras e OGX (BVMF:OGXP3) são só alguns nomes que me vêm à mente agora.

Você acha que a Oi vai voltar a ser para o mercado aquilo que foi um dia?

E você? Está disposto a correr esse risco? Se sim, tudo bem.

O ponto aqui é autoconhecimento.

Mas saiba que ao primeiro sinal de fogo, todo o mercado sai correndo, e a porta de saída acaba se tornando estreita - mesmo para as empresas mais líquidas.

Tenha muito cuidado na hora de investir em empresas assim.

O último a sair apague a luz!

Encontre dados avançados sobre a Weg e outras ações do setor com o InvestingPro. Para um desconto especial, use o cupom INVESTIR para as assinaturas anuais e de 2 anos do Pro e Pro+

Últimos comentários

Comparar a WEG com a OI é patético. Uma é uma empresa comprometida com a excelência, que exporta produtos de alta qualidade para países desenvolvidos, porquanto a outra é uma stake holder de telefonia cujo único objetivo é lucro com serviço de péssima qualidade. A solidez da WEG é incomparável, durará mais boas gerações, como tem feito.
Weg assim como qq ativo que cai na boca desses analistas pode vender que é sucesso. Depois que sobe 400% começam indicar … Bando de lixos
muito sólida as análises principalmente na parte do roic tem coisas mais interessantes por ai
Isso ainda está aqui investing? é uma vergonha manter esse artigo publicado!! aliás nem dá pra chamar isso de artigo, nunca li tanta asneira sobre WEG, a melhor empresa desse país, mas esse aí se superou!
Esse ai tem tudo para errar mais que o Felipe Miranda e superalo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Gabriel Duarte, que isso!!! Weg é tudo de bom. Governança, P&D e Market Share. Está passando por um momento de CAPEX elevado e mesmo assim entregando bons resultados. Entendi onde vc queria chegar, mas escreveu muito mal e sua mensagem saiu pela culatra. Às vezes a pressa, pressão e ansiedade atrapalham a reflexão.
vc deveria pensar antes de comparar a Weg com Oi. vc não está bom de análise nem de empresas. Vc deveria mudar de profissão. Nunca li tanta ignorância. Vc deveria escrever só pra vc.
Vergonha alheia desse artigo. Parei de ler depois da comparação da Weg com Oi. É sério isso? Depois dessa, larguei esse site de mão.
Olha o nível de "analista" nesse site. Fiquei sem palavras ao ler esse artigo. Parece que estou lendo um comentário de um sardinha aleatório do fórum. "OIBR3 também já foi como a WEG", "último a sair apaga a luz". Por favor né Investing, revejam seus analistas, contratem gente competente que façam uma analise e não um ataque desnecessário a uma ação sólida e histórica. E Gabriel Duarte, por favor estude mais antes de escrever um artigo, seu trabalho não é brincadeira, deveria pensar e pesquisar um pouco antes de digitar.
se tão falando q é pra vender então eu vou comprar
Gabriel Duarte deveria perder o emprego por escrever esse tipo de artigo se baseando em um único indicador... o P/L não se avalia separadamente nem para comprar nem para vender! que tal olharmos para o PL/CAGR?? comparar WEG a Oi é só a prova da má fé dele...
Realmente o cara é muito fraco... Análise superficial. Triste e o pior é acabar com essa comparação com a Oi... Ouço desde 2019 que a WEG é CARA - único argumento dos contrários, então fiquem sim aí olhando a ação subir e o tempo passar.
É cada uma que a gente escuta desses “analistas” do terror ! Kkkkkkkkkk
O risco é de não comprar!
Aham.. Artigos assim aumentam a certeza que ela irá subir forte!
comparar WEG a Oi??? kkkkk e ainda fechou com a frase de impacto: O último a sair apague a luz! sério isso?? Não sabe nada de WEG inocente
Bom comentário, mas a Weg também é empresa de tecnologia, tem versatilidade e carteira única. Além disso, pode se beneficiar com a produção crescente de carros elétricos no Brasil e tem receita superior a 50% em dolar (venda para fora do Brasil).
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.