Últimas Notícias
0

Fique por dentro de 5 principais notícias do mercado desta sexta-feira

Economia14.09.2018 07:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Fique por dentro de 5 principais notícias do mercado financeiro

Investing.com - Confira as cinco principais notícias desta sexta-feira, 14 de setembro, sobre os mercados financeiros:

1. Consumidor americano em destaque na agenda econômica

Depois dos dados de inflação mais fracos do que o esperado na quinta-feira, as compras ganharam a atenção dos indicadores econômicos, com os números das vendas no varejo e o humor do consumidor chegando na sexta-feira.

O Departamento de Comércio divulgará seus dados de vendas no varejo às 9h30, com um aumento sólido esperado para agosto, embora um pouco menor do mês anterior.

Economistas esperam que as vendas no varejo tenham subido 0,4% no mês passado e que vendas totais no varejo, que excluem as vendas de automóveis, tenham subido 0,5%.

Às 11h00, o foco passará para a medida preliminar do sentimento do consumidor da Universidade de Michigan em setembro.

Espera-se que o índice de sentimento do consumidor subiu de 96,2 para 96,7 em agosto. Haverá também números sobre as condições atuais do consumidor e as expectativas de inflação.

Além disso, os investidores receberão dados sobre os inventários de negócio de julho, os preços de importação e de exportação e a leitura do mês passado da produção industrial.

E para os observadores do Fed, o presidente do Federal Reserve de Chicago, Charles Evans, falará sobre economia e política monetária às 10h00 no Fórum Econômico Regional do Nordeste de Indiana.

2. China, mais uma vez, minimiza ameaças de Trump

O presidente Donald Trump sugeriu que ele “não está sob pressão para fazer um acordo com a China, eles estão sob pressão para fazer um acordo conosco”, Pequim foi rápida em diminuir a declaração.

"A administração Trump não deve se enganar e pensar que a China vai se render às suas demandas ”, publicou o China Daily, na sexta-feira.

"A China tem combustível suficiente para impulsionar sua economia, mesmo que uma guerra comercial seja prolongada", insistiu o jornal.

A resposta veio mesmo quando os dados divulgados na sexta-feira mostraram que o investimento chinês desacelerou para apenas 5,3% nos primeiros oito meses do ano, o nível mais baixo registrado. Os dados sugerem que as empresas da segunda maior economia do mundo hesitam em investir, já que se preocupam com a perspectiva de uma guerra comercial total.

Em dados mais encorajadores, as vendas no varejo e a produção industrial da China para agosto subiram mais que o esperado.

3. Futuros sobem à frente do grande número de dados

Os futuros apontaram para mais um dia de ganhos em Wall Street na sexta-feira, com os investidores olhando para uma enorme quantidade de dados e mantendo um olho nos desenvolvimentos do comércio. Às 06h46, o blue chip futuros do Dow ganhava 41 pontos, ou 0,16%, os futuros do S&P 500 subiam 5 pontos, ou 0,15%, enquanto o índice futuro de tecnologia Nasdaq 100 tinha alta de 28 pontos, ou 0,37%.

Na Europa, liderado por ações de tecnologia, automóveis e mineração, os valores de referência europeus subiram na sexta-feira na esperança de novas negociações comerciais entre os EUA e a China.

Mais cedo, as bolsas asiáticas terminaram a sessão majoritariamente em alta embora o Shanghai Composite da China tenha quebrado a tendência com perdas de 0,2%

4. Preços do petróleo se recuperam de queda acentuada, contagem de sondas nos EUA em pauta

Os preços do petróleo se recuperaram na sexta-feira do forte declínio do dia anterior e permaneceram no caminho certo para ganhos semanais sólidos, já que investidores aguardavam dados semanais da produção norte-americana. .

Os contratos futuros de petróleo dos EUA avançavam 0,44% para $ 68,89 em 6h47, enquanto o petróleo Brent subia 0,20%, com o barril negociado a US$ 78,34.

Ambos os barris ainda estavam no caminho certo para ganhos semanais de 1,8% e 2,0%, respectivamente, já que os comerciantes aguardam os dados mais recentes sobre os EUA. de Baker Hughes sobre a produção dos EUA.

A contagem de sondas nos EUA, um indicador antecipado da produção futura, teve aumento de 2 e totalizou 862 na semana passada, chegando perto de seus níveis mais altos desde março de 2015.

5. Libra atinge 6 semanas de alta, BoE adverte de aumentos de taxa se não houver acordo Brexit

A libra esterlina atingiu uma alta de seis semanas em relação ao dólar na sexta-feira, quando o presidente do Bank of England, Mark Carney, avisou que a falta de acordo do Brexit provavelmente significaria juros mais altos.

Carney alertou que se o Reino Unido e a União Européia não conseguirem forjar acordos comerciais, o resultado pode ser tão ruim quanto a crise financeira de 2008, reduzindo a libra esterlina. O aumento correspondente na inflação provavelmente exigiria que o BoE apertasse a política.

Às 6h46, o par GBP/USD ficou em alta de 0,11% a 1,3123, depois de atingir 1,3138 anteriormente, seu nível mais alto desde 1º de agosto.

Fique por dentro de 5 principais notícias do mercado desta sexta-feira
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Registrar-se com Google
ou
Registrar-se com o e-mail