🔮 Melhor do que Buffett? Nosso Preço-Justo achou essa joia com +42% 5 meses antes deleLibere o preço-justo

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta sexta-feira

Publicado 24.05.2024, 04:48
© Reuters
US500
-
DJI
-
EWZ
-
INTU
-
NVDA
-
PBR
-
LCO
-
CL
-
1YMM24
-
NQM24
-
IXIC
-
BVSP
-
PETR3
-
PETR4
-
ETH/USD
-
ETH/USD
-
ETH/BRL
-
US500
-

Por Scott Kanowsky e Jessica Bahia Melo

Investing.com – Os futuros das ações americanas apresentavam alta antes da abertura das Bolsas em Nova York no último dia da semana, após uma correção na quinta-feira, 23.

No cenário corporativo, as ações da Intuit caíram no after-market, com os analistas preocupados com a perda de usuários gratuitos em seu principal serviço TurboTax.

No mundo cripto, o ether recuou em meio a alguma realização de lucros, depois que os reguladores dos EUA aprovaram mudanças nas regras que apoiam a criação de fundos negociados em bolsa vinculados à segunda maior criptomoeda do mundo.

No Brasil, expectativa para mudanças com a nova presidente da Petrobras.

Como saber onde investir para continuar ganhando dinheiro em mercados voláteis? Experimente o InvestingPro e descubra! Clique AQUI, escolha o plano que deseja por 1 ou 2 anos e aproveite seus DESCONTOS. Obtenha até cerca de 50% aplicando o código OFERTAPRO. Não espere mais!

1. Futuros americanos sobem

Os futuros das ações americanas apresentaram alta nesta sexta, 24, apesar da queda na sessão anterior, contrariando os impactos positivos dos significativos ganhos da Nvidia (NASDAQ:NVDA), companhia especializada em inteligência artificial.

Às 7h55, horário de Brasília, o S&P 500 avançava 0,30%, o Nasdaq 100 subia 0,31%, e os Dow Jones se valorizava 0,17% no mercado futuro.

Os principais índices de Wall Street encerraram a sessão anterior em queda, após um aumento na receita trimestral da Nvidia ser ofuscado por dados que indicavam uma quantidade menor do que esperada de pedidos iniciais de seguro-desemprego nos EUA. Esse cenário sugere uma robustez no mercado de trabalho, alimentando receios de que o Federal Reserve possa postergar cortes nas taxas de juros.

No encerramento das negociações de quinta-feira, o S&P 500 recuou 0,7%, o índice tecnológico Nasdaq Composto caiu 0,4% e o Dow Jones Industrial desvalorizou-se 1,5%.

A Intuit (NASDAQ:INTU), após divulgar resultados do terceiro trimestre fiscal que superaram as projeções dos analistas, viu suas ações declinarem durante o pregão devido à preocupação dos investidores com a perda de usuários gratuitos do seu crucial serviço TurboTax.

A corporação, responsável pelo Credit Karma e pelo software QuickBooks, anunciou um lucro por ação de US$ 9,88 e receita de US$ 6,74 bilhões, superando as previsões de Wall Street, que eram de US$ 9,38 por ação e US$ 6,65 bilhões, respectivamente. Isso indica uma resposta positiva dos usuários aos investimentos em IA e a melhorias nos serviços de declaração de impostos.

Contudo, o número de usuários que optaram pela versão gratuita do TurboTax nos três meses até 30 de abril, que coincide com a temporada de declaração de impostos nos EUA, diminuiu em aproximadamente 1 milhão em relação ao mesmo período do ano passado. Analistas expressaram preocupações de que o TurboTax pode estar enfrentando dificuldades para atrair clientes de categorias superiores enquanto lida com uma concorrência crescente entre os usuários de menor renda.

ACOMPANHE: Cotações das ações americanas

2. SEC autoriza ETFs de ether à vista

A SEC (Comissão de Valores Mobiliários dos EUA) aprovou alterações nas regras que facilitam a criação de fundos negociados em bolsa (ETFs) atrelados ao ether, pavimentando o caminho para o possível lançamento de oito desses fundos.

A decisão de quinta-feira representa um avanço rumo à aprovação definitiva de um ETF à vista de Ether, com a SEC agora engajada em processar os pedidos de gestores de fundos interessados na listagem. Entre os candidatos estão VanEck, ARK Investment Management e outros sete emissores.

A expectativa em torno da aprovação pela SEC elevou os preços do ether durante a semana, embora o anúncio tenha gerado apenas ganhos momentâneos no valor do token.

3. Nvidia reduz preços de chips de IA

A Nvidia aplicou grandes descontos nos preços de seus chips de inteligência artificial na China, em resposta à intensa competição de empresas locais, especialmente a Huawei, conforme reportado pela Reuters na sexta-feira.

A companhia, com sede na Califórnia, havia lançado três modelos específicos de chips de IA para o mercado chinês no ano passado, adaptando-se às restrições impostas pelas sanções dos EUA que bloquearam a venda de seus produtos mais avançados na região.

Dentre esses modelos, o H20, que é o mais avançado, enfrentou uma demanda apenas moderada na China e, em alguns casos, foi comercializado com um desconto superior a 10% em comparação aos produtos similares oferecidos pela Huawei, detalha o relatório da Reuters.

O chip Ascend 910B da Huawei, por outro lado, recebeu um volume consideravelmente maior de pedidos, especialmente de empresas estatais, após uma diretiva de Pequim que incentivava o uso de componentes fabricados localmente.

4. Petróleo caminha para perdas semanais

Os preços do petróleo registravam baixa nesta sexta-feira, direcionando-se a uma semana de perdas expressivas, impulsionadas por preocupações sobre a persistência da inflação e elevação das taxas de juros, fatores que podem desacelerar a atividade econômica nos EUA, o maior consumidor global de petróleo.

Às 7h57, os futuros do petróleo dos EUA (WTI) recuavam 0,7%, cotados a US$ 76,33 por barril, enquanto os futuros do Brent diminuíam 0,68%, a US$ 80,81 por barril.

Ambos contratos indicavam perdas semanais superiores a 3%, com o Brent atingindo o menor nível em dois meses e o WTI marcando a menor cotação em três meses.

A atenção do mercado agora se volta para a próxima reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados, conhecidos coletivamente como Opep+, programada para o início de junho. É esperado que o grupo discuta a possibilidade de manter os cortes voluntários na produção de petróleo, que atualmente somam 2,2 milhões de barris por dia.

CONFIRA: Cotação das principais commodities.

5. Petrobras deve ter nova CEO nesta sexta-feira

Após aprovação pelo Comitê de Pessoas do Conselho de Administração, funcionando como Comitê de Elegibilidade (CELEG), a nomeação de Magda Chambriard para os cargos de Conselheira de Administração e de presidente da Petrobras (BVMF:PETR4) deve ser apreciada nesta sexta em reunião do CA. Conforme fato relevante divulgado pela petroleira, caso seja aprovada, não será convocada assembleia de acionistas para tratar do tema.

Às vésperas de ser provavelmente empossada, Chambriard já era vista na sede da companhia, informou o Estadão, que mencionou uma série de conversas com a presidente interina, Clarice Coppetti.

Entre os objetivos claros da próxima gestora estão Plano Estratégico 2024-2028, impulsionando os investimentos nas áreas consideradas prioritárias. A estimativa para o período é de investimentos de US$102 bilhões – mas somente US$ 3 bilhões foram investidos nos primeiros três meses de 2024.

Além disso, a expectativa é de alterações na diretoria, ainda que novas indicações ainda precisem de aval do Conselho. Para as gerências, as mudanças podem ocorrer sem deliberação no CA.

Às 7h57 (de Brasília), as ADRs da Petrobras (NYSE:PBR) ganhavam 0,20%, a US$14,92.

O ETF EWZ (NYSE:EWZ) subia 0,29% no pré-mercado.

*

Precisa de ajuda para navegar nos mercados? InvestingPro é para você!

Seja você busca conquistar orientações sobre investimentos ou procura por ferramentas que permitam escolher as ações corretas do Ibovespa ou dos mercados globais por conta própria, o InvestingPro tem algo a oferecer.

Você encontrará estratégias de IA, indicadores exclusivos, dados financeiros históricos, notícias profissionais e muitos outros serviços para sempre manter uma vantagem nos mercados e saber quais ações comprar e quais evitar.

E os leitores de nossos artigos têm por tempo limitado um desconto especial nas assinaturas. Inscreva-se agora! E não esqueça o código promocional "OFERTAPRO", válido para assinaturas Pro e Pro+ de 1 e 2 anos!

Recursos do InvestingPro - Use o cupom INVESTIR para um desconto adicional



1 ano de InvestingPro

1 ano de InvestingPro+

2 anos de InvestingPro

2 anos de InvestingPro+


Veja como aplicar o cupom no vídeo abaixo:



Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.