Últimas Notícias
Investing Pro 0
🚨 Nossos dados Pro revelam a melhor ação da temporada de balanços Acesse dados

Últimas Notícias

Banco do Brasil anuncia novidades na equipe com posse nesta segunda

Campos Neto pede coordenação entre gastos e política monetária; Alckmin garante responsabilidade fiscal

Política 26.11.2022 16:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. 12/04/2022 REUTERS/Adriano Machado
 
EUR/BRL
+0,10%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
USD/BRL
+0,38%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
WDOc1
+0,17%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
DOLc1
+0,28%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
WDOc2
+0,16%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
WDOc3
+0,00%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse neste sábado que existe necessidade de coordenação entre as políticas monetária e fiscal para que o Brasil não entre em "rota de colisão", voltando a alertar que a conduta das contas públicas tem efeito sobre as decisões da autarquia.

No Fórum Esfera, organizado no Guarujá pelo think-tank Esfera Brasil, Campos Neto dividiu o palco com o vice-presidente eleito Geraldo Alckmin, que reforçou o compromisso do governo de Luiz Inácio Lula da Silva com a responsabilidade fiscal.

"Você não quer estar, de um lado, subindo juros, e, de outro, o fiscal sendo expansivo, porque no final você entra numa trajetória de colisão", disse Campos Neto no evento.

"A gente precisa entender que a gente teve um gasto global muito alto, que existe uma dívida a ser paga muito alta em todos os países, no Brasil também. Isso tem efeito no que o Banco Central faz."

Seus comentários vieram depois que os juros futuros dispararam nas últimas semanas em meio à percepção de risco fiscal elevado diante da tentativa do governo eleito de viabilizar amplos gastos extra-teto a partir do ano que vem, com a curva de DIs chegando a precificar novos aumentos da Selic --atualmente em 13,75%-- em 2023.

"O que a gente precisa entender é que juros não é causa, é consequência, é uma consequência de um trabalho bem feito. Obviamente nenhum banqueiro central quer ter juros altos, a gente quer ter juros baixos", disse Campos Neto.

No evento, o presidente do BC também alertou para os riscos da inflação, em meio a expectativas crescentes no mercado financeiro de que as pressões de preços possam voltar a ganhar fôlego a partir do ano que vem sob a flexibilização fiscal pretendida pelo governo eleito.

"A inflação é um elemento social também... Quem tem mais recursos se protege da inflação, quem tem menos, não... Ela dificulta muito o planejamento de longo prazo das empresas, das pessoas, o que no final significa menos crescimento e menos emprego", disse Campos Neto.

Já Alckmin, coordenador da transição para o governo Lula, procurou reforçar o discurso de que a próxima administração do país adotará responsabilidade fiscal, citando o bom histórico do presidente eleito na conduta das finanças públicas durante seus mandatos anteriores.

"Como eu sei que há uma preocupação fiscal, eu já quero dizer que quem apostar em irresponsabilidade fiscal vai se decepcionar e quem apostar em irresponsabilidade fiscal vai errar", afirmou o vice-presidente eleito, que também defendeu a necessidade de equilibrar a moderação ao gastar com demandas sociais.

Alckmin disse no evento que não há nenhuma reforma estrutural de governos anteriores a ser desfeita, e, ao ser questionado sobre quem será o ministro da Fazenda de Lula, desconversou: "cada coisa vem a seu tempo, vamos aguardar um pouquinho."

Campos Neto pede coordenação entre gastos e política monetária; Alckmin garante responsabilidade fiscal
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (9)
Valter Nunes
Valter Nunes 27.11.2022 14:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Já se passaram 6 anos da festa do Caqui, mas só agora se preocupam com Tetos, Endevidamento, Emendas do Relator, digo Orçamento SECRETO. A Direita é uma PIADA...Relaxa aí e espera mais 4 anos para tentar novamente.
Manoel Batista Filho
Manoel Batista Filho 27.11.2022 14:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
tá querendo um uma vaquinha com os ladras né por isso disse isso 🤣🤣
Cleber Neves
Cleber Neves 27.11.2022 14:04
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se preparem para limpar os cofres publicos, que a merda vem aí
Ivo Dleizer
Ivo Dleizer 27.11.2022 13:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quanto tempo vai levar para o Alckmin dar um pé na bunda do nine e assumir....dos males este é o menor
Otilio Neto
Otilio Neto 27.11.2022 13:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nem vai precisar ,o Nine tá doente ,estão escondendo mas uma hora vai aparecer.
Nelson Leite
Nelson Leite 27.11.2022 12:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esse Presidente do BC viu estouro do teto de mais de 700 bilhões e nunca veio falar em rota de colisão !
Otilio Neto
Otilio Neto 27.11.2022 12:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E desde quando um erro justifica o outro?,vai se tratar idolatra de Populistas.
Joao Machado
Joao Machado 27.11.2022 12:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esquerdista que ser estudado , ta vendo o circo pegar fogo e ainda tenta jogar combustível, oh raça…
joelson dias barbosa
joelson dias barbosa 26.11.2022 20:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nosso presidente Lula, o Brasil precisa de progresso, vamos que vamos precisamos trabalhar muito para voltar fazer o nosso Brasil uma economia forte. Deus o proteja sempre.
Wilson Buranello
Wilson Buranello 26.11.2022 20:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nooooossa hen!!! PAIXÃO por LA DRÃO é outra coisa!!!! Já tomou seu GARDENAL hoje????
WILLIAMS CANTANHEDE
WILLIAMS CANTANHEDE 26.11.2022 20:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O fato é que Lula foi eleito e será o presidente do Brasil por quatro anos. As ações do seu governo atingirá cada brasileiro, direta e indiretamente. Cuidado, escorpião! Se você picar o sapo, irá afundar junto com ele. Cuidado com sua natureza estúpida.
Rafael Piovezan
Rafael Piovezan 26.11.2022 20:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
lula no governo, economia forte? só falou asneira.
J Augusto Tavares
J Augusto Tavares 26.11.2022 20:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
, opa! E 2003-2007?
Otilio Neto
Otilio Neto 26.11.2022 20:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mais um idólatra de bandido .
roberto gadioli
roberto gadioli 26.11.2022 19:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
esse maluc0 do campos neto elevou tanto a inflação que os do povo estão consumindo osso, pé de galinha e com dívidas astronômicas
Ednaldo Felizari
Ednaldo Felizari 26.11.2022 19:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
deixa de ser idiota, ele elevou os juros justamente para conter a inflação , Estuda um pouquinho antes de falar M3rda .
Michel Lima
Michel Lima 26.11.2022 19:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ednaldo Felizari como tem zé roela como esse Gadioli que nao entende o básico de economia…deveria ficar quieto pra ninguém notar.
Bruno El
Bruno El 26.11.2022 19:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bom, de qualquer forma durante o mandato dele foi a maior expansão de base monetária da história, independente se é culpa do governo ou do BC, embora ele tenha sido leigo no comentário, a maior parte da causa da inflação é a expansão da base monetária, então ao pé da letra o Roberto está certo ingenuamente, porque sim a grande causa da inflação é o próprio Estado!
Bruno El
Bruno El 26.11.2022 19:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ou seja, de fato vêm elevando o juros, mas para conter uma inflação galopante causada pelo gigantesca expansão de base monetária a partir de 2020, então o BC não foi só responsável por elevar o juros e também responsável por essa alta inflação, acham que entendem de econômia por saber que o BC elevam o juros e não a inflação, então me provem que estou errado agora.
Jackson Pereira
Jackson Pereira 26.11.2022 18:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
quem vai ser?
Cesar Capri
Cesar Capri 26.11.2022 18:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Juros baixos no Brasil é utopia, por aqui só uma recessão severa tem poder pra baixar juros, a pressão inflacionaria é crônica, são os velhos gargalos estruturais. O problema é que o câmbio não ajuda nesse patamar, se o real se valorizar um pouco mais, haverá espaço pra gastos sem necessidade de subir a Selic, mas com dólar nas alturas gerando inflação nominal, não adianta penalizar a atividade econômica, é uma inflação oriunda de desvalorização cambial.
roberto gadioli
roberto gadioli 26.11.2022 18:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
bem assim: "dólar alto é bom pro brasil" (Véio guedes)
roberto gadioli
roberto gadioli 26.11.2022 17:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
atá! tu é o cara dos preços nas ALTURAS: frango em 12/2021 US$ 5,99, preço hoje r$ 10,99; preço do diesel em 2015 r$ 2,99, hoje r$ 7,97.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail