📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

AMD lança novos chips de IA para enfrentar a líder Nvidia

Publicado 03.06.2024, 10:04
Atualizado 03.06.2024, 15:21
© Reuters
NVDA
-
AMD
-

Por Max A. Cherney e Arsheeya Bajwa

Taipé (Reuters) - A Advanced Micro Devices revelou seus mais recentes processadores de inteligência artificial na segunda-feira e detalhou seu plano para desenvolver chips de IA nos próximos dois anos, em uma tentativa de desafiar a líder da indústria Nvidia (NASDAQ:NVDA).

Na feira de tecnologia Computex em Taipé, a presidente-executiva da AMD (NASDAQ:AMD), Lisa Su, apresentou o acelerador MI325X, que deverá ser disponibilizado no quarto trimestre de 2024.

A corrida para desenvolver programas generativos de inteligência artificial levou a uma enorme procura por chips avançados utilizados em centros de dados de IA capazes de suportar estas aplicações complexas.

A AMD tem trabalhado para competir com a Nvidia, que atualmente domina o lucrativo mercado de semicondutores de IA e detém cerca de 80% de sua participação.

Desde o ano passado, a Nvidia deixou claro aos investidores que planeja encurtar seu ciclo de lançamento para anualmente, e agora a AMD fez o mesmo.

"A IA é claramente a nossa prioridade número um como empresa e realmente aproveitamos toda a capacidade de desenvolvimento dentro da empresa para fazer isso", disse Su aos repórteres.

"Essa cadência anual existe porque o mercado exige produtos e capacidades mais novos... Todos os anos temos a próxima grande novidade, de modo que sempre temos o portfólio mais competitivo."

A AMD também lançou uma próxima série de chips intitulada MI350, que deverá estar disponível em 2025 e será baseada em uma nova arquitetura de chip.

Em comparação com a série MI300 de chips IA atualmente disponível, a AMD disse que espera que o MI350 tenha um desempenho 35 vezes melhor em inferência – o processo de computação de respostas generativas de IA.

Além disso, a AMD revelou a série MI400, que chegará em 2026 e será baseada em uma arquitetura chamada "Next".

O presidente-executivo da Nvidia, Jensen Huang, disse no domingo que a plataforma de chips de IA de próxima geração da empresa, chamada Rubin, com lançamento previsto para 2026, incluiria GPUs, CPUs e chips de rede.

Investidores têm procurado atualizações a longo prazo das empresas de chips para avaliar a longevidade do crescente rali no setor de inteligência artificial generativa, que até agora não mostrou sinais de abrandamento.

© Reuters. Logo da AMD 
17/02/2023
REUTERS/Florence Lo

O valor da AMD mais do que dobrou desde o início de 2023, mas o aumento é insignificante em comparação com o aumento de mais de sete vezes nas ações da Nvidia no mesmo período.

No evento Computex, a AMD disse que sua última geração de unidades centrais de processador provavelmente estará disponível no segundo semestre de 2024.

(Reportagem de Max A Cherney e Ben Blanchard em Taipé e Arsheeya Bajwa em Bengaluru)

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.