Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

BOLSA ÁSIA: Ações da China e Hong Kong despencam por restrições regulatórias

Ações26.07.2021 07:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Telão em Xangai mostra flutuações dos mercados acionários 06/01/2021 REUTERS/Aly Song

Por Andrew Galbraith

XANGAI (Reuters) - As ações da China e de Hong Kong caíram com força nesta segunda-feira para o nível mais baixo do ano, uma vez que as preocupações de investidores com regulações do governo pressionaram os setores de educação, imobiliário e de tecnologia.

As vendas levaram a ações da Scholar Education Group (HK:1769), listada em Hong Kong, a despencar mais de 45%. As ações em Hong Kong da New Oriental Education & Technology (NYSE:EDU) caíram mais de 47%. A empresa fornece serviços de tutoria e preparação para testes na China.

No mercado acionário da China, o Índice CSI de Educação terminou em baixa de 9,61%, no menor nível de fechamento em 16 meses.

As movimentações aconteceram depois do anúncio de Pequim na sexta-feira de novas regras que impedem tutoria para lucro, buscando aliviar a pressão financeira sobre as famílias. As mudanças também restringem o investimento estrangeiro no setor através de fusões e aquisições, entre outros.

O fim de semana também trouxe novas medidas regulatórias em nos setores de tecnologia e imobiliário, provocando vendas nesses setores na segunda-feira.

O índice CSI 300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 3,22%, para o menor nível de fechamento desde dezembro, enquanto o índice de Xangai teve queda de 2,34%, em uma mínima de fechamento de mais de dois meses. Em Hong Kong, o índice Hang Seng index terminou no nível mais baixo desde 22 de dezembro de 2020, em queda de 4,13%.

Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 1,04%, a 27.833 pontos.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 4,13%, a 26.192 pontos.

Em Xangai, o índice SSEC perdeu 2,34%, a 3.467 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzen, retrocedeu 3,22%, a 4.925 pontos.

Em Seul, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,91%, a 3.224 pontos.

Em Taiwan, o índice TAIEX registrou baixa de 0,96%, a 17.403 pontos.

Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,57%, a 3.138 pontos.

Em Sydney o índice S&P/ASX 200 ficou estável, a 7.394 pontos.

(Reportagem de Andrew Galbraith)

BOLSA ÁSIA: Ações da China e Hong Kong despencam por restrições regulatórias
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (8)
Nakainvest Nakazono
Nakainvest Nakazono 26.07.2021 19:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Governo da China vem atacando empresa ou setor específico. Está muito nítido que insiders estão ficando milionários nessa antiga e funcional estratégia.
Paulo Yoshitake
Paulo Yoshitake 26.07.2021 14:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
sei não, pra mim parece um tiro no pé o que a China fez. Sem lucro, sem incentivo de melhorar o serviço, com tendência a piorar...que empresário vai quere investir num negócio q não dá lucro?
Artur Villa
Artur Villa 26.07.2021 13:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Cortina de fumaca! Longo prazo é china p cima pq p/l ta de graca ! Mundo nao é bobo e gov chines vai fortalecer suas techs ou perde a batalha tech p eua
Walber Gonçalves
Walber Gonçalves 26.07.2021 8:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mas não fiquem animados porque, aqui, vai subir.
Fabio Curty
Fabio Curty 26.07.2021 8:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Hoje só por milagre, nada de relevante no radar , bolsa para baixo, petróleo idem e com essa noticia o medo de interferência nos demais setores coloca os investidores com as barbas de molho. Só vejo panorama positivo caso o mercado americano ignore e saia do negativo agora em - 0,24%.
Licio Mathias
Licio Mathias 26.07.2021 8:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A CULPA E DE QUEM?? DE QUEM???
Wadison Pereira
Wadison Pereira 26.07.2021 8:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Talvez seja sua.. o mercado aqui chama-se renda variável por isso mesmo
Fabio Curty
Fabio Curty 26.07.2021 8:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Aqui no Brasil os investidores ficam cheios de frescura quando se fala em investir em empresas com braço governamental, porem os mesmos enfiam milhões num pais que os dados econômicos são censurados e maquiados pelo PCC e não sem tem a menor certeza dos números divulgados.
Paulo Araujo
Paulo Araujo 26.07.2021 8:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
isso é verdade.
Leandro Aguiar
Leandro Aguiar 26.07.2021 8:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Comentário interessante o seu! Realmente é difícil analisar um mercado de ações fora do nosso país, com regras diferentes das nossas como mercado dos EUA, dos países europeus, o japonês e o de Cingapura (só para citar os mais famosos hoje em dia), quem dirá então com falta de dados confiáveis sobre ele como esse exemplo do mercado chinês. O risco de se entrar nesse tipo de aplicação específica no exterior faz sentido somente investidores com perfil arrojado e limitada a um pequeno percentual da carteira. No caso de aplicações de risco tão alto, eu pessoalmente prefiro entrar em criptomoedas, pois o risco é tão alto quanto um mercado desses, mas o potencial retorno é bem maior (lembrando sempre de manter a exposição bem baixa para limitar perdas).
Fabio Curty
Fabio Curty 26.07.2021 8:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Leandro Aguiar  O ponto chave não está diretamente ligado ao mercado de ações, mas sim a politica econômica.  Nos mercados americanos e Europeus temos um nível de consolidação das politicas econômicas já conhecido. No caso do Chinês temos um Partido que regula as atividades e não se incomoda de interferir independente do resultado desde que continue em linha com suas convicções. Temos hoje entre os cinco maiores bancos do mundo economicamente falando dois bancos Chineses, porem sem nenhuma certeza da veracidade dos números apresentados pois quem conta e quem audita são os mesmos.
Luciano Bueno
Luciano Bueno 26.07.2021 8:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A China faz certo, a ganancia e irresponsabilidade pode causar crises socieconomicas futuras e desestabilizar a economia deles... eles n querem lidar com um "subprime" chines.
Marcio Gavinho
Marcio Gavinho 26.07.2021 8:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nao seria melhor o governo ofereder o servico ao inves de proibir o privado de oferecer, assim quem nao tinha condicoes utilizava o servico do governo e quem tinha utilizava o privado
Fabio Curty
Fabio Curty 26.07.2021 8:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Marcio Gavinho  Segundo o amiga ai acima e melhor proibir do que caro ou não ter o direito de escolha. Como sempre eles sabem o que é melhor pra você.
Adailton Jeronimo
Adailton Jeronimo 26.07.2021 7:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
É tome regulamentação!! livre mercado já era nesse grande país asiático.
Vincent Velazquez
Vincent Velazquez 26.07.2021 7:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Livre mercado?!! Com 7 trilhões de US$ sendo impressos pra sustentar o livre mercado?
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail