Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Dólar e Ibovespa hoje: o que esperar dos negócios na B3 nesta segunda-feira

Publicado 04.03.2024, 09:16
Atualizado 04.03.2024, 09:19
© Reuters

Investing.com – As atenções dos investidores estarão voltadas ao balanço da estatal de petróleo Petrobras (BVMF:PETR4) nesta semana, que será reportado na quinta, mesmo dia da decisão da taxa de juros pelo Banco Central Europeu (BCE), e aos dados do mercado de trabalho americano, principalmente o relatório de empregos payroll, que será divulgado na sexta. O banco Goldman Sachs (NYSE:GS) adiou de abril para junho a perspectiva para o primeiro corte de juros na Zona do Euro.

“Após a enorme surpresa da última leitura do mercado de trabalho nos EUA, a expectativa do mercado é de que as contratações voltem para a curva sustentada de consolidação do ciclo iniciada na segunda metade do ano passado”, aponta Thomas Monteiro, estrategista-chefe do Investing.com.

Além disso, o mercado espera o os pronunciamentos de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, no Congresso americano ao longo dessa semana. Os investidores buscarão sinalizações dos próximos passos do Fed em relação à política monetária, segundo a XP (BVMF:XPBR31). Hoje, segundo a Guide, grande parte dos formuladores de política monetária indicaram que as fed funds devem seguir em seu patamar atual por mais tempo.

Ainda no cenário internacional, a Fitch afirmou rating dos EUA em 'AA+', com perspectiva estável, enquanto a S&P Global elevou o de Portugal de BBB+ para A-, com perspectiva positiva. Ainda, a inflação ao consumidor da Turquia atingiu 67,07% em fevereiro, acelerando de 64,86% em janeiro.

No Brasil, nesta segunda, a distribuidora Vibra Energia (BVMF:VBBR3) reporta balanço do quarto trimestre do ano passado, além da rede de farmácias Pague Menos (BVMF:PGMN3) e da Technos (BVMF:TECN3).

Às 9h11 (de Brasília), Nasdaq 100 Futuros perdia 0,01%, S&P 500 Futuros estava em baixa de 0,12% e o Dow Jones Futuros apresentava variação negativa de 0,22%. O Ibovespa Futuros estava em alta de 0,13% e o dólar hoje registrava acréscimo de 0,05%, a R$4,9564. A principal criptomoeda do mercado, BTC registrava valorização de 5,51%, a US$65.017.

O Petróleo WTI Futuros, referência nos Estados Unidos, caía 0,63%, a US$79,47, e o Petróleo Brent Futuros registrava queda de 0,45% a US$83,17. Neste final de semana, a Arábia Saudita e a Rússia, os dois países que lideram a aliança de países exportadores de petróleo Opep+, anunciaram que vão estender os cortes na oferta de petróleo até meados de 2024.

As ADRs da Vale (NYSE:VALE) ganhavam 0,37%, a US$13,51, e as da Petrobras (NYSE:PBR) subiam 0,84%, a US$16,82.

Notícias do dia

Bolsa de valores — O Mubadala Capital, fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos, estaria se preparando para criação de uma nova bolsa de valores no mercado brasileiro, apurou o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

IPC-Fipe — O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,46% em fevereiro, de acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

123 Milhas — A 21.ª Câmara Cível Especializada de Belo Horizonte determinou a retomada imediata da recuperação judicial da 123 Milhas.

PIB — Com a expansão de 2,9% no Produto Interno Bruto (PIB) em 2023, o Brasil subiu duas posições no ranking de maiores economias do mundo, passando da 11ª para a 9º, de acordo com a agência de classificação de risco Austin Rating.

Agenda do dia

Roberto Campos Neto — Palestra na Reunião do Conselho Político e Social (COPS) da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Reuniões com parlamentares diretores da Comissão de Orçamento do parlamento alemão e representantes da embaixada da Alemanha, com representantes da Asa Asset Investments, com Marcelo Noronha, presidente da diretoria executiva do Banco Bradesco (BVMF:BBDC4), com Luis Mendes, diretor presidente indicado do Deutsche Bundesbank.

Luiz Inácio Lula da Silva — Reuniões com a diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, com a presidente do banco asiático de investimento em infraestrutura (Asian Infrastructure Investment Bank – AIIB), Jin Liqun, assinatura de mensagem de envio ao Congresso Nacional do projeto de lei de regulamentação do trabalho por aplicativos e encontro com a presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), Elisabetta Recine.

Fernando Haddad — Sem agenda divulgada.

Notícias corporativas

Petrobras (BVMF:PETR4) — Auditoria interna da estatal de petróleo abriu uma apuração sobre o acordo da Unigel com a Petrobras, após decisão sobre investigação do Tribunal de Contas da União (TCU), informou o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Vale (BVMF:VALE3) — O Previ, um dos principais acionistas da mineradora, pediu à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que a mineradora publique a ata da reunião extraordinária do Conselho de Administração sobre o processo de decisão sobre a liderança.

Marisa Lojas (BVMF:AMAR3)— O Conselho de Administração Edson Salles Abuchaim Garcia para o cargo de diretor presidente da companhia, e Andrea Menezes, para o cargo de presidente do Conselho de Administração.

Americanas (BVMF:AMER3) — Recebeu notificação da Squadra I Fundo de Investimento em Participação Multiestratégia, representante dos demais acionistas minoritários da Uni.Co, por meio da qual foi exercido o direito de vender ações ordinárias para a companhia.

Grupo Casas Bahia SA (BVMF:BHIA3) — Anunciou Tiago Abate como novo diretor executivo de Soluções Financeiras.

Nvidia Corporation (BVMF:NVDC34) — Impulsionada pelo rali da Inteligência Artificial (IA), o valor de mercado da companhia fechou acima de US$2 trilhões pela primeira vez na sexta-feira.

**

Precisa de ajuda para navegar nos mercados? InvestingPro é para você!

Seja você busca conquistar orientações sobre investimentos ou procura por ferramentas que permitam escolher as ações corretas do Ibovespa por conta própria, o InvestingPro tem algo a oferecer.

Você encontrará estratégias de IA, indicadores exclusivos, dados financeiros históricos, notícias profissionais e muitos outros serviços para sempre manter uma vantagem nos mercados e saber quais ações comprar e quais evitar.

E os leitores de nossos artigos têm por tempo limitado um desconto de 10% nas assinaturas Pro e Pro+ de 1 e 2 anos, graças ao código promocional INVESTIR a ser inserido na página de pagamento.

Não esqueça o código promocional INVESTIR, válido para assinaturas Pro e Pro+ de 1 e 2 anos!

Últimos comentários

Queda hoje
Uma empresa que vale 2 trilhões e muita competência,, pra ver se o Brasil aprende alguma coisa se vangloriando que o PIB subiu 0,01 % ,lamentável,!!!
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.