Garanta 40% de desconto
🚨 Mercados voláteis? Descubra joias escondidas para lucros extraordináriosDescubra ações agora mesmo

Intel tem prejuízo operacional de US$7 bi em unidade de fabricação de chips

Publicado 02.04.2024, 19:46
Atualizado 02.04.2024, 20:45
© Reuters. Logo da Intel em conferência internacional em Pequim, China
28/11/2023 REUTERS/Florence Lo/Arquivo

(Reuters) - A Intel (NASDAQ:INTC) divulgou nesta terça-feira forte prejuízo operacional para seu negócio de fabricação de chips, um duro golpe para a empresa que busca recuperar a liderança tecnológica perdida nos últimos anos para a TSMC.

A Intel informou que a unidade de fabricação teve prejuízo operacional de 7 bilhões de dólares em 2023, maior que a perda operacional de 5,2 bilhões de dólares do ano anterior. A unidade registrou receita de 18,9 bilhões de dólares em 2023, queda de 31% em comparação com os 27,49 bilhões de dólares do ano anterior.

As ações da Intel caíam 4,3% após os documentos serem protocolados na SEC, orgão regulador do mercado de capitais dos Estados Unidos.

Durante uma apresentação para investidores, o presidente-executivo da Intel, Pat Gelsinger, disse que 2024 será o ano dos piores prejuízos operacionais para o negócio de fabricação de chips da empresa -- que prevê atingir o "break even" operacional por volta de 2027.

Gelsinger disse que o negócio de fundição foi prejudicado por decisões ruins, incluindo uma tomada anos atrás contra o uso de máquinas ultravioleta extrema (EUV) da empresa holandesa ASML (AS:ASML). Embora essas máquinas possam custar mais de 150 milhões de dólares, elas possuem melhor custo-benefício do que ferramentas anteriores de fabricação de chips.

Parcialmente como resultado das más decisões, a Intel terceirizou cerca de 30% do número total de wafers de chips para fabricantes de contrato externo como a TSMC, disse Gelsinger. A empresa visa reduzir esse número para cerca de 20%.

A Intel agora passou a usar equipamentos EUV, que cobrirão cada vez mais as necessidades de produção à medida que máquinas mais antigas são descontinuadas.

Anúncio de terceiros. Não é uma oferta ou recomendação do Investing.com. Leia as nossas diretrizes aqui ou remova os anúncios .

"Na era pós-EUV, vemos que somos muito competitivos agora em preço, desempenho e retorno à liderança", disse Gelsinger. "E na era pré-EUV nós carregávamos muitos custos e não éramos competitivos".

A Intel planeja gastar 100 bilhões de dólares na construção ou expansão de fábricas de chips em quatro Estados dos EUA. Seu plano de recuperação de negócios depende de persuadir empresas externas a utilizar seus serviços de fabricação.

Como parte desse plano, a Intel disse a investidores que começará a reportar os resultados de suas operações de fabricação como uma unidade independente. A empresa vem investindo pesadamente para alcançar seus principais concorrentes na fabricação de chips, TSMC e Samsung (KS:005930).

(Reportagem de Priyanka.G em Bengaluru e Stephen Nellis e Max Cherney em San Francisco)

Últimos comentários

A “Festa” está acabando. Tesla e agora a Intel, qual será a próxima?
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.