🚀 Ações escolhidas por IA em alta. PRFT com alta de +55% em 16 dias. Não perca as ações de junho!Acessar lista completa

JPMorgan alerta novamente investidores sobre ano 'incerto' pela frente

Publicado 12.04.2024, 15:17
© Reuters JPMorgan alerta novamente investidores sobre ano 'incerto' pela frente
C
-
JPM
-
WFC
-

O JPMorgan Chase (NYSE:JPM) continuou a alertar os investidores nesta sexta-feira, 12, que espera um ano "incerto" para os mercados e a economia global, citando a inflação teimosamente elevada e as tensões geopolíticas em curso. As observações foram feitas no momento em que o JPMorgan - assim como seus principais concorrentes Citigroup e Wells Fargo (NYSE:WFC) - divulgava os resultados do primeiro trimestre. O JPMorgan teve um aumento modesto de 6% nos lucros no primeiro trimestre, enquanto o Wells Fargo relatou uma queda no lucro em relação ao ano anterior, embora o resultado tenha superado as expectativas de Wall Street. Os lucros do Citigroup também diminuíram.

"Muitos indicadores econômicos continuam favoráveis. No entanto, olhando para o futuro, permanecemos alertas para uma série de forças incertas significativas", disse o CEO do JPMorgan, Jamie Dimon, citando as guerras em Gaza e na Ucrânia, bem como outras pressões geopolíticas, elevados montantes de gastos governamentais em todo o mundo e "persistentes pressões inflacionárias".

Embora os resultados tenham superado as previsões dos analistas, as ações do banco caíram, depois que o JPMorgan deu uma previsão inferior ao esperado para a sua receita líquida de juros para o ano inteiro. Essa previsão reflete em grande parte a expectativa do banco de que Federal Reserve (Fed) irá reduzir as taxas de juro ainda este ano. A maioria das métricas dos negócios do JPMorgan foram sólidas no trimestre. Embora as receitas da banca de investimento tenham permanecido praticamente estáveis, o banco reportou um aumento na atividade. No banco de consumo, os lucros aumentaram 6%, enquanto o banco reservou menos dinheiro para cobrir empréstimos potencialmente inadimplentes.

O Wells Fargo divulgou seu primeiro relatório de balanço desde que o governo do presidente Joe Biden aliviou algumas das restrições ao banco após uma série de escândalos. A instituição disse que a média dos empréstimos caiu em relação ao primeiro trimestre do ano passado, mas que essa queda era esperada devido às taxas de juros elevadas.

Já o Citigroup viu os seus lucros caírem 27% em relação ao ano anterior, à medida que o banco continua a reestruturar-se depois de vender grande parte das suas franquias internacionais e continua a diminuir após a pandemia.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.