Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Citi piora estimativas para PIB do Brasil após dados do varejo

[PODCAST] Tese de Investimento - Cielo: Mais quedas ou o pior já ficou para trás?

Ações25.10.2021 19:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters

Por Ana Julia Mezzadri

(O player para o podcast Tese de Investimentos, ao final do texto, funciona apenas no desktop. Para conferir o conteúdo via mobile, acesse os canais do Investing.com Brasil no Spotify, Apple Podcasts ou Google Podcasts)

Investing.com - Os últimos tempos não têm sido nada fáceis para a Cielo (SA:CIEL3), e suas ações estão praticamente em queda livre. Os motivos variam: a concorrência aumentou, diversas inovações tecnológicas chegaram ao mercado, como o Pix e o WhatsApp Pay, e a companhia parece estar ficando para trás.

Nesta sexta-feira, a ação fechou o pregão em alta de 4,66%, a R$ 2,47, surfando na onda positiva do Ibovespa, que terminou o dia em alta de 2,28%, aos 108.714,55 pontos.

Desde o início do ano, as ações da Cielo caíram quase 35%. Desde 2015, a queda do papel foi de mais de 86%.

O que vem ocorrendo com a Cielo, então, não é nada novo.  “Houve o fim do monopólio. Antes existia a obrigatoriedade de exclusividade de uma bandeira com uma adquirente. Isso foi quebrado em 2015, e foi nesse momento que muitas empresas começaram a entrar no mercado, como a Stone (NASDAQ:STNE) (SA:STOC31) e a PagSeguro (NYSE:PAGS) (SA:PAGS34). Com isso o mercado começou a ficar bastante competitivo”, explica Phil Soares, chefe de análise de ações da Órama Investimentos.

Com o aumento da concorrência, a Cielo vem apresentando dificuldades em termos de inovação. “Vemos algumas tentativas dela de buscar outros negócios para voltar a ser lucrativa e rentável como foi no passado, mas ela não consegue. O setor está supercompetitivo, hoje as maquininhas viraram praticamente uma commodity. Além disso, ela ainda tem dois controladores que acabam dificultando bastante as coisas”, completa Fabiano Vaz, analista da Nord Research.

Vaz se refere ao Bradesco (SA:BBDC4) e ao Banco do Brasil (SA:BBAS3), acionistas majoritários da companhia. Nesse cenário de mudanças rápidas, o fato de a empresa ser controlada por dois bandos tradicionais afeta sua velocidade de inovação.

VÍDEO: Digitalização de outros setores estimula crescimento; diretor de RI da CSU

“Nunca é só um fator que explica o desempenho de uma companhia. Falamos de competição, regulação, do planejamento interno e da execução desse plano. Um ponto que o mercado discute o tempo todo é a gestão compartilhada de Banco do Brasil e Bradesco, que prejudica a tomada de decisão, a velocidade e a agilidade”, complementa Hugo Queiroz, diretor do TC Matrix.

Em meio a toda essa turbulência, surgiram rumores recentemente sobre um possível fechamento de capital da empresa. A Cielo desmentiu os boatos, mas a notícia falsa conseguiu fazer peso sobre as ações. Ainda que o fechamento de capital possa ser uma possibilidade interessante, nenhum dos analistas consultados aposta que isso aconteça em um futuro próximo.

Bull case: a tese de alta

Ainda que o cenário pareça desastroso, há quem acredite que nem tudo está perdido para a Cielo e, talvez, o pior já tenha ficado para trás. 

Queiroz explica: “Quando olhamos para o papel, o fundamento e os últimos trimestres de entrega, dá para começar a discutir se o pior já passou. O risco x retorno começa a parecer mais convidativo do que era no passado recente. Para o curto prazo eu enxergo que um potencial de upside de cerca de 50% é factível, pelo que a companhia está começando a mostrar de reviravolta em sua performance.”

Bear case: a tese de baixa

[PODCAST] Marfrig: Compra de ações da BRF é oportunidade, mas cheia de incertezas

Mas nem todo mundo está otimista. Mesmo que a empresa ainda tenha uma grande fatia do mercado, ela tem uma lucratividade muito baixa em relação ao que tinha no passado. E mesmo que os resultados reportados nos últimos trimestres pela Cielo continuem sendo interessantes, as incertezas sobre o futuro da companhia devem ser consideradas na hora de tomar uma decisão de investimento.

“Tem a questão de futuro, de ver se eles vão conseguir manter até mesmo essa estrutura que têm atualmente, que já é bastante deteriorada em relação ao que era. Se eles conseguirem manter esse nível de lucratividade, já seria ótimo. Eu acho que o mercado duvida muito que isso aconteça, se não o preço da ação não estaria no patamar que está hoje”, explica Soares.

Fabiano Vaz também se encontra do lado mais pessimista da análise: “Não acho a perspectiva boa para a empresa, e as ações acabam sendo reflexo do que ela vem sofrendo desde 2016. Desde que ela perdeu o monopólio que tinha, não vimos ela se transformar e dar a volta por cima.”

Até Hugo Queiroz, mais otimista com o papel, faz um alerta: “Os meios de pagamento têm se transformado rapidamente, e isso é um risco adicional à Cielo. Se ela não se movimentar em termos de tecnologia e evolução, o downside pode aumentar. Se ela não seguir investindo e não seguir a tendência de trazer novas propostas, aumenta a chance de perder atratividade.”

E aí, o que você acha? A Cielo deve continuar em queda livre ou o pior já ficou para trás? Siga o Investing.com Brasil nas plataformas de streaming para acompanhar a nossa cobertura completa das empresas listadas nos nossos podcasts.

[PODCAST] Tese de Investimento - Cielo: Mais quedas ou o pior já ficou para trás?
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (24)
paulo matos
paulo matos 30.10.2021 11:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Infelizmente a “Cuelo “ já era !!! Principalmente com a gestão Banco do Brasil e Bradesco , o Banco do Brasil nem precisar comentar aqui , pois, todos nós sabemos do que se trata , mas falando do Bradesco, depois que perdeu a liderança do mercado para o Itaú nunca mais consegui se equilibrar , a porrada da perda foi tão forte a ponto de deixar a DIRETORIA tonta e a partir dai no afã de retornar a liderança só fizeram M.E.R.D.A as apostas como a compra da carteira do Estado e o HSBC demonstra o quão estavas tontos e cegos para retornar à liderança . Portanto a “CUELO “ ficou esquecida !!!
Restaurador Officina
Restaurador Officina 26.10.2021 18:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A minha pergunta é: O que será do mercado de pagamento por cartão? A maquininha vai continuar? Quem opera esse mercado vai sobreviver a transformação do sistema monetário? Onde estas empresas irão atuar em futuro breve? Estas mudanças vieram para ficar. A transferências de valores pessoa pessoa deve se tornar realidade em breve. Haverá intermediação? Tem algum  Guru por ai?
Gerson Santos
Gerson Santos 26.10.2021 16:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
noticia muito tendenciosa.... agora que vou comprar mais uns lotes dessa empresa forte..
Paulo Russomanno
Russom 26.10.2021 15:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A Cielo ja era….continua perdendo share, atacada por todos os lados por concorrentes criativos e velozes….alem disso do ponto de vista dos acionistas, um deles e um elefante branco e o outro um rinoceronte…. Imagine qual e qual….??? A ordem das variaveis nao altera o resultado
Géberson Cardoso
Géberson Cardoso 26.10.2021 11:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não é uma empresa pra se investir pensando no longo prazo. Mas, pensando em poucos meses, considerando o valor atual do papel e a reabertura gradual comércio, eventos, shows e etc. eu não tenho dúvidas de que é uma boa escolha. Eu estou aproveitando a queima de estoque. Novembro ou dezembro eu vendo pra vcs com um lucro mínimo de uns 40% ou 50%.
aurelio dp
aurelio dp 26.10.2021 10:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
a notícia de hoje tem signo de interrogação ?
MAURÍCIO SILVA
MAURÍCIO SILVA 26.10.2021 10:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sigo comprando.Tem um monte de empresas na bolsa que chegam nem perto do lucro da Cielo.Nesses preços, não dá para ficar de fora.Se ela pagar 10 centavos de dividendos, já é um Yeld excelente.
Renan Coelho Silva
Renan Coelho Silva 26.10.2021 9:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Empresa apresenta bons fundamentos: paga dividendos, dívida controlada, é lucrativa. Mercado vai enxergar esses números. Acredito que ela vai dar a volta por cima.
Marcelo azem
Marcelo azem 26.10.2021 8:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
eu nunca vi uma máquina da Stone por aí?
Marcelo azem
Marcelo azem 26.10.2021 8:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
como a Cielo, que é líder de mercado pode valer menos que a Stone?!
Marcelo azem
Marcelo azem 26.10.2021 8:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
se a Stone, getnet, redecsr conseguem por que a Cielo não vai conseguir?! como pegam no pé da Cielo....E fogo
Alexandre Ferronatto
Alexandre Ferronatto 26.10.2021 8:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vai cair mais, já faz um tempinho que as constantes reclamações entre os Clientes da ponta ( estabelecimentos ) enfrentam dificuldades no atendimento da Cielo. Cobram valores que não são devidos e pior, não devolvem o que era de direito dos Estabelecimentos, uma vergonha.
João Silveira
João Silveira 26.10.2021 8:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
controlada por dois grandes bancos e ela não cresce. Ela podia virar banco digital, aí ela ia decolar
Luan lemos Luan Lemos
Luan lemos Luan Lemos 26.10.2021 8:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
deixo um pouco nela, não sou vidente, vai que sobe!tenho nada a perder.
Dona Tereza
Dona Tereza 26.10.2021 8:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
VAI CAIR MAIS
Edison de Paula Santoro
Edison de Paula Santoro 26.10.2021 8:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Coelho já vem a tempo ensaiando trabalhar com crédito, financiando operações e tem uma rede de clientes podendo melhorar sua performance da atual situação. Irá concorrer com os bancos digitais, mas é um caminho a seguir..edi.
Gerson Santos
Gerson Santos 26.10.2021 7:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
cielo é 25 .
Mant Neuman
BombeiroAristide 26.10.2021 7:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A Cielo de antigamente acabou. Enquanto eles continuarem vivendo do passado e não inovarem, a tendência é de queda.
Jefa Gec
Jefa Gec 26.10.2021 6:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
WhatsApp Pay é parceria da própria Cielo. Esse cara que fez essa análise está mais por fora que cachorro que caiu da mudança.
Ledyanne Silva Brasil
Ledyanne Silva Brasil 26.10.2021 0:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Cielo 🚀🚀🚀 questao de tempo! Acredito que Bradesco fucara sozinho no controle.
Bernardo Melo
Bernardo Melo 25.10.2021 23:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Cielo é 40,78!
Gustavo Boer
Gustavo Boer 25.10.2021 23:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Essa virgula está no local certo? Rs
Bernardo Melo
Bernardo Melo 25.10.2021 23:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Gustavo Boer #terraprometidadecierica
Luiz Benedito Polisel
Luiz Benedito Polisel 25.10.2021 23:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O desespero batendo à porta de grandes vendidos. Matéria super tendenciosa. Vamos falar de estratégia. Quem é o principal concorrente da Cielo? A Rede? A Getnet? Não. Os principais concorrentes da Cielo são Stones e PagSeguro, ambos ferrados. Por quê será? A Cielo deve está batendo bem nos dois. Deve ter forçado as duas empresas a reduzir bem as margens. Vamos aguardar os resultados do 3T de 2021. Ah, o principal concorrente da Rede é a Getnet. Quando você é o primeiro, você não briga com o segundo e o terceiro, deixa eles brigarem e briga com o quarto.
André Lima
André Lima 25.10.2021 23:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
só não concordo com desemprego, pelo contrário, o Brasil está bem de emprego e economia se recuperando, bons resultados sempre saindo, e empregos sempre positivos, taxa de desemprego caindo, o único problema ainda é inflação
André Lima
André Lima 25.10.2021 23:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Passar por uma crise pandêmica mundial aumentando pouco a taxa de desemprego não é pra qualquer país, vários países perderam muito mais emprego do que o Brasil, muitos ainda não recuperaram, outros já recuperaram e até está sobrando emprego q é o caso da Alemanha q vi a uns 2 meses atrás, mas o Brasil já vinha reduzindo a taxa de desemprego até março de 2020 quando veio o COVID e o movimento nacional em adotar política de lockdown, apoiado muito pela imprensa, eu particularmente fui contra, ajudou muito nesse desemprego, o governo ainda ajudou a manter empregos pagando 30% do salário de muita gente para as empresas, sou servidor público e pra mim não teve lockdown, trabalhei todo o período do COVID, peguei COVID 2 vzs, não sou novo, tenho 43 anos, e tinha todos os motivos para apoiar lockdown, pois sou estabilizados, mas me coloco em outra posição, posição de quem não tem estabilidade e tem um salário q é a conta para os gastos mensais,
André Lima
André Lima 25.10.2021 23:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Essa pessoa nunca poderia parar, eu no lugar dele preferiria correr o risco de trabalhar e pegar covid, do q ficar em casa perder emprego e pegar a pouca merreca q me sobrou e ir ao mercado pegar covid sem dinheiro e desempregado, só pra completar a informação, a primeira vz q eu peguei COVID eu estava de férias, sem sair de casa em Abril de 2020, e mesmo assim era contra o lockdown.
André Lima
André Lima 25.10.2021 23:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
No início li rápido e acabei lendo "desemprego batendo a porta", desculpe o erro, seu comentário merece curtidas
Jessica Freire
Jessica Freire 25.10.2021 21:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Pra quem tem ações, antes de qualquer coisa, é melhor vender. Quem está pensando em comprar, antes de qualquer coisa, é melhor continuar somente pensando. Não quero o mal pra ninguém, mas quero, antes de tudo, o meu bem. Não acreditem nesse papel, viu!?
Murilo Carrara
Murilo Carrara 25.10.2021 20:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Matéria Tendenciosa..... A Hora dos Vendidos está chegando e vocês sabem disso !!!Estão espalhando Terror a todo Custo .... Brasil vai acordar e punir essa Mídia tendenciosa
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail