Últimas Notícias
Garanta 40% de desconto 0
🔎 Confira as ProTips completas de NVDA e descubra riscos e retornos DESCONTO de 40%

UAW amplia greve contra Stellantis para fábrica de picapes

Publicado 23.10.2023 14:08 Atualizado 23.10.2023 14:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Membros em greve dos United Auto Workers (UAW) em piquete na planta da General Motors em Delta Township, Michigan, EUA. 29/09/2023 REUTERS/Rebecca Cook
 
STLAM
+2,53%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
STLA
+0,91%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
STLAM
+2,51%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
GM
+1,26%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
F
-0,90%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por David Shepardson e Joseph White

WASHINGTON/DETROIT - O sindicato United Auto Workers (UAW, em inglês) anunciou nesta segunda-feira greve na maior fábrica da Stellantis (NYSE:STLA) nos Estados Unidos, atingindo a lucrativa produção da picape RAM 1500, em uma grande expansão do movimento por melhores salários e condições de trabalho que já dura mais de um mês.

Em greve contra as três grandes montadoras de Detroit -- Stellantis, General Motors (NYSE:GM) e Ford (NYSE:F) --, o UAW afirmou que a paralisação de 6.800 trabalhadores da fábrica da companhia em Michigan deve-se ao fato de a Stellantis ter apresentado a "pior proposta" de reajuste salarial e outros termos.

Mais de 40 mil integrantes do UAW que trabalham na Ford, GM e na Stellantis estão em greve desde 15 de setembro -- cerca de 27% da força de trabalho total das montadoras nos Estados Unidos -- parte de uma campanha inédita de paralisações simultâneas contra as três montadoras de Detroit.

O sindicato exige aumento salarial de 40%, incluindo um reajuste imediato de 20% e melhorias nos benefícios, assim como a extensão de acordos trabalhistas da categoria aos funcionários de fábricas de baterias de veículos elétricos.

"Os trabalhadores estão pedindo muito. É muito difícil para as montadoras aceitarem tudo isso e, se aceitarem, as ações serão punidas no mercado. É uma situação muito complicada", disse Tim (BVMF:TIMS3) Ghriskey, estrategista sênior de investimentos da Ingalls & Snyder.

Na sexta-feira, o presidente da United Auto Workers, Shawn Fain, havia alertado sobre mais paralisações nas fábricas de picapes e utilitários esportivos dos EUA, a menos que as montadoras melhorassem as ofertas de salários e benefícios, insistindo que as empresas podem pagar mais do que as propostas na mesa.

Fain afirmou que as três montadoras de Detroit convergiram para uma oferta de aumento salarial de 23% e fizeram progressos em outras questões, mas disse aos membros do UAW que "há mais a ser conquistado". GM e Ford afirmam que os aumentos adicionais do custo de vida já elevam suas ofertas de remuneração total a um aumento de mais de 30%.

Fain reconheceu que alguns membros do UAW querem votar as ofertas atuais, mas na semana passada pediu que eles não cedessem ao "medo, incerteza, dúvida e divisão" que, segundo ele, foram semeados pelas empresas. Ele afirmou ainda que as negociações estavam chegando ao fim.

"Essa é a parte mais difícil de uma greve", disse. "Logo antes de um acordo é quando há o impulso mais agressivo para a última milha."

UAW amplia greve contra Stellantis para fábrica de picapes
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por esse motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar esse comentário

Diga-nos o que achou desse comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail