Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Petz anuncia compra da plataforma Zee Dog por R$ 715 milhões

2 Fatores Estão Por Trás do Atual Rali no Petróleo

Por Ellen R. Wald, Ph.D.Commodities24.06.2021 09:10
br.investing.com/analysis/2-fatores-estao-por-tras-do-atual-rali-no-petroleo-200442852
2 Fatores Estão Por Trás do Atual Rali no Petróleo
Por Ellen R. Wald, Ph.D.   |  24.06.2021 09:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Publicado originalmente em inglês em 24/06/2021

Preço. Essa é a principal notícia do mercado petrolífero nos últimos dias.

WTI Semanal
WTI Semanal

Tanto o WTI quanto o Brent parecem ter se firmado na região de US$70 por barril ultimamente, o que não acontecia desde 2018.

O que está por trás desse rali? Dois fatores principais: demanda e inflação.

1. Demanda

A demanda de petróleo disparou, principalmente nos EUA. Em maio, as entregas petrolíferas totais foram de 19,8 milhões de barris por dia (mbpd) no país, de acordo com o Relatório Estatístico Mensal do API, Instituto Americano do Petróleo. Esse valor é apenas 2,8% menor do que a demanda registrada em maio de 2019.

As entregas de combustível de aviação em maio aumentaram 8% em comparação com abril, mas ainda estavam 26,4% abaixo dos níveis de maio de 2019. Recentemente, tanto a Opep quanto a Agência Internacional de Energia (AIE) elevaram suas previsões de demanda para o resto de 2021.

A AIE estima um aumento de consumo na Índia e China, o que não havia sido previsto anteriormente pela organização. Com esses dados ajustados, a demanda petrolífera mundial deve atingir 96,7 mbpd em 2021.

Além disso, vários grandes bancos reforçaram sua perspectiva positiva ao prever que o preço do petróleo pode atingir três dígitos em 2022.

Dito isto, é importante manter um ceticismo saudável quanto a essas projeções de preço, na medida em que raramente se concretizam. Independente da sua precisão, tais projeções estão alimentando o otimismo que estamos vendo no mercado.

2. Inflação

A inflação vem suscitando um enorme debate nas finanças dos EUA há alguns meses, mas, como dissemos em março, o mais importante para o mercado petrolífero é a cotação do dólar frente a outras divisas.

Com a escalada dos preços do petróleo, o dólar tem se desvalorizado um pouco de forma geral. Desde 4 de janeiro deste ano, a cotação da moeda americana caiu 1,7% em comparação com a libra esterlina, 1,2% contra o rublo russo e 2,5% frente ao dólar canadense.

Cabe ressaltar que o sentimento e a expectativa de inflação são fortes. De fato, na quarta-feira, duas autoridades do Federal Reserve disseram que, apesar de acreditar que as atuais pressões inflacionárias sejam transitórias, passaram a acreditar que esse período de inflação deve perdurar mais do que o esperado.

Por quanto tempo? “Em vez de dois a três meses, pode ser de seis a nove meses”. Essas autoridades disseram que não têm a intenção de gerar medo ou sinalizar uma mudança na política monetária, mas buscam somente "restabelecer as expectativas públicas". A expectativa de que a inflação tenha vida mais longa do que se pensava pode manter os preços do petróleo em alta.

A Opep+ deve fazer sua reunião mensal em 1 de julho por videoconferência. Os preços mais altos são uma boa notícia para os produtores de petróleo, e sem dúvida haverá pressão para que a produção aumente em vista da demanda mais aquecida. A Rússia é um dos países que sempre querem elevar os números de produção.

Contudo, a Opep+ também ficará de olho nos dados de inflação. Com poucas exceções, a maioria dos produtores vende seu petróleo em dólares. À medida que a moeda americana se desvaloriza (e a expectativa é que siga em queda), os membros da Opep+ buscam readequar seus preços de modo a compensar a perda de receita provocada pelo fator cambial.

Segundo o Wall Street Journal, a Opep+ estuda elevar a produção em 500.000 bpd em agosto, com aumentos mensais adicionais, se bem que tal proposta ainda não tenha sido formalmente discutida. A Rússia pode estar interessada em aumentar a produção, mas a Arábia Saudita ainda precisa expressar sua posição.

2 Fatores Estão Por Trás do Atual Rali no Petróleo
 

Artigos Relacionados

2 Fatores Estão Por Trás do Atual Rali no Petróleo

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail