Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Atualize já

Últimas Notícias

Brasil registra déficit em conta corrente de US$4,136 bi em julho, pior que o esperado

Dólar: Copom Hoje, Será Que Já Está Precificada a Decisão?

Por Vanessa Blum CollocaCâmbio08.12.2021 05:56
br.investing.com/analysis/dolar-copom-hoje-sera-que-ja-esta-precificada-a-decisao-200446405
Dólar: Copom Hoje, Será Que Já Está Precificada a Decisão?
Por Vanessa Blum Colloca   |  08.12.2021 05:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
 
USD/BRL
+1,04%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

A melhora internacional no apetite por risco de investidores em meio ao alívio dos temores relacionados à variante Ômicron do coronavírus ajudou o real e outras moedas ligadas a países de ambiente mais arriscado ontem. Dados positivos da balança comercial da China, cujo governo se mostra disposto a irrigar o mercado de liquidez, também animaram os investidores, deixando em segundo plano a iminência da redução de estímulos monetários pelo Federal Reserve (Fed).

Hoje será a conclusão da reunião de dois dias do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central e deve ser anunciada a elevação da taxa Selic em 1,50 ponto percentual, a 9,25% ao ano, após fechamento do mercado. Eis a questão…. Esse aumento já está precificado no câmbio ou tem espaço para o real valorizar mais e forçar movimentos de carry trade para cá?

A meu ver, essa subida de juros já está precificada e deve impactar pouco no câmbio. Normalmente, se ocorre alta na taxa de juros do Brasil o real valoriza, mas dada a valorização de ontem justificada pelo fato da Ômicron não ser tão grave assim, creio que o dólar não tem tanto espaço assim para cair. Ainda mais se o investidor “lembrar” que os EUA vão retirar os estímulos de sua economia antes do previsto e provavelmente subir juros por lá antes também.

Por aqui, segue a novela PEC dos Precatórios, que abre um espaço fiscal para a despesa maior com o programa social em 2022 por meio de uma mudança na regra do teto de gastos e da limitação ao pagamento anual de precatórios. A proposta foi aprovada na Câmara e no Senado, mas, por ter sido alterada pelos senadores, ainda precisará passar por nova apreciação na Câmara antes de ser promulgada.

Devemos levar em conta também a pressão de remessas típica de fim de ano que impedem a taxa de câmbio de se situar no curto prazo abaixo de R$ 5,60. Ainda assim, o dólar caiu ontem 1,27% e fechou a R$ 5,6183 com apetite externo ao risco.

Somente uma inflação controlada e um cenário eleitoral calmo faria o dólar se manter abaixo de R$ 5,50 por um período de tempo mais considerável. Ele pode até cair com eventos pontuais como aprovação da PEC, aumento acima do esperado para a Selic, mas provavelmente a tendência será de alta.

Para hoje, discurso de vários membros do BCE, inclusive da presidente Christine Lagarde. Nos EUA, oferta de emprego. Por aqui, fluxo cambial estrangeiro e, após fechamento do mercado, a “estrela da agenda”: decisão da taxa de juros.

Dólar: Copom Hoje, Será Que Já Está Precificada a Decisão?
 

Artigos Relacionados

Dólar: Copom Hoje, Será Que Já Está Precificada a Decisão?

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (9)
Claudio Carvalheiro
Claudio Carvalheiro 08.12.2021 22:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Joao Coelho
jcoelho 08.12.2021 10:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vanessa, tbem acho que esse aumento da selic fara pouca diferenca no cambio. deve ser mesmo 150, mas com tom mais dovish para a inflacao, que eh mesmo o caso. o risco politico, no entanto, pesa e muito. nao sera uma eleicao normal em termos de expectativas e isso afeta muito mais o cambio e os juros do que a inflacao e o fiscal. pergunto: face a esses riscos, muito maiores do que em 2016, qual sera o comportamento dos juros? por enquanto, nem se mexeram.
marco antonio frankzhovitz
marco antonio frankzhovitz 08.12.2021 10:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
sobe 175 pontos
marco antonio frankzhovitz
marco antonio frankzhovitz 08.12.2021 10:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Exacto 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏
Vandriano Sá
Vandriano Sá 08.12.2021 9:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelentes comentários dos amigos abaixo e o  artigo publicado pela Vanessa. Seria interessante se a grande maioria tivesse essa mesma visão do mercado e da economia, com nosso PIB, nossa reforma tributária e a quantidade de imposto que pequenos empreendedores tem que arcar não vejo o dólar a menos de R$ 6,00 e ainda arrisco ela para 2022 em R$ 7,00 como nosso amigo Felipe Diniz mencionou abaixo...
Cícero RP
Cícero RP 08.12.2021 8:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Além de todos os problemas internos nossos, temos situação muito beligerante no oriente médio, Rússia/Ucrânia e China/Taiwan pra subir forte dólar e petróleo!😲
Felipe Diniz
Felipe Diniz 08.12.2021 8:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Analise perfeita, o que deteriora a moeda de um pais eh a inflacao, em um cenário onde inflaçao BRL > inflaçao EUA, gastos públicos em alta, cenario eleitoral incerto pra quem quer que ganhe, o mundo cada vez mais rico e o Brasil cada vez mais pobre, não vejo razões pra ver o BRL se valorizando, não me assustaria para previsões a R$ 7/US$
Edson Magalhães
Edson Magalhães 08.12.2021 6:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Dólar baixo num país de tantas contratações e contrastes políticos é uma utopia. Só se sustentou durante o período de juros reais extorsivos do início do Plano Real.
Alexandre Curvelo
Alexandre Curvelo 08.12.2021 6:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
concordo com vc, para o Brasil ter uma moeda competitiva precisaríamos ter pelo menos um PIB melho o que eh muito difícil, as interferências políticas e judiciais na economia do país afundam qualquer perspectiva para isso ocorrer, os pequenos que tentam empreender são taxados de maneira desleal perante os grandes, mesmo esses gerando mais de 60% dos empregos no país, mas bola pra frente
Alexandre Curvelo
Alexandre Curvelo 08.12.2021 6:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
o dia amanhece tranquilo por enquanto, Vix mesmo acima dos 20 está em queda, brent caindo mais em correção e DXy em leve queda
Alexandre Curvelo
Alexandre Curvelo 08.12.2021 6:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
bom dia Vanessa, tô contigo nessa opinião, dólar caiu ontem a necessidade de estrangeiros comprar commodities por aqui e com a alta delas tbm teve esse recuo do dólar, dólar a 5,60 eh o primeiro nível de correção, só vejo reversão ele recuando abaixo dos 5,40, vamos ver na quarta com a elevação da selic o que ocorre, mas já estamos no final do ano não acredito que ele tenha uma direção, acho que vai ficar consolidado por onde está mesmo
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail