📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

Fiagros na contramão do mercado

Publicado 03.03.2023, 11:24
Atualizado 09.07.2023, 07:32
RZAG11
-
DCRA11
-
VGIA11
-
JGPX11
-
XPCA11
-
KNCA11
-
FGAA11
-
BTAG11
-
BBGO11
-
GCRA11
-
RURA11
-
LSAG11
-
OIAG11
-
SNAG11
-
NCRA11
-
VCRA11
-
CPTR11
-
AGRX11
-
EGAF11
-
AAZQ11
-
HGAG11
-

Os Fundos de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais (Fiagros) encerraram o ano de 2022 com um crescimento de 544%, atingindo um patrimônio de R$ 10,34 bilhões. Em termos de captação líquida (diferença entre aportes e saques), o segmento obteve saldo positivo de R$ 3,2 bilhões em 2022.

LEIA MAIS - Investe em Fiagros? Veja os maiores pagadores de dividendos em dezembro

Mais da metade desse montante (R$ 1,69 bilhão) foi levantado no último trimestre do ano, com destaque para o mês de outubro, em que a captação líquida foi de R$ 860,6 milhões, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). O ano passado encerrou com 43 Fiagros e 181 mil cotistas, contra 13 fundos em dezembro de 2021 e 14 mil cotistas.

Para 2023, espero que a indústria de Fiagros mais dobre em volume, pois o seu tamanho atual ainda é pequeno diante do potencial de mercado. Um sinal desta tendência de crescimento da indústria é o salto na emissão de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs). No ano passado, as aplicações nestes papéis, demandados por Fiagros, somaram R$ 40,8 bilhões, avanço de 62,4% sobre 2021.

Além disso, há a migração de recursos. Na contramão do que ocorreu com os fundos de agronegócio, a captação líquida dos fundos de investimentos ficou negativa em R$ 162,9 bilhões no ano (queda de 139,5% na comparação a 2021). O destaque de queda ficou com as categorias de renda fixa, com resgates líquidos de R$ 48,9 bilhões no ano (contra captação positiva de R$ 232,7 bilhões em 2021), de ações e multimercados, com saídas líquidas de R$ 70,5 bilhões e de R$ 87,6 bilhões, respectivamente, também de acordo com os dados da Anbima.

Mas o que tem levado a resgates nos fundos tradicionais e aportes nos Fiagros?

Primeiramente, a instabilidade econômica provocada pelas eleições impactou o desempenho das carteiras de vários fundos, assim como o crescimento da inadimplência. A performance aquém do esperado provocou a saída de investidores mais avessos ao risco.

Este cenário foi agravado recentemente pela crise das Americanas que impactou diretamente fundos que detinham dívida da empresa, deixando as pessoas ainda mais reticentes. O fato é que, no crédito estruturado, a probabilidade de o retorno esperado não ser atingido deve ser alvo de uma avaliação mais aprofundada e muitas das opções disponíveis hoje no mercado acabam não sendo adequadas ao público geral, justamente pelo perfil de ativos que contêm nas carteiras. Muitos fazem concessão de crédito a empresas de menor porte que exibem riscos de inadimplência considerável ou ativos ilíquidos.

Já, do lado dos Fiagros, o crescimento da captação líquida está relacionado à busca pela diversificação por parte das pessoas físicas, que desejam alocar parte de seu patrimônio em um setor mais resiliente a crises. Deve-se lembrar que o agronegócio corresponde à cerca de 27% do PIB brasileiro e ainda é subrepresentado nas carteiras de investimentos. Além disso, os Fiagros oferecem como atrativo a mais a isenção de Imposto de Renda (IR) e a maioria tem garantido bons retornos aos cotistas.

Por último, mas não menos importante, impulsionará a indústria de Fiagros a regulação definitiva dos Fiagros por parte da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).  A mudança permitirá a criação de fundos com diferentes tipos de ativos e é justamente segurança que a diversificação traz para todos os envolvidos. Assim que a nova norma da CVM for publicada, os fundos poderão ser montados de maneira mais estratégica com combinações de papéis capazes de aumentar a rentabilidade e proteger o capital dos investidores.

Existe grande apetite dos investidores pelos Fiagros e isso é ótimo para a economia, principalmente para o agronegócio, com a desintermediação suprindo uma lacuna deixada pelo crédito tradicional.  

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.