📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

Futuros do Dow Sob Pressão com Nova Queda das Ações da Boeing

Publicado 18.03.2019, 08:10
NDX
-
US500
-
DJI
-
AXJO
-
JP225
-
HK50
-
EDF
-
RIO
-
AAL
-
CL
-
KS11
-
STOXX
-
CSI300
-

ÁSIA: Os principais mercados acionários asiáticos fecharam em alta nesta segunda-feira, com investidores aguardando evolução da frente comercial EUA-China.

Os EUA e a China parecem estar mais próximos de um acordo comercial, de acordo com uma reportagem da Xinhua de que ambos os lados fizeram "sólidos progressos" no texto do acordo comercial. A notícia vem depois da notícia vazada na imprensa na quinta-feira de que os negociadores chineses sugeriram que o acordo seja resolvido antes do presidente da China, Xi Jinping, se encontrar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

As ações da China continental avançaram no dia, com o índice de Xangai subindo 2,47%, enquanto o Shenzhen Composite adicionou 2,76%. O índice Hang Seng de Hong Kong subiu 1,37%. As ações da operadora de trens MTR caíram cerca de 0,3% depois que uma colisão entre trens interrompeu os serviços na cidade.

O Nikkei no Japão subiu 0,62%, com as ações dos pesos-pesados ​​do índice Fast Retailing, Softbank Group e Fanuc avançaram. O índice Topix, mais amplo, subiu 0,69% para terminar em 1.613,68 pontos.

Na Coreia do Sul, o Kospi fechou em alta de 0,16%, enquanto as ações da montadora Hyundai Motor subiram 2,48%. O ASX 200 na Austrália ganhou 0,25%, com a maioria dos setores subindo.

O índice da MSCI para as ações da região Ásia-Pacífico, excluindo o Japão, subiu em torno de 0,6%.

EUROPA: As bolsas europeias operam com ligeiras altas e baixas na manhã de segunda-feira, em meio a especulações crescentes de que a Reserva Federal dos EUA poderia decidir por um parecer "dovish" em sua reunião de política no final desta semana. O pan-europeu Stoxx 600 abriram em alta e 0,2% durante os primeiros negócios da manhã.

O setor de recursos básicos da Europa liderou os ganhos logo após o início do pregão. O setor se beneficia do aumento da meta de preços dos analistas do Citi para as ações da gigante de mineração Rio Tinto (LON:RIO). Suas ações juntamente com as da Anglo American (LON:AAL) e ArcelorMittal sobem cerca de 2% cada.

Olhando para as ações individuais, o Deutsche Bank e o Commerzbank lideram o topo do índice de referência europeu depois que os maiores bancos da Alemanha confirmaram no domingo que estavam em negociações para uma fusão. As ações dos dois bancos sobem mais de 3% com as notícias.

Enquanto isso, a francesa EDF (PA:EDF) caiu para o fundo do índice após o HSBC reduzir sua recomendação sobre suas ações de "comprar" para "segurar" . As ações da empresa listada em Paris caem mais de 1%.

O foco do mercado também está sintonizado com os últimos desenvolvimentos do Brexit. A primeira-ministra britânica, Theresa May, está lutando para conseguir apoio para o acordo do Brexit, faltando apenas três dias para a votação dos parlamentares britânicos, antes da reunião dos líderes do bloco na quinta-feira. Ela se prepara para entrar em negociações com o Partido Democrático Unionista da Irlanda do Norte em uma última tentativa de salvar o acordo Brexit.

As exportações da zona do euro subiram pelo segundo mês consecutivo em janeiro, um sinal de que o crescimento econômico pode estar se estabilizando após uma forte desaceleração em 2018. A agência de estatísticas da União Europeia informou nesta segunda-feira que as vendas das empresas da zona do euro para o resto do mundo superaram suas compras em 1,5 bilhão de euros (US $ 1,7 bilhão), uma queda em relação aos 3,1 bilhões do primeiro mês de 2018, no entanto, quando ajustada para oscilações sazonais, as exportações da zona do euro aumentaram 0,8% em relação a dezembro, enquanto as importações aumentaram 0,3%, o que resultou em superávit comercial de EUR 17 bilhões, ante EUR 16 bilhões no mês anterior.

EUA: Os futuros do índice de ações dos Estados Unidos operam sem direção na manhã de segunda-feira, com o Dow Jones Industrial Average sob pressão após uma nova queda nas ações da Boeing no pré-mercado depois que o Departamento de Transportes dos Estados Unidos iniciou uma investigação se houve alguma irregularidade da Administração Federal de Aviação (FAA) na aprovação dos aviões da Boeing envolvidos em dois acidentes recentes, informou o Wall Street Journal no domingo.

Os investidores também estão aguardando o início da reunião de política do Federal Reserve de dois dias nesta semana. O banco central dos EUA iniciará sua reunião na terça-feira e termina com uma coletiva de imprensa na quarta-feira. Espera-se que o Federal Reserve reduza suas previsões sobre taxa de juros, que deve mostrar pouco ou nenhum aperto adicional em 2019.

O foco também se concentra em um possível acordo comercial entre os Estados Unidos e a China. O vice-premier chinês, Liu He, falou por telefone com o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin e o representante de Comércio dos EUA, Robert Lighthizer, depois que um relatório do South China Morning Post sugeriu que os dois lados fizeram grandes progressos. O otimismo em relação a um possível acordo comercial EUA-China impulsionou o mercado de ações na sexta-feira.

As atenções também se voltam aos mercados de petróleo e na reunião da OPEP. O ministro da Energia da Rússia, Alexander Novak, disse no fim de semana que seu país estará totalmente de acordo com os cortes de oferta liderados pelo cartel nas próximas semanas.

Os investidores também monitoram uma nova rodada de dados sobre habitação nos EUA. A Associação Nacional de Construtores Domésticos divulgará sua pesquisa mensal sobre o mercado habitacional às 11 horas da manhã.

Entre as notícias corporativas, a Lumber Liquidators, a Tilray e a Del Taco devem divulgar seus últimos resultados trimestrais.


ÍNDICES FUTUROS - 7h55:
Dow: -0,23%
SP500: +%0,03%
NASDAQ: +0,06%


OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.