Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

Futuros dos EUA sobem após resultados da Meta. Dados econômicos seguem no radar

Publicado 27.04.2023, 07:44
Atualizado 11.10.2023, 23:02
Bem-vindo à sua leitura matinal de cinco minutos de como os mercados estão reagindo ao redor do mundo nesta manhã.

ÁSIA: A maioria das principais bolsas asiáticas fechou em alta na quinta-feira.

No Japão, o Nikkei subiu 0,15% para fechar em 28.457,68 pontos, com os investidores se concentrando na primeira reunião de política do Banco do Japão liderada pelo novo governador Kazuo Ueda. Espera-se que o BoJ mantenha a política monetária "ultrafrouxa" do antecessor Haruhiko Kuroda por enquanto, mas as expectativas são de que Ueda planeje um caminho para sair dessa política no futuro, de acordo com relatos da mídia.

O Kospi da Coreia do Sul ganhou 0,44% para terminar em 2.495,81 pontos, mesmo com a gigante eletrônica Samsung (KS:005930) Electronics registrando uma queda de 94% no primeiro trimestre, comparado com o mesmo período do ano passado.

O índice Hang Seng de Hong Kong avançou 0,42%, em 19.840,28 pontos, mas o índice Hang Seng Tech caiu 0,38%.

Os mercados da China continental fecharam em alta. O Shenzhen Component subiu 0,28% para terminar em 11.217 pontos e o Shanghai Composite ganhou 0,67%, para terminar em 3.285,88 pontos.

O S&P/ASX 200 da Austrália caiu 0,32% para terminar em 7.292,70 pontos, com a maioria dos setores negociando no vermelho. As mineradoras recuperaram na quinta-feira, com os pesos pesados BHP, Fortescue e Rio Tinto (LON:RIO) negociando em alta de 0,8% e 0,2%, respectivamente impulsionando a bolsa local depois que o preço do minério de ferro aumentou durante a noite.

EUROPA: Os mercados de ações da Europa buscam uma recuperação na quinta-feira, com as preocupações sobre o setor bancário dos EUA e os riscos de recessão lançando uma sombra sobre o sentimento dos investidores, mas os ganhos corporativos sobem forte.

O índice pan-europeu Stoxx 600 move-se entre pequenas perdas e ganhos no início do pregão e opera em alta de 0,2% no fim da sessão matinal, com o setor bancário subindo, após o Deutsche Bank e Barclays (LON:BARC) divulgar lucros que superaram as expectativas.

O alemão DAX 30 sobe 0,1%, o francês CAC 40 sobe 0,4% e o FTSE MIB da Itália cai 0,1%.

Na Península Ibérica, o IBEX 35 da Espanha opera estável e o português PSI 20 sobe 0,6%.

Em Londres, o FTSE 100 cai 0,1%. Entre as mineradoras, Anglo American (LON:AAL) cai 0,2%, Antofagasta (LON:ANTO) perde 0,7%, Rio Tinto recua 0,2%, mas BHP sobe 0,5%.

O sentimento econômico da zona do euro subiu ligeiramente em abril.

EUA: Os contratos futuros dos índices de ações dos EUA sobem na manhã de quinta-feira.

As ações da Meta Platforms (NASDAQ:META) saltaram nas negociações "after market", após a empresa divulgar uma receita trimestral que superou as expectativas dos analistas. A empresa emitiu "guidance" mais forte do que o esperado para o período atual, se beneficiando de uma recuperação nos mercados europeus e de novos produtos que devem acelerar o crescimento da receita, segundo KeyBanc em uma nota. As ações da Meta sobem 11,2% no pré-mercado de quinta-feira. Em um ano de eficiência de custos, a controladora das redes sociais Facebook, Instagram e WhatsApp disse que planeja ser ainda mais cautelosa nos gastos.

Durante a negociação regular de quarta-feira, o Dow caiu 0,68%, em 33.301,87 pontos. O S&P 500 caiu 0,38%, em 4.055,99 pontos, enquanto o índice Nasdaq Composite, de alta tecnologia, subiu 0,47%, fechando em 11.854,35 pontos.

Ainda na sessão de quarta-feira, as ações da Microsoft (NASDAQ:MSFT) saltaram mais de 7%, apesar de uma queda nos lucros divulgada na terça-feira. Enquanto isso, as ações do First Republic caíram quase 30%, com os investidores ainda preocupados com a saúde do banco regional.

Uma analista alertou os investidores que apesar da maioria das empresas do S&P 500 relatar ganhos acima das expectativas, o pior ainda não ficou para trás. "O fato de as empresas estarem superando essas expectativas baixas e isso seja bom para o sentimento no momento, estamos superando números bastante inexpressivos”.

Os rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA sobem na quarta-feira. Por volta das 5h30, o rendimento do título do Tesouro de 10 anos subia mais de três pontos base, para 3,4636% e o rendimento da nota do Tesouro de 2 anos subia cinco pontos-base, em 3,9797%. Os rendimentos e os preços movem-se em direções opostas e um ponto-base é igual a 0,01%.

Os investidores aguardam mais dados econômicos, com incertezas sobre o que pode acontecer a seguir para a economia dos EUA se espalhando. As preocupações com uma desaceleração econômica iminente aumentaram nas últimas semanas, embora os números de encomendas de bens duráveis ​​divulgados na quarta-feira tenham ficado acima das expectativas, indicando resiliência.

Entre os dados econômicos a serem divulgados na quinta-feira, incluem a leitura inicial do PIB dos EUA para o primeiro trimestre, previsto para às 9h30. No último trimestre de 2022, o PIB dos Estados Unidos cresceu 2,6% no ritmo anualizado. Os pedidos semanais de auxílio-desemprego saem no mesmo horário. As vendas de casas pendentes para março sairá às 11h00. Outro dado importante inclui a leitura do índice de manufatura do Federal Reserve de Kansas City. Esses dados antecede o índice de preços de consumo pessoal na sexta-feira, informação preferida do Fed e que deve influenciar o Federal Reserve em sua próxima reunião de política monetária, programada para os dias 2 e 3 de maio, onde se espera um aumento de 25 pontos-base na taxa de juros. Os investidores também estarão analisando as orientações do banco central em busca de pistas sobre por quanto tempo as taxas permanecerão elevadas e quando os cortes nas taxas poderão ser implementados.

A temporada de balanços continua nesta quinta-feira, com Eli Lilly, Merck, Comcast, Southwest Airlines (NYSE:LUV) e American Airlines (NASDAQ:AAL) postando resultados antes do sino de abertura. Os gigantes da tecnologia Amazon (NASDAQ:AMZN) e Intel (NASDAQ:INTC) compartilharão seus resultados trimestrais após o sino de fechamento.

CRIPTOMOEDAS: As criptomoedas caem na manhã de quinta-feira.

O Bitcoin cai 0,08% nas últimas 24 horas, próximo de US 28.900, depois que a maior criptomoeda subiu para perto de US $ 30.000 na quarta-feira antes de mergulhar abaixo de US $ 27.500 e depois se recuperar. Os investidores de criptomoedas atrelaram o movimento a rumores de vendas de Bitcoin pelo governo dos EUA, que foram posteriormente desmentidos.

As criptomoedas tinham sido impulsionadas por uma atenção renovada com uma potencial fragilidade no sistema bancário dos EUA, já que o First Republic Bank permaneceu sob pressão do mercado com a divulgação da queda em seus depósitos, no entanto, é provável que o setor permaneça contido pela incerteza sobre a abordagem dos reguladores dos EUA à regulamentação das criptomoedas. O mais recente sinal de que as empresas de cripto estão procurando transferir suas operações para fora dos EUA. Na sexta-feira passada a exchange Gemini disse que pretende estabelecer um plataforma de derivativos de criptografia fora dos EUA.

A recente súbita volatilidade no Bitcoin foi atribuída aos investidores de futuros "long" e "short" à medida que US $ 175 milhões em posições foram liquidados e US $ 1 bilhão em juros abertos foram efetivamente eliminados nas últimas 24 horas. "Longs" são apostas em alta nos preços, enquanto "shorts" são apostas em preços mais baixos. A liquidação ocorre quando uma bolsa fecha a posição alavancada de um trader devido a uma perda parcial ou total da margem inicial do trader. Isso acontece quando um investidor não tem fundos suficientes para manter o comércio aberto.

O Ethereum, a segunda maior criptomoeda cai 1,5%, para cerca de US $ 1.880. Criptos menores ou altcoins operam sem direção, com Cardano ganhando 0,3% e Polygon caindo 2,7%. Dogecoin caiu 2,6%.

Bitcoin: -0,08% em US $ 28.975,10
Ethereum: -1,33% em US $ 1.886,20

ÍNDICES FUTUROS - 7h40:
Dow: +0,58%
S&P500: +0,49%
NASDAQ: +0,72%

COMMODITIES:
MinFe Dailan: +0,56%
Brent: +0,16%
WTI: +0,13%
Soja: -0,42%
Ouro: +0,63%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, independente, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra, manutenção ou venda de ativos.

Últimos comentários

🎗️🎗️🎗️Honestamente, a criptografia tem um propósito. Me alegro de ter me metido em cripto quando o hice porque tem sido um ponto de inflexão para mim financeiramente, tem sido minha melhor decisão até agora... com a ajuda de M∀X_MO®ⱤI$_₮ӾTᴚAᗡ£S̸ em lN$ TTAGRAM. 📤📤🎛️🎛️🎛️🎛️🎛️🎛️🎛️
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.