Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Inflação Esfria no Verão

Por Joaquim Levy Resumo do Mercado14.01.2022 10:30
br.investing.com/analysis/inflacao-esfria-no-verao-200447100
Inflação Esfria no Verão
Por Joaquim Levy   |  14.01.2022 10:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

*Texto publicado originalmente no site O Especialista

A divulgação do IPCA de dezembro de 2021 deu sinais encorajadores de que o verão de 2022 será de menos inflação. Assim como o tempo, a inflação sempre guarda surpresas. Mas, depois de fechar muito acima do limite superior do intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual (p.p.) em torno da meta, a inflação apresenta perspectivas melhores no ano que começa.

Como o Banco Central (BC) enfatizou na carta aberta publicada em 11 de janeiro, o aumento do preço do petróleo explica muito de porque a inflação ficou tão acima do teto em 2021. Alguns problemas em insumos internacionais como chips para automóveis e a falta d´água no Brasil também empurraram os preços de forma excepcional.

O preço da gasolina e do gás de cozinha contribuiu, junto com o do etanol, com mais de 3 pontos percentuais (p.p.) para o aumento do IPCA. A energia elétrica com 1 p.p. e os automóveis com ¾ p.p.. Comida e serviços, por seu lado, cresceram bem menos que a média dos preços. O risco da inflação ultrapassar em muito a meta de 2021 só foi percebido na metade do ano passado.

Como o presidente do BC notou, a previsão do Copom em setembro de 2020 era de que os preços subiriam menos de 3% em 2021, quando eles acabaram subindo 10,06%.

O preço do petróleo ao longo de grande parte de 2021, à medida em que a economia mundial se recuperou da primeira onda de Covid-19, graças à vacinação e renovados impulsos fiscais. Esse preço se acomodou apenas mais para o final do ano, com a onda da variante Ômicron.

A variante também deve ter contribuído para a moderação dos preços dos itens de Serviços, refletida na surpresa baixista nos itens de Alimentação fora de Casa e Consertos de Automóveis. Com isso, a variação do IPCA em dezembro de 2021 ficou em 0,73%, a menor variação mensal no segundo semestre, apesar da inflação tradicionalmente acelerar no final do ano. Assim, os principais núcleos da inflação caíram mais de 1 p.p. na sua média de 3 meses dessazonalizada e anualizada, indo de 9,53% para 8,43%, abrindo nova perspectiva para os próximos meses.

A queda de alguns preços administrados e de Serviços, além da permanência de vários preços em nível alto, mas estável, pode levar a inflação de janeiro a ficar abaixo de 0,5%, o que é um valor bastante baixo, quando se leva em conta a variação do IPCA na maioria dos começos de ano. A equipe de macroeconomia do Banco Safra já identificou que o item Passagens Aéreas deve cair, assim como as prestações dos planos de saúde.

Alguns itens vão aumentar, como o IPVA e a própria Gasolina, a qual sofreu um reajuste na refinaria na segunda semana do mês. A transmissão desse reajuste, porém, deve impactar apenas parcialmente o IPCA de janeiro, ficando o resto para o índice de fevereiro. O preço dos Bens Industriais também deve aumentar moderadamente, enquanto a alta dos alimentos in natura dependerá dos efeitos das chuvas excessivas em algumas localidades e da falta delas em outras. Mas, no conjunto o primeiro mês sinaliza mais um mês de inflação relativamente branda.

Olhando para o verão como um todo, os preços no setor de educação terão destaque em fevereiro. O item Cursos Regulares sofreu um reajuste pequeno em 2021 e poderá trazer surpresas altistas com a normalização das aulas, ainda que os dados preliminares não corroborem essa preocupação.

O aumento do salário-mínimo no começo do ano também pode afetar o preço de outros Serviços, apesar da fragilidade do mercado de trabalho, no qual o nível de ocupação ainda está menor do que antes da pandemia, e da fraqueza da renda média real do trabalho, mesmo depois do reajuste dos salários.

Assim, e considerando o aumento do endividamento das famílias nos últimos 18 meses, é provável que o poder de compra dos consumidores caia, freando a inflação e permitindo um aumento do IPCA de apenas 0,8% em fevereiro. A inflação de março está projetada em 0,46%, levando a variação mensal média do IPCA no primeiro trimestre a apenas 0,57%. Esse número ainda parece bem acima do necessário para viabilizar uma inflação dentro do intervalo de tolerância em 2022.

Mas, considerando os padrões sazonais, esses são números de um primeiro trimestre de baixa inflação, que poderá ser seguido por um segundo trimestre com inflação mensal média próxima a 0,25% e uma segunda metade do ano de 0,37%. Nesse cenário, a variação acumulada do IPCA sobre doze meses converge para 4,7% ao final de 2022, se não houver uma disparada do preço do petróleo para US$ 100/barril ou forte desvalorização cambial por razões domésticas.

LEIA MAIS: Prepare-se para o Petróleo a US$100 em 2022 (e Como Aproveitar a Alta da Energia)

O esfriamento da inflação nesse verão pode não estar evidente ao tempo da primeira reunião do Copom em 2022, em 1 e 2 de fevereiro, quando apenas as prévias do IPCA de janeiro estarão disponíveis. Mas, ele poderá ser confirmado se a variação do IPCA de fevereiro divulgada nas vésperas da segunda reunião em 16 de março vier abaixo de 0,8%. Nesse caso, aumentaria a convicção de uma dinâmica

inflacionária moderada para todo 2022, sugerindo que a decisão de anunciar o fim do ciclo de aperto da política monetária estaria madura.

Inflação Esfria no Verão
 

Artigos Relacionados

Inflação Esfria no Verão

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
RAFAEL CARUSO
RafaelCaruso 14.01.2022 14:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Levy espero que sua previsão esteja correta, mas estou trabalhando com uma inflação entre 6% e 7% no fim do ano. Acredito que teremos pressão forte do cambio este ano. Eu acredito que volte para dentro da meta somente em 23.
Joe Martins
Joe Martins 14.01.2022 14:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quem ainda em sã consciência dá ouvidos à esse desqualificado? Só quem acredita nas baboseiras do BTG Pactual, Bolsonaro e Paulo Guedes mesmo.
Ana Paula Rope
Ana Paula Rope 14.01.2022 13:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Uma analise justa da situação atual de quem avisou a Dilmanta do buraco que ela nos enfiava.
José Branco Neto
José Branco Neto 14.01.2022 13:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mandou bem, como sempre.
Maurice Lima
mcdli 14.01.2022 11:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Senhor Levy, quanto tempo? gostaria de dar os parabéns pela sua gestão catastrófica no governo Dilma, até hoje o Brasil está pagando a conta de sua decisões absurdas. Você foi um dos grandes responsáveis pelo aumento da pobreza e miséria do Brasil, o que acha disso? Sua sorte é que o mercado costuma esquecer as caga das feitas pelos seus economistas liberais, até hoje o pessoal põe a culpa no Mantega, só esqueceram de sua valiosa contribuição naquele período.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail