Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Atualize já

Reverter Política de Dinheiro Fácil Exige Mais que Subir Juros e Vender Títulos

br.investing.com/analysis/reverter-politica-de-dinheiro-facil-exige-mais-que-subir-juros-e-vender-titulos-200451411
Reverter Política de Dinheiro Fácil Exige Mais que Subir Juros e Vender Títulos
Por Darrell Delamaide/Investing.com   |  16.08.2022 09:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
 
US2YT=X
+1,51%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
US10B...
+1,88%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
DE10U...
-6,41%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
DXY
-0,07%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
US30Y...
+0,44%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
US10Y...
+0,65%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
  • Inflação continua em patamar elevado, mesmo que os preços comecem a desacelerar;
  • Questões envolvendo o aperto quantitativo podem ser abordadas em Jackson Hole;
  • Recessão iminente complica aperto no Reino Unido e Europa.

Os consumidores dos EUA estão aprendendo uma dolorosa lição de semântica: a diferença entre elevado e mais elevado. A inflação não foi mais elevada em julho, de acordo com o índice de preços ao consumidor (IPC), mas ainda assim continuava elevada.

O presidente dos EUA, Joseph Biden, deve saber que um aumento de 0% nos preços, na comparação mensal, não significa que a inflação foi para 0; na verdade, o IPC ficou 8,5% mais elevado em julho do que há um ano. Pode ser que ele tenha achado politicamente conveniente, antes das eleições de meio de mandato, aproveitar-se o quanto podia da situação, mas seus comentários não aumentam em nada sua credibilidade.

Tampouco ajuda o fato de ele chamar uma legislação que aumenta os impostos e os gastos públicos de Lei de Redução da Inflação, já que ninguém acredita que ela reduzirá significativamente os preços, especialmente no curto prazo. A Fundação Tributária calculou que a legislação pode, na verdade, acabar aumentando a  inflação, ao restringir o crescimento.

No entanto, a notícia do IPC ajudou a promover a alta do mercado acionário, embora os investidores devam avaliar agora qual será a reação do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA). Analistas escrutinarão a ata da reunião de 26-27 de julho quando for divulgada nesta semana, em busca de indicações sobre se as autoridades monetárias irá realizar uma grande elevação de 75 pontos-base (pb) na taxa de juros ou um aumento mais comedido de 50 pb.

Outro grande salto no número de contratações em agosto, após o enorme avanço do mercado de trabalho americano em julho, pode forçar o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) a optar por uma elevação maior dos juros, a fim de arrefecer a demanda. O IPC de agosto será divulgado antes da reunião de 20-21 de setembro do Fomc.

A falta da chamada prescrição futura, ou forward guidance, aumenta a incerteza, na medida em que o presidente do Fed, Jerome Powell, abandonou a prática introduzida na crise financeira, cujo objetivo era mostrar aos investidores quais eram as intenções futuras do Fed.

Além da ata da reunião de julho, nesta semana, a outra grande data para saber as intenções do Fed será o simpósio de Jackson Hole em 25-27 de agosto. Crescem as especulações de que Powell falará sobre os planos do Fed de cortar seu balanço, limitando o reinvestimento de títulos em vencimento do seu portfólio.

O Fed pretende enxugar em US$ 95 bilhões por mês seu balanço de quase US$ 9 trilhões, após elevar essa quantidade em setembro. Dependendo de como isso se desenrole, o Fed pode até anunciar a qualquer momento as vendas diretas dos títulos.

As chances de recessão – indicada pela inversão das taxas das treasuries, com os títulos de curto prazo rendendo mais que os de longo prazo – complica o cenário, sobretudo porque ninguém sabe ao certo qual será o impacto desse “aperto quantitativo” no mercado, onde a liquidez já é escassa.

O Banco da Inglaterra pretende começar a vender 40 bilhões de libras esterlinas em títulos governamentais da sua carteira, provavelmente em setembro, a uma taxa de 10 bilhões por trimestre, e o vice-presidente da instituição, Dave Ramsden, disse, na semana passada, que o banco central britânico não pararia de vender gilts, como são chamados os títulos locais, mesmo que uma recessão o force a reverter seus aumentos de juros.

O Banco Central Europeu tem um caminho mais pedregoso a trilhar, já que a guerra na Ucrânia e todo o imbróglio russo com o fornecimento de gás natural aumentaram a probabilidade de uma recessão na zona do euro.

O BCE interrompeu suas compras emergenciais da pandemia, mas mudou seus reinvestimentos de títulos governamentais em vencimento adquiridos no programa, de países centrais, como França e Alemanha, para países periféricos ameaçados pelos aumentos de juros do banco central.

O BCE adquiriu 17 bilhões de euros em títulos da Itália, Espanha e Grécia em junho e julho, deixando seu portfólio de dívida da Alemanha, França e Holanda recuar em 18 bilhões de euros, de acordo com cálculos do Financial Times.

Esse aperto quantitativo assimétrico pode se acentuar com a introdução do Instrumento de Proteção de Transmissão pelo BCE, a fim de mitigar qualquer ampliação nos diferencias de juros, ao comprar títulos governamentais de países vulneráveis sob certas condições.

Reverter Política de Dinheiro Fácil Exige Mais que Subir Juros e Vender Títulos
 

Artigos Relacionados

Reverter Política de Dinheiro Fácil Exige Mais que Subir Juros e Vender Títulos

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
ALAN CASTTER
ALAN CASTTER 16.08.2022 10:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Inflação nos EUA implica necessariamente em inflação no Brasil?
16.08.2022 10:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se a inflação dos EUA sobe, FED sobe mais os juros, dólar se fortalece, real enfraquece, commodities caem.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail