Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Presidente do Senado: instalação de CPIs deve acontecer após eleições

Em Meio ao Pranto no Petróleo, Produtores de Etanol Sofrem em Silêncio

Por Investing.com (Barani Krishnan/Investing.com)Commodities22.04.2020 09:15
br.investing.com/analysis/while-the-world-groans-over-oil-ethanols-suppliers-quietly-weep-200434675
Em Meio ao Pranto no Petróleo, Produtores de Etanol Sofrem em Silêncio
Por Investing.com (Barani Krishnan/Investing.com)   |  22.04.2020 09:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

No universo das commodities, só se fala na carnificina no petróleo, que fez o barril de West Texas Intermediate ser cotado abaixo de zero, e na dificuldade de encontrar navios-tanque para armazenar petróleo, comparável apenas à dificuldade de encontrar ventiladores pulmonares para pacientes de Covid-19 em alguns países.

Mas os produtores de outras duas matérias-primas estão sofrendo as consequências da destruição de demanda de energia causada pelo coronavírus, cujas vozes foram praticamente silenciadas pelos estrondos no petróleo.

São os produtores de milho e açúcar que fornecem matéria-prima para a fabricação de etanol, biocombustível usado como aditivo obrigatório na gasolina vendida no Brasil, Índia e Estados Unidos.


Ethanol Futures Weekly Prices
Ethanol Futures Weekly Prices

A realidade é que a necessidade de produzir etanol agora é a mesma dos combustíveis automotivos. Com metade da população mundial de 8 bilhões de pessoas vivendo sob regras de restrição de mobilidade para controlar a disseminação do vírus, praticamente ninguém está dirigindo, a menos que seja absolutamente necessário.

Açúcar atinge mínima de 12 anos; e o milho, a de 4 anos

Os preços do açúcar negociado na ICE Futures dos EUA atingiram a mínima de 12 anos, a 9,55 centavos por libra na terça-feira, desvalorizando-se 33% desde o fim de janeiro. Já os futuros do milho na Chicago Board of Trade alcançaram o fundo de quatro anos a US$ 3,09 por bushel, uma queda de 20% desde o fechamento de dezembro.


U.S. Sugar Futures Weekly Prices
U.S. Sugar Futures Weekly Prices

Os preços do etanol em si, cotados a cada quantidade determinada de dias na CBOT devido à falta de volume diário, não se saiu tão mal diante da derrocada do petróleo na segunda-feira, desvalorizando-se 4% na semana. De acordo com a última cotação de 19 de abril, havia atingido apenas a mínima de um mês a 86 centavos por galão. No ano, entretanto, os futuros do etanol haviam se desvalorizado 32%.

As ações das principais produtoras de etanol nos EUA, como Archer-Daniels-Midland (NYSE:ADM), Valero Energy (NYSE:VLO) e Green Plains Renewable Energy (NASDAQ:GPRE), também não perderam muito dinheiro nesta semana.

O maior prejuízo, entretanto, tem sido para os produtores de cana em Uttar Pradesh, na Índia, e em São Paulo, no Brasil, além dos produtores no Cinturão do Milho espalhados pelo Centro-Oeste dos EUA.

Antes mesmo do início de abril, os moinhos de açúcar na Índia já enfrentavam dificuldades para fornecer etanol às empresas locais de comercialização de petróleo e diesel, após as drásticas medidas de isolamento social impostas pelo primeiro-ministro Narendra Modi, que proibiu qualquer tráfego não essencial nas estradas do país de quase 1,4 bilhão de pessoas.

História de terror no petróleo piora ainda mais a situação das matérias-primas do etanol

A história de terror no petróleo nesta semana provocou uma insana corrida em busca de qualquer lugar para armazenar petróleo – desde tanques e barcaças até superpetroleiros, oleodutos e vagões de trens –, piorando ainda mais a situação dos produtores de matérias-primas agrícolas para o etanol.

“Preocupações com o fato de que a produção de etanol não começará a aumentar no futuro próximo ainda pesam sobre os preços futuros [agrícolas]”, declarou Clif Droke, especialista em commodities da Financial Sense Wealth Management.

“A fraqueza nos futuros do petróleo faz com que o etanol ficasse ainda mais caro para misturar em combustíveis, reduzindo sua demanda”, declarou Droke, que disse ainda:

“Ainda temos um longo caminho pela frente até que o processamento de etanol se torne rentável novamente. Isso disponibiliza mais cana para processamento de açúcar.”

Dan Hueber, analista veterano de grãos em St. Charles, Illinois, concorda.

“Infelizmente, a ação no setor de energia pesou bastante no mercado de milho ontem, já que muitos consideram que foi cavado mais um palmo na sepultura do etanol”, escreveu Hueber em um comentário em referência ao crash do petróleo na segunda-feira.

O autor do Hueber Report sobre grãos afirmou que era difícil discutir com a lógica do menor uso correlacionado à produção reduzida de etanol.

No pior cenário, modelos preveem que preços podem cair além de níveis realistas

Mas ele notou que também era comum nos mercados construir modelos de piores cenários, prevendo que os preços poderiam cair além de níveis realistas.

“Acredito que essa seja a situação do milho neste momento, e a ação dos preços durante o resto deste mês será um pouco mais que ‘ruído’ de mercado”, afirmou Hueber.

Relatórios agrícolas mostram que, apesar da Covid-19, os produtores do Centro-Oeste americano já vinham acelerando o ritmo das plantações com a chegada de temperaturas mais quentes, aumentando as expectativas que as áreas de cultivo crescerão enormemente na próxima safra.


U.S. Corn Futures Weekly Prices
U.S. Corn Futures Weekly Prices

“Os produtores já estão no campo, ignorando os níveis de precipitação. Cerca de um quarto das plantações deve ser concluída nesta semana", afirmou Charlie Sernatinger, diretor global de futuros de grãos na EDF (PA:EDF) & Man, em uma nota aos clientes.

O Departamento de Agricultura dos EUA declarou, na segunda-feira, que os produtores do país já haviam plantado 7% da sua área pretendida de milho até domingo.

No caso do açúcar, a empresa de pesquisa do setor Czarnikow Sugar previu recentemente uma queda de 2 milhões de toneladas no consumo global de açúcar em razão do vírus. Na nota, o analista Ben Seed afirmou que, além do declínio no consumo na temporada de cultivo de 2019/20, a previsão era que o consumo per capita mundial de açúcar seria menor em 2020.

Apesar dos estoques de açúcar no âmbito do varejo – e também por parte de consumidores individuais –, havia uma expectativa de queda considerável na demanda mundial do adoçante, em razão dos fechamentos de restaurantes, além de menos festas e celebrações em razão da pandemia, declarou Droke ao Financial Sense Wealth. O analista disse ainda:

“Além disso, os operadores precisarão acompanhar um possível aumento na oferta de açúcar no Brasil nos próximos meses durante sua temporada de colheita nesta primavera."

“Em vista desses fatores, recomenda-se uma sólida posição de caixa enquanto esperamos pelos danos provocados pelo coronavírus ao mercado."

Em Meio ao Pranto no Petróleo, Produtores de Etanol Sofrem em Silêncio
 

Artigos Relacionados

Cepea
Açúcar: Indicador Reage no Encerramento do Mês Por Cepea - 05.07.2022

Depois de registrarem quedas contínuas ao longo de junho, os preços do açúcar cristal reagiram na última semana do mês no mercado spot do estado de São Paulo. Segundo pesquisadores...

Scot Consultoria
Mercado do Boi Gordo Calmo em São Paulo   Por Scot Consultoria - 05.07.2022

Por Rodolfo Silber e Thayná Drugowick Após as altas na última semana, esta segunda-feira começou com preços estáveis.  Espírito Santo Na região, com a menor oferta de bovinos, a...

Em Meio ao Pranto no Petróleo, Produtores de Etanol Sofrem em Silêncio

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (4)
Marcos Xs
Marcos Xs 29.07.2021 11:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
com o barril de petróleo a 70 dólares , e estes caras choram ainda. fala sério.
Pedro Milton Moraes
Pedro Milton Moraes 23.04.2020 9:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tudo é passageiro, mas as empresas que não possuem reservas para suportar crises acabam ficando em situações muito complicadas. Por outro lado a entrega do mercado para as grandes distribuidoras faz com que os valores internos continuem indigestos ao consumidor final. Postos bandeira branca estão com preços muito abaixo dos embadeirados. Esta diferença faz com que os bandeiras brancas tenham fila em suas portas.
Flávio Augusto Teixeira
Flávio Augusto Teixeira 22.04.2020 15:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E olha como são as coisas...no fim do ano passado e início deste ano existia uma espectativa de elevação de preços do açúcar - devido a adição de etanol à gasolina usada na china.Chegou a ser cotado a $15 na máxima. Agora é para baixo por causa do coronavírus
Pedro Arai
Pedro Arai 22.04.2020 12:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quando o produtor ganha acima do esperado, ele fala que investiu em tecnologia, processos, recursos humanos, bla, bla, bla. Quando perde é o corona virus.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail