Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Petróleo tem maior alta em um dia desde junho, saindo da faixa negativa

Commodities09.09.2020 17:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Por Barani Krishnan

Investing.com - O petróleo teve sua recuperação mais forte em um dia em três meses na quarta-feira (9), com os compradores voltando a um mercado atingido desde a semana passada por preocupações com a fraca demanda por combustível após o fim da temporada de verão nos EUA.

O West Texas Intermediate negociado em Nova York, o principal indicador para o petróleo dos EUA, fechou em alta de US$ 1,29, ou 3,5%, a US$ 38,05 por barril. O WTI caiu 7,6% na terça-feira, estendendo os 7,5% da semana passada.

O petróleo Brent negociado em Londres, a referência global para o petróleo, fechou o pregão de Nova York com alta de US$ 1,01, ou 2,5%, a US$ 40,79. O Brent caiu abaixo da marca de US$ 40 por barril na terça-feira, perdendo 5,3% após a queda de 5,6% da semana passada.

A euforia dominou o mercado de petróleo nos últimos quatro meses, mais do que estatísticas convincentes sobre o impacto das reaberturas de negócios depois dos bloqueios para o combate da Covid-19. Distorceu ainda mais a imagem a queda de 38 milhões de barris de petróleo em um período de seis semanas por refinarias dos EUA que pareciam estar operando a todo vapor no verão, ignorando as restrições dos consumidores.

Uma morna recuperação de empregos nos EUA desde julho - apesar do desemprego ter voltado para um dígito - e um dólar ressurgente que é tudo menos bom para commodities, limitando o petróleo a US$ 40.

O piso finalmente saiu do mercado na semana passada, depois que o chefão da Opep, a Arábia Saudita, cortou o preço de venda de seu petróleo, aparentemente para preservar ou ampliar sua participação no mercado. A mudança saudita veio semanas depois que a aliança global de produtores da Opep chamada Opep+ disse que estava diminuindo os cortes de produção observados desde maio.

Essas ações nefastas foram seguidas pelas refinarias dos EUA, que reduziram sua utilização de petróleo bruto em 5% em apenas uma semana, quando a temporada de pico do verão chegou ao fim. O retorno do Índice Dólar à sua alta de 93 e a queda das ações em Wall Street completaram uma tempestade perfeita para as compras de petróleo bruto.

A recuperação de quarta-feira no WTI - de 3,5% -, no entanto, marcou o maior ganho percentual de um dia desde 5 de junho.

Os investidores terão que esperar para ver se a recuperação continua ou se a faixa vermelha retorna.

Petróleo tem maior alta em um dia desde junho, saindo da faixa negativa
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (4)
Hélio Lopes
Hélio Lopes 09.09.2020 22:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Barani : As 16:26 hs lemos aqui um artigo seu em que indaga se o barril viria abaixo de U$ 35,00. Agora, às 17:15 lemos esse aqui com uma notícia bem mais auspiciosa. Será que dá pra escrever um 3º artigo nos posicionando melhor?
José Carlos da Silva
José Carlos da Silva 09.09.2020 20:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E os estoques, já apareceram quase 3 milhões para cima API.
José Carlos da Silva
José Carlos da Silva 09.09.2020 20:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O gostaria de entender, quem coloca os títulos nas reportagens, por que parece que tinha caído quase 12% em uma semana!
Hailton Souza
Hailton Souza 09.09.2020 18:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
como se ele já tinha chegado nós 45 a 3 semanas e agora tá nos 40?
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail