Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Grandes bancos começam semana do Copom vendo alta de até 1,50 p.p. da Selic

Dados Econômicos25.10.2021 11:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
2/2 © Reuters. Banco Central em Brasília 4/10/2021 REUTERS/Adriano Machado 2/2

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) -A semana da decisão de política monetária do Banco Central brasileiro começa com mais instituições financeiras prevendo aceleração no ritmo de aumento dos juros, à medida que investidores veem desancoragem das perspectivas inflacionárias em meio à desvalorização cambial e ao cenário geral de incerteza.

A pesquisa Focus divulgada pelo Bacen nesta manhã mostrou que economistas e outros respondentes agora esperam alta de 1,25 ponto percentual da Selic tanto nesta semana quanto em dezembro, pela mediana das estimativas.

Mas a XP se juntou ao time que enxerga aperto monetário ainda mais agressivo, de 1,50 ponto percentual. Ao fim do ciclo, a casa estima que a Selic estará em 11% ao ano, ante taxa de 6,25% atualmente.

"Em nossa opinião, estamos observando uma mudança de regime na condução da política fiscal, e não 'apenas' uma piora na margem", afirmou em nota Caio Megale, economista-chefe da XP, que prevê outra alta de 1,50 ponto no encontro do Copom de dezembro.

"Apesar de não projetarmos convergência da inflação à meta no horizonte relevante, o aperto mais intenso da política monetária será importante para evitar uma desancoragem maior das expectativas", disse.

"Além disso, destacamos que a deterioração do quadro fiscal levará a aumento expressivo do juro neutro na economia brasileira (para além dos 3% estimados atualmente pelo Banco Central)."

Também na sexta, a equipe de pesquisa macro do BTG Pactual (SA:BPAC11) digital passou a enxergar alta de 1,50 ponto percentual dos juros nesta semana, com aumento de 1,25 ponto em dezembro.

"O que nos leva a acreditar que o Copom deve elevar a Selic em 1,5 p.p. na próxima reunião é a deterioração do quadro fiscal brasileiro a partir de gastos com benefícios sociais que não estavam no cenário base do Orçamento da União de 2022", disse o time em relatório.

"Esta nova perspectiva para as contas públicas nos faz acreditar que o quadro inflacionário tende a ser mais desafiador caso o Copom não tome direção 'hawkish' (mais dura na política monetária) nos próximo encontros", finalizou.

O Barclays (LON:BARC) também passou a ver elevação dos juros de 1,50 ponto percentual. Seria a maior alta da taxa desde 14 de outubro de 2002, quando o Bacen promoveu um choque de 3 pontos percentuais na taxa básica (de 18% para 21%) pouco mais de uma semana depois do primeiro turno das eleições daquele ano, que sagraram Luiz Inácio Lula da Silva como presidente da República.

O Barclays fala em "incerteza em espiral" para justificar a mudança de prognóstico. "Além disso (mais gasto para Auxílio Brasil e ruído sobre precatórios), uma possível extensão do auxílio emergencial que expira neste mês e crescentes pressões por subsídios aos combustíveis para caminhoneiros em meio a ameaças de greves nacionais podem aumentar o nervosismo do mercado", disse o banco em relatório.

O UBS BB (SA:BBAS3) também espera mais 1,50 ponto percentual de juros nesta semana e também em dezembro, com mais aperto contratado para o começo de 2022. Com isso, a taxa básica concluiria o ano que vem em 10,25% nominal, maior patamar desde julho de 2017 e 825 pontos-base acima da mínima histórica de 2% que vigorou entre agosto de 2020 e março de 2021.

Já o Bradesco (SA:BBDC4) enxerga aumento de 1,25 ponto percentual da Selic na quarta-feira, para 7,50% ao ano.

"O Banco Central vai se deparar com diversos desafios, vindos da piora do debate fiscal, do cenário externo mais desafiador e das pressões altistas sobre a inflação. Nesse cenário, o Copom deve alterar o ritmo de alta da Selic da próxima semana", disse em nota o departamento econômico do banco privado.

Na noite de sexta-feira, o Goldman Sachs (NYSE:GS) divulgou relatório no qual previu que o Bacen elevará os juros em "pelo menos" 1,25 ponto percentual, dados os recentes desenvolvimentos macrofinanceiros "muito significativos", levando a Selic a um patamar "modestamente acima do neutro".

"Além disso, avaliamos uma probabilidade de 33% de uma alta maior da Selic, de 150 pontos-base. A divulgação do IPCA-15 de outubro na véspera da decisão e condições de mercado no início da semana devem ter repercussão na magnitude da resposta de política monetária do Copom", disse Alberto Ramos, diretor de pesquisa econômica para a América Latina do banco.

Ainda na quinta, o Morgan Stanley (NYSE:MS) elevou a 125 pontos-base o prognóstico de aperto monetário na próxima reunião do Copom. Para a instituição financeira, "125 pontos-base agora são os novos 100 pontos-base" --referindo-se à indicação do BC de não antecipar aumentos de forma agressiva.

A magnitude de aumento de 125 pontos-base para a próxima semana agora é prevista também pelo Credit Suisse (SIX:CSGN), que calcula ainda outra elevação de 125 pontos-base em dezembro e mais duas altas adicionais no começo de 2022 --a primeira de 100 pontos-base e a segunda de 75 pontos-base, levando a Selic a 10,5% ao fim do ano que vem.

A mudança de cenário pelo JPMorgan foi a primeira a fazer preço no mercado. O banco elevou na quinta-feira a 125 pontos-base sua projeção de adição da taxa Selic pelo Banco Central em cada uma das próximas duas reuniões do Copom, com o BC forçado a acelerar o ritmo de aperto monetário devido à deterioração do balanço de riscos para os preços.

Grandes bancos começam semana do Copom vendo alta de até 1,50 p.p. da Selic
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (15)
Evanildo Sobral
Evanildo Sobral 26.10.2021 6:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Podem até aumentar a Selic para 10% neste ano porém se o EUA aumentar em breve o Tesouro de 10 anos vai dar zebra,pois mesmo assim os investidores vão querer investir nos EUA devido as brigas políticas aqui
marco antonio frankzhovitz
marco antonio frankzhovitz 25.10.2021 14:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Parabéns Bolso, sua irresponsabilidade na condução da política econômica levará o país a estagflação, ou seja, aumentos expressivos dos juros, inflação descontrolada, desemprego maior, crescimento pífio ou mesmo negativo, o dólar - nem se fala… Offhore nas virgens britânicas é a saída.
Fernando Borelli
Fernando Borelli 25.10.2021 13:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
2 milhões de empregos criados em 2021 até agora. Parabéns Presidente Bolsonaro e Paulo Guedes!
Fernando Borelli
Fernando Borelli 25.10.2021 13:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Estou com enorme dificuldade de encontrar hospedagem no RJ para o Réveillon. Quase tudo lotado. Impressionante!
Lucas Zimmer
Lucas Zimmer 25.10.2021 13:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vá dormir na casa de seus amigos milicianos...
Ricardo P Silveira
Ricardo P Silveira 25.10.2021 12:04
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
*** HERANÇA MALDITA *** Em 2018 a gasolina era R$ 4,30... inflação 3,75%... dólar R$ 3,80... Selic 6,5% *** Hoje a gasolina é R$ 7,30... inflação 7%... dólar R$ 5,70... e Selic 10,5% *** #BolsonaroSocialista tá çértú ; )
marco antonio frankzhovitz
marco antonio frankzhovitz 25.10.2021 11:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
tinha que ser 10
vitor monteiro
vitor monteiro 25.10.2021 11:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
fica em casa, a economia vemos depois.
vitor monteiro
vitor monteiro 25.10.2021 11:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
fica em casa, a economia vemos depois.
Ricardo P Silveira
Ricardo P Silveira 25.10.2021 11:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Incrível que o mundo inteiro ficou em casa e só no Brasil o DÓLAR CARO e a INFLA-ação disparou ; )
Rosildo da Silva
Rosildo da Silva 25.10.2021 11:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Parabéns Bolso, sua irresponsabilidade na condução da política econômica levará o país a estagflação, ou seja, aumentos expressivos dos juros, inflação descontrolada, desemprego maior, crescimento pífio ou mesmo negativo, o dólar - nem se fala… Offhore nas virgens britânicas é a saída.
José Artur Medina
José Artur Medina 25.10.2021 11:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
8% de inflação pro nosso histórico não é inflação. Taxa de juros de 7% (historicamente baixos, veja os gráficos), desemprego?? Bozo até agora criou 2 milhões de empregos que a Dlima criou (sem pandemia) , crescimento de PIB 4-6 (não foi sempre assim não). Dólar nas nuvens é o que de melhor pode acontecer com o país, aumenta a capacidade de competição de nossas indústrias. Offshore nas ilhas virgens é um excelente negócio, faça você também, é tão legal quanto investir na bolsa.
José Artur Medina
José Artur Medina 25.10.2021 11:18
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Melhor governo da história deste país.
Anderson Luis Alves
Anderson36 25.10.2021 11:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Faz arminha que os juros vão cair kkk
Arv Forth
Arv Forth 25.10.2021 10:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Agora vão bagunçar tudo para poderem fazer um jogo de números que ninguém entenderá.
Mant Neuman
BombeiroAristide 25.10.2021 9:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Segundo o mercado, a inflação que fez melhorar as contas do desgoverno, é a mesma que fez ele furar o teto de gastos.
caio tacla
caio tacla 25.10.2021 8:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Segundo o próprio mercado (Boletim Focus), divulgado hoje 25 de outubro de 2021, às 8:25, a dívida líquida do setor público caiu. Onde está a "crise fiscal"? 🤔
SunShine Trader
SunShine Trader 25.10.2021 8:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A dívida cai quando se tem juros baixos com alta da inflação.
Mant Neuman
BombeiroAristide 25.10.2021 8:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Acho que é inédito. Quintuplicar a taxa de juros em 12 meses. Isso mostra como o desgoverno esta totalmente perdido. Ou esta realmente pensando somente na roubalheira das offshore dos políticos.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail