Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Unifique conclui a aquisição da Proserver e da Netloan

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira

Economia 14.06.2022 08:18
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Por Geoffrey Smith e Ana Beatriz Bartolo

Investing.com - O Federal Reserve inicia uma reunião de dois dias com os mercados em desordem, lutando para precificar um aumento de 75 pontos-base nas principais taxas de juros. O Copom também inicia as suas discussões sobre a taxa Selic, enquanto o Senado devolve para a Câmara o texto de redução do ICMS aprovado, mas com alterações para serem revistas. As criptomoedas permanecem sob pressão após o colapso da Celsius Network. A OPEP divulga seu relatório mensal do mercado de petróleo. A Oracle surpreende positivamente com seus ganhos trimestrais.

Aqui está o que você precisa saber nos mercados financeiros na terça-feira, 14 de junho.

CONFIRA: Calendário Econômico completo do Investing.com

1. Mercados em desordem quando a reunião do Fed começa

O Federal Reserve inicia uma reunião de política monetária de dois dias em um cenário de mercado cada vez mais desordenado.

O consenso do mercado mudou rapidamente para esperar um aumento de 75 pontos-base na taxa-alvo dos fundos federais na quarta-feira, após outro doloroso excesso na inflação ao consumidor em maio. Os dados de inflação de preços ao produtor para o mês devem ser divulgados às 9h30 e devem consolidar essas expectativas, com uma previsão de consenso de outro forte aumento de 0,8% nos preços a partir de abril.

O Treasury Yield de 10 anos subiu ao máximo este ano na segunda-feira, com os investidores se esforçando para reavaliar os riscos crescentes das taxas de juros. O título agora é negociado próximo do nível do título de 2 anos. Um período sustentado de negociação de taxas de curto prazo acima das de longo prazo tem sido historicamente um preditor razoavelmente confiável de recessões.

LEIA MAIS: Portas se abrem para alta de 0,75 p.p. dos juros pelo Fed após dados de inflação e movimentos dos mercados

2. Cripto ainda sob pressão após o colapso de Celsius

O espaço de criptomoedas permanece sob pressão depois que um dos maiores players multifuncionais no espaço, a Celsius Network, suspendeu as retiradas em meio a uma crise de liquidez na segunda-feira.

O preço do Bitcoin tocou uma nova baixa de 18 meses de US$ 20.859 no início das negociações na Europa, antes de se recuperar um pouco para negociar a US$ 22.307 às 7h05. Isso ainda é uma queda de 7,5% em relação à segunda-feira em Nova York. A cautela ainda está na ordem do dia, com os participantes do mercado cientes de que a MicroStrategy (NASDAQ:MSTR), um fundo de Bitcoin alavancado de fato, enfrenta uma chamada de margem em um empréstimo de US$ 205 milhões se o preço cair abaixo de US$ 21.000.

Pelo lado positivo, a maior exchange de criptomoedas do mundo em volume, a Binance, conseguiu retomar as retiradas após suspendê-las temporariamente na segunda-feira.

3. Mercado de ações americanas

Os mercados de ações dos EUA devem abrir com um salto de gato morto mais tarde, após um início de semana que cheirava a capitulação.

Às 08h08, os futuros da Nadaq 100 subiam 0,86%, enquanto os da S&P 500 e da Dow Jones avançavam 0,51% e 0,30%, respectivamente.

O índice de otimismo para pequenas empresas compilado pelo NFIB anteriormente caiu para 93,1 de 93,2, uma baixa de 18 meses, mas uma queda menor do que a observada nos meses mais recentes.

As ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem a Oracle (NYSE:ORCL), cuja atualização trimestral superou as expectativas na segunda-feira, e a Apple (NASDAQ:AAPL) (SA:AAPL34), que está sendo criticada pela UE reguladores antitruste novamente. Enquanto isso, os proxies de criptografia permanecem abaixo do preço: MicroStrategy Incorporated (NASDAQ:MSTR) caiu 5,4% no pré-mercado, Coinbase (NASDAQ:COIN) (SA:C2OI34) caiu 1,5%.

4. Senado aprova redução do ICMS

Nesta segunda-feira, 13, o Senado concluiu a aprovação do projeto de lei complementar (PLP) 18, que limita em 17% o ICMS sobre combustíveis, energia elétrica, comunicações e transporte público até dezembro. Porém, o texto final traz algumas alterações, o que fará com que a matéria volte a ser analisada pela Câmara dos Deputados.

A medida deve custar aos cofres públicos pelo menos R$ 20,3 bilhões, sendo R$ 17 bilhões referente à desoneração da gasolina e R$ 3,3 bilhões referente ao etanol. Levando em conta que o diesel e o GLP também estão com a tributação reduzida há algum tempo, o governo está abrindo mão de R$ 35,2 bilhões com esse pacote de benefícios, que tem como um dos principais objetivos reduzir os preços dos combustíveis para ajudar na popularidade do presidente Jair Bolsonaro.

O impacto do PLP nos estados ainda é polêmico. O senado afirma que as perdas serão de R$ 26,75 bilhões, mas os governadores argumentam que a limitação do ICMS custaria na verdade R$ 41,3 bilhões. Para aliviar a pressão dos estados, o Senado incluiu na proposta um gatilho em que a União deve compensar os governos locais quando a perda de receita associada a cada bem ou serviço afetado for superior a 5%, levando em consideração a variação da inflação.

Enquanto isso, na agenda econômica, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central inicia a sua reunião de dois dias hoje, 14. A expectativa é de um aumento de 0,5 p.p. Na taxa de juros, elevando a Selic para 13,25%.

Às 08h02, o ETF EWZ recuava 0,07%, a US$ 29, no pré-mercado americano.

CONFIRA: Senado aprova texto-base de projeto do teto a ICMS sobre combustível e energia

5. Mercado de petróleo

Os preços do petróleo subiram antes do relatório mensal da Organização dos Países Exportadores de Petróleo, que deve sair às 8h45. Sua previsão de demanda fora da China será particularmente digna de nota, devido aos novos surtos de Covid-19 em Pequim e Xangai que ameaçam desencadear uma nova onda de restrições de mobilidade.

Um porta-voz do governo de Pequim disse anteriormente que a cidade precisava fazer “tudo” para controlar um surto vinculado a uma barra específica.

Às 08h12, os futuros de petróleo nos EUA avançavam 0,68%, a US$ 121,75, enquanto os de Brent avançavam 0,85%, a US$ 123,31 o barril.

CONFIRA: Cotação das commodities de energia

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (27)
Geraldo R Silva
LeoMoreira 14.06.2022 22:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O pior eh ver o pais no caos e duas verdadeiras quadrilhas com chefes de seitas (bozopatas e ptralhas) a frente das pesquisas para presidente... pobre deste pais.
carlos siqueira
carlos siqueira 14.06.2022 12:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ontem vi a campanha do Bozo na TV olha o lema :"sem pandemia, sem corrupção e com Deus no coração" seremos uma grande nação” só faltou salve a seleção kkkk
Geraldo R Silva
LeoMoreira 14.06.2022 12:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
sem pandemia e sem corrpuçao....hahahahahaha so com muita gargalhada
Mannt Neumann
Mannt Neumann 14.06.2022 11:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mesmo com o maior juro Real do MUNDO, temos uma das piores taxas de inflação do MUNDO, nas Américas somente ganhamos de Venezuela, Haiti, Suriname, Cuba e Argentina.... A CURPA é do Biden. A CURPA é dos Supermecados. A CURPA é da PBR, a CURPA é do Centrão, a CURPA é do STF, a CURPA é do TSE, a CURPA é dos governadores, a CURPA é da pandemia, a CURPA é do povo, a CURPA é da GROBO? Se é para não fazer nada, roubar e jogar a culpa nos outros, melhor colocar um grampeador no lugar do Bozo. Serve para alguma coisa, não rouba, não faz m... atrás de m... e não joga a culpa nos outros
José Artur Medina
José Artur Medina 14.06.2022 11:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
"nada ficou no lugar...eu quero quebrar essas xícaras" Qual o nome da música? A resposta é a resposta ao comentário acima (Calcanhoto)
Cezar Pilatti
Cezar Pilatti 14.06.2022 11:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mant Newmann vc nao tem o que fazer, fica escrevendo bobagem, vai trabalhar vaga
Mannt Neumann
Mannt Neumann 14.06.2022 11:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
hahhahahah. Pior do que fazer muitos comentários que considero úteis, são idiotas que realmente não tem o que fazer e comentam os comentários dos outros!!!
Geraldo R Silva
LeoMoreira 14.06.2022 11:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E pior nao tem nada a acrescentar.... so as frases feitas para papagaio...
Mansur Staim
Mansur Staim 14.06.2022 11:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bolsonaro já sabe que será preso
José Artur Medina
José Artur Medina 14.06.2022 11:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Clebio Rios
Clebio Rios 14.06.2022 11:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bolsonaro 2022 melhor presidente do mundo, chora bamby
Joao Faria
Joao Faria 14.06.2022 10:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Divulga a pesquisa XP, já sabemos que LULA 13 vence no primeiro turno e Bozo Genocida.
Emerson D Corrêa
Emerson D Corrêa 14.06.2022 10:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Kkk só se roubarem nas urnas
Fernando Borelli
Fernando Borelli 14.06.2022 10:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nova pesquisa XP aponta que Bolsonaro bebê mais que o ladrão!
Ederaldo Semioni
Ederaldo Semioni 14.06.2022 10:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A frustração é grande pequeno bozo,,, pior vai ser a ressaca pós eleição,,,,,
Géberson Cardoso
Géberson Cardoso 14.06.2022 10:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esse governo é uma vergonha ambulante, não tem projeto é exatamente igual aos petistas: só pensam no poder..Vão reduzir ICMS até dezembro com qual finalidade? Ah, já sei, enganar o povo e fingir que se importa. Passa 4 anos esfolando o trabalhador, aí chega na véspera da eleição vem com essa conversa fiada de redução de ICMS por 6 meses no máximo.Ou seja, na prática o governo vai diminuir a arrecadação dos estados e municípios mas não mexe no que de fato faz a diferença: cobrar em real, já que o custo é em real. E não faz isso para poder garantir os dividendos do investidor minoritário que nem IR paga. Pega o dinheiro suado do povo e vai embora!Cada dia mais convencido, o Ciro Gomes tem razão!
Cristhian Cruz
Cristhian Cruz 14.06.2022 10:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
a redução só vai vir graças aos dividendos da Petrobrás. pois o custo para esse redução está estimado entre 20 a 35 bi, sendo que a Petrobrás deu dividendos de 31,5 bi para a união. então ainda pode faltar 3,5 bi para cobrir esses custos. essa medida foi feita para não furar o teto de gastos e usar essa "arrecadação" que nem deveria existir, para diminuir até dezembro, possivelmente poderiam ter alongado esse prazo, mas não acredito que seria possível sem mexer em outro setor (transferir recursos). sobre cobrar em real, se tivessem terminado as refinarias, seríamos totalmente independente hoje, sem precisar de importações. infelizmente temos que importar petróleo refinado.
Andollinni Magalhães
Andollinni Magalhães 14.06.2022 10:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente noticia! O ideal seria nos próximos anos, padronizar o imposto maximo para qualquer item (alimentício, petroquímico, energia, bens de consumo) com um limite de 10%.
José Artur Medina
José Artur Medina 14.06.2022 9:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Só a Argentina e os socilistas imprimiram dinheiro. Profs de história não sabem nada de economia, se soubessem não seriam socialistas. Os países utilizaram suas RESERVAS coletadas do próprio povo. Por isso aqui, por exemplo tem inflação de 12% e na Argentina tem de 60%. A inflação neste momento é decorrente do aumento nos custos de produção decorrente do preço dos combustíveis e da desarticulação das cadeias produtoras. Só os socialistas imprimem dinheiro sem lastro, por isso a inflação de verdade só pegou lá. Argentina , Venezuela e Cuba. Leia Mills 120 páginas.
José Artur Medina
José Artur Medina 14.06.2022 9:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mannt Neumann  não percam tempo lendo esse cidadão acima: não assina o que escreve e só posta desinformação - passa o dia aqui - o que fortemente sugere que não trabalha e portanto deve ser pago pra postar coisas contra o governo, se reduzir imposto critic se cria 4 milhões de empregos critica, se reduzir a fome critica, nada do que ele publica tem relevância ou de alguma forma acrescenta algo ao debate, só desinformação e mentira. Deve ser socialista pra viver só postando mentira e comparações esdrúxulas. Assista a propaganda da Pênalti sobre o crescimento do rugby no Brasil, parece  seu discurso.
Mannt Neumann
Mannt Neumann 14.06.2022 9:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Zé Mentirinha, o lacrador militante que não sabe o que é M1 e M2. Vou te ajudar mais uma vez, faz uma busca no site do BCB.
José Artur Medina
José Artur Medina 14.06.2022 9:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mannt Neumann  Como você é burro
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail