Últimas Notícias
Investing Pro 0
🚨 Nossos dados Pro revelam a melhor ação da temporada de balanços Acesse dados

Moedas: dólar opera em alta, com aversão a riscos e temores por situação na China

Moedas 28.11.2022 18:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Moedas: dólar opera em alta, com aversão a riscos e temores por situação na China
 
DXY
+1,22%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
USD/BRL
+2,02%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
JPY/USD
-0,97%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
GBP/USD
-0,10%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
EUR/USD
-0,06%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

O dólar operou em alta nesta segunda, 28, em uma sessão com aversão a riscos, especialmente por conta dos temores com a economia chinesa. A onda de protestos no país por conta da política covid zero levantou preocupações sobre a possível reação do governo local, o que pode impactar a atividade. Além disso, declarações de dirigentes dos principais bancos centrais foram acompanhadas, com reforço do comprometimento no combate à inflação.

O índice DXY subiu 0,68%, aos 106,681 pontos. Ao fim da tarde, o dólar avançava a 139,90 ienes, o euro recuava a US$ 1,0336 e a libra tinha baixa a US$ 1,1946.

Apesar de relaxaram restrições em algumas regiões do país hoje, autoridades chinesas reafirmaram seu compromisso com a estratégia de covid zero, mesmo após multidões protestarem nas ruas. Para o Stifel, ainda está para ser determinado como os protestos vão se desenrolar e se as manifestações terão ou não um impacto significativo no ajuste dos protocolos sanitários do país.

"A aversão ao risco se traduziu em suporte para apostas mais seguras como o dólar. O declínio da libra em relação ao dólar mais fraco também refletiu as preocupações contínuas com a saúde e as perspectivas da economia britânica, que já entrou em uma recessão que pode se estender até 2024, de acordo com as principais autoridades do Reino Unido", aponta a Convera.

No caso do euro, o dirigente do Banco Central Europeu (BCE) Klaas Knot afirmou que será necessário se preparar para um "período prolongado" de aperto monetário. Já a presidente da instituição, Christine Lagarde, alertou que os juros são e continuarão sendo a principal ferramenta de combate à inflação. "Não acreditamos termos atingido pico da inflação ou que ela vá diminuir em breve", destacou.

Já o presidente do Federal Reserve (Fed) de Nova York, John Williams, defendeu cautela nas políticas monetárias para reduzir os altos índices de inflação. "Não podemos arriscar períodos sustentados de deflação. O ideal é que ela fique em torno de 2% ao ano", apontou. O dirigente da distrital de St. Louis, James Bullard, afirmou hoje que a autoridade deverá manter os juros em um nível elevado em 2023 e 2024, e que acredita que chegar na taxa terminal de juros o mais rápido possível é o melhor.

Moedas: dólar opera em alta, com aversão a riscos e temores por situação na China
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail