Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

BB-BI vê pouco impacto na suspensão temporária de venda de carne bovina à China

Ações04.06.2019 11:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. BB-BI vê pouco impacto na suspensão temporária de venda de carne bovina à China

Investing.com - O Banco do Brasil Investimentos (BB-BI) divulgou nesta terça-feira um relatório avaliando a suspensão temporária das exportações brasileiras de carne bovina para a China, resultante de um caso de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB) atípica, também conhecida como vaca louca, confirmada no Mato Grosso.

A expectativa dos analistas é que a suspensão dos embarques de carne bovina brasileira para a China deve ser temporária. Apesar disso, até que a situação seja resolvida, o país asiático deve atrasar a emissão de novas licenças para plantas brasileiras.

LEIA MAIS: Ministra está confiante que Brasil voltará a exportar carne à China em breve

A equipe do banco vê que a China tem mostrado margens mais altas no mercado internacional, assim, a utilização da capacidade das plantas autorizadas do Brasil está próxima do limite. Portanto, considerando o contexto da Peste Suína Africana (PSA) que deve aumentar a demanda chinesa por carne, os aumentos nos volumes exportados do Brasil já eram altamente dependentes de novas licenças da China.

Os analisas destacam que, até a segunda quinzena de maio, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, confirmou que enviaria para Pequim uma lista com 30 usinas, segundo as notícias. Assim, embora a China tenha enviado um sinal que permita pelo menos 20, não ficou claro quando isso aconteceria.

Para eles, todo o contexto da PSA e o armazenamento de carne suína já abatida processada pode reduzir gradualmente na China, o que permitiria que as plantas fossem autorizadas no curto prazo.

O BB-BI ressalta ainda que a China se tornou o principal destino da carne brasileira. No acumulado do ano, de acordo com a Secex (Agência de Comércio Exterior do Brasil), o volume de carne bovina para a China já subiu 16%, representando 26% do total das exportações de carne bovina, comparado a 24% em 2018.

Referente às empresas brasileiras de carne bovina sob cobertura do banco, os analistas enxergam um impacto limitado, dada a sua diversificação geográfica. Levando em conta o número de plantas autorizadas de cada participante na indústria brasileira de carne bovina, a JBS (SA:JBSS3), que possui seis plantas autorizadas, deve ser impactada mais negativamente. Mesmo assim, as exportações da JBS para a China do Brasil representam apenas 1,7% da receita total no consolidado.

Na avaliação do BB-BI, a Marfrig (SA:MRFG3), que possui três fábricas no Brasil que exportam para a China deve ter o impacto também pode ser parcialmente compensado devido à diversificação geográfica da empresa. Volumes poderiam ser desviados para o Uruguai e Argentina, que também atende à demanda da China através de quatro e duas plantas, respectivamente.

Minerva (SA:BEEF3), por sua vez, tem uma condição mais favorável, pois a empresa exporta para o mercado chinês apenas através da planta de Barretos, em São Paulo, e possui outras três unidades de abate no Uruguai e outra Argentina.

A equipe do bando destaca que, desde 2015, a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) exclui a EEB atípica para o propósito do estatuto de risco dos países, dado o seu risco marginal relacionado com a doença (vaca louca). Além disso, a OIE já analisou esse caso em particular e não alterou o status sanitário do Brasil antes mencionado. Portanto, acreditamos que a suspensão pode ser revertida em breve.

BB-BI vê pouco impacto na suspensão temporária de venda de carne bovina à China
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (2)
Xspecialista Silva
Xspecialista Silva 12.06.2019 7:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
De acordo com a reportagem, nesse contexto, dentre os frigoríficos, a Minerva está melhor posicionada. acredito que irá ampliar a capacidade de abate da unidade Barretos para próximo de 1000 cabeças/dia. Também acredito que as autoridades chinesas irão autorizar a unidade de Rondônia da Minerva para exportação para a China. Enquanto isso, a unidade de Rosário, na Argentina, recentemente ampliada, poderá junto as unidades do Uruguai atender razoavelmente essa demanda. Um ponto interessante, mas não comentado aqui é que as unidades do Paraguai estão demonstrando muito boa performance, atendendo também o aumento da demanda dos países Árabes e o retorno das vorazes importações da Rússia. Vai romper os 10 reais logo logo.
Janderson tristão
Janderson tristão 05.06.2019 8:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Faltou a revisão ortográfica no texto!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail