Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Saúde: Quais empresas podem ser destaque da temporada no 4T23?

Publicado 14.02.2024, 16:43
Atualizado 14.02.2024, 16:48
© Reuters.

Investing.com – Na temporada de balanços brasileira referente ao quarto trimestre, empresas do setor de saúde podem atingir receitas bilionárias, mas as tendências são divergentes conforme a natureza de suas operações.

Hospitais devem ter passado por um período de resultados desafiadores no quarto trimestre do ano passado, segundo o Bank of America (NYSE:BAC), enquanto companhias relacionadas a planos de saúde podem ser impulsionadas por reajustes de preços mais fortes e sazonalidade positiva.

A resiliência da base de associados de planos de saúde foi uma surpresa agradável em 2023, conforme apontaram analistas do banco BTG (BVMF:BPAC11).

Oncoclínicas (BVMF:ONCO3)

A Oncoclínicas deve ter uma melhoria na geração de caixa e crescimento de receita acima de 20% na base anual, no entendimento do Bank of America, que considera a empresa como o possível destaque positivo do período. A tendência é de uma margem EBITDA estável.

A plataforma InvestingPRO, que reúne estimativas de diversos analistas, projeta uma receita de R$0,12 e uma receita de R$1,455 bilhão.

Qualicorp (BVMF:QUAL3)

Um trimestre desafiador com diminuição no faturamento. É assim que o BofA entende que virão os dados da companhia, com queda na base de beneficiários e um lucro líquido próximo de zero.

A projeção do InvestingPRO é de um LPA de R$0,098 e um lucro de R$426 milhões.

Hospital Mater Dei (BVMF:MATD3)

O balanço da Mater Dei tende a ser moderado, parcialmente impactado pela sazonalidade do final do ano e diminuição de leitos, ainda que a ocupação siga forte, segundo o BofA, que estima um lucro líquido de R$33 milhões, uma alta anual de 87%.

O Mater Dei deve reportar um lucro por ação de R$0,090 e um faturamento de R$574,5 milhões, conforme a plataforma InvestingPRO.

Diagnósticos da América (Dasa) (BVMF:DASA3)

O período deve ser de dados fracos, com ocupação de leitos estável, mas receita com expansão de 10% na base anual, diante do crescimento do tíquete médio, conforme apontou o BofA.

O InvestingPRO estima receita de R$3,593 bilhões e um prejuízo por ação de R$0,33, conforme o InvestingPRO.

Viveo (BVMF:VVEO3)

As receitas e margens tendem a ser afetadas pelo acirramento da concorrência. O BofA enxerga um aumento na receita de 11%, inferior ao ritmo histórico, além de um lucro líquido de R$29 milhões, diminuição anual de 55%.

O lucro por ação da Viveo deve girar em torno de R$0,34, segundo o InvestingPRO, e a receita pode superar R$3,04 bilhões.

Hapvida (BVMF:HAPV3)

O banco Goldman Sachs (NYSE:GS) espera uma expansão abaixo da média histórica do quarto trimestre pré-pandemia, diante de uma base de comparação difícil. O GS projeta um EBITDA ajustado de R$881 milhões e lucro líquido de R$260 milhões com ajustes. O banco BTG destaca as adições de 202 mil vidas na base de beneficiários de planos dentários no quarto trimestre, bem acima do esperado.

O InvestingPRO projeta um lucro por ação de R$0,035 e uma receita de R$7,101 bilhões.

Fleury (BVMF:FLRY3)

O BofA projeta um quarto trimestre modesto, apesar de um 2024 mais promissor. O banco estima uma expansão do faturamento em 7% na base anual, com margem EBITDA pressionada em 22,4%.

A plataforma InvestingPRO prevê um LPA de R$0,23 e receita de R$1,814 bilhões.

Veja como analisar os dados financeiros do 4T23 com o InvestingPRO no vídeo abaixo. Para assinar a plataforma com desconto de 10%, use o cupom INVESTIR.

Últimos comentários

Nada sobre a RDOR3
Faltou MGLU3….
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.