Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Banco Central Terá Que Endurecer

br.investing.com/analysis/banco-central-tera-que-endurecer-200445508
Banco Central Terá Que Endurecer
Por Julio Hegedus Netto   |  25.10.2021 08:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

O momento é de desconfiança e cautela por parte dos mercados. A rápida deterioração fiscal, depois do governo “furar o teto de gastos”, atropelou a estratégia do Bacen, que terá que correr ainda mais “atrás da curva”, puxando mais intensamente a taxa Selic. Já são maioria os que acreditam numa elevação entre 1,25 e 1,50 pontos na reunião do Copom desta semana, elevando a taxa, de 6,25% a 7,50% ou 7,75%. Guedes reconhece que a “decisão política” de romper com os limites de gastos, deve demandar maior esforço do Bacen. Nesta semana estejamos atentos também à PEC dos precatórios, em votação em dois turnos, 2/3 para aprovação, na Câmara e no Senado.

Na reunião do Copom desta semana (27/10), pesquisas junto ao mercado indicam que as perspectivas são de elevação da taxa Selic entre 1,25 e 1,50 pontos. Na falta de uma “perna”, no mix de política econômica, no controle de gastos públicos, respeito à “lei do teto”, não resta ao Bacen outra alternativa, se não a de ser mais hawkish na sua estratégia de aperto monetário. Com isso, a Selic deve passar de 6,25% para 7,50% ou mais (7,75%). Não será surpresa se esta Selic fechar o ano acima de 10%, até porque nesta deterioração de expectativas, a inflação deve vir mais elevada nas próximas semanas. A justificar isso, a atitude mais defensiva dos agentes (empresários e famílias), decorrente da perda de credibilidade do governo.

Na China, mais uma onda de Covid ameaça o país. Estão em lockdown milhares de pessoas ao norte, em 11 províncias, para conter a propagação, desta vez da variante Delta. Por lá, também há um movimento forte no setor imobiliário, na estratégia da criação de um imposto sobre propriedade, visando o controle dos preços das casas para a prosperidade comum. Sobre a China Evergrande Group (HK:3333) (OTC:EGRNY), está “retomando seus negócios”, com 10 projetos levantados, embora bem aquém do total existente (mais de 1,3 mil) em 280 cidades do país.

Na semana, estejamos atentos às commodities, depois das fortes altas nas últimas semanas. Minério de ferro, assim cobre, alumínio e carvão, operaram com forte volatilidade na semana passada, por vários fatores e algumas especulações. Notícias sobre o mercado imobiliário chinês levantaram este mercado. Em paralelo, na semana passada algumas commodities de energia deram uma aliviada, dado o fornecimento de gás natural para a Europa, pelos russos, através da Nordstream.

Por outro lado, Putin disse que cortará o fornecimento de gás para países de menor expressão, como a Moldávia, a menos que a dívida seja paga, o que tumultuou um pouco o mercado em alguns momentos.

Gás Natural
Gás Natural

No mundo, a retomada das economias coloca na pauta o perigo inflacionário e a falta de insumos nas várias cadeias de produção existentes. Isso deve levar muitos países a um aperto monetário antecipado. O caso mais simbólico parece ser o Reino Unido, na qual o mercado espera para a reunião do Banco da Inglaterra (BoE) desta semana o anúncio da elevação da taxa de juros para novembro. O Banco Central do Canadá e o Fed também devem antecipar seus apertos monetários, no caso dos EUA, já precificado para o desmonte dos estímulos a partir de novembro.

No Reino Unido, o estopim para esta antecipação parece ter vindo do presidente do BoE, Andrew Bailey, durante o Seminário anual do G30, no domingo dia 17, dizendo que “terá que agir se houver riscos para a inflação no médio prazo”. Isso indicava que a autoridade monetária pode ter que vir a elevar o juro para evitar esta “desancoragem das expectativas inflacionárias”.

No mundo, a maioria dos bancos centrais segue tratando a inflação atual, como transitória, um “choque de oferta”, e não causada pelo excesso de demanda. O que se tem são elevações excessivas das commodities, falta de insumos em muitas cadeias produtivas, etc, tudo pelo lado da oferta. Acham os dirigentes dos bancos, que a inflação deve começar a ceder assim que estas restrições de oferta sejam resolvidas. O problema é que estes choques de oferta, com excessiva inflação, se propagados por tempo, se espalham para a cesta básica e as expectativas das famílias e empresas, que passariam a esperar preços mais altos no longo prazo. Isso levaria a uma espiral inflacionária, já que muitos contratos são precificados pela inflação esperada. Neste cenário, temos revisões de inflação mais elevada e crescimento menor no mundo e o Brasil não foge disso. Por aqui já se comenta que teremos crescimento zero no ano que vem e neste, até pela base de comparação, crescimento em torno de 5%. Já a inflação deve passar de 9% neste ano e espera-se, recuando a 4% no ano que vem.

Soma-se, o mundo vive uma crise energética, também ligada à restrição energética, com oferta limitada, gerando elevações no preço do petróleo e do gás natural, aumenta o custo da eletricidade e alimenta ainda mais a inflação.

No Reino Unido, o CPI de setembro foi a 3,1% em 12 meses, abaixo da estimativa de 3,2%. Muitos acham, no entanto, que este freio da inflação não deve durar.

Mercados

No Brasil, o Ibovespa fechou sexta-feira (dia 22) em queda de 1,34%, a 106.296, depois de chegar a cair mais de 4% ao longo do dia, diante dos boatos de demissão do ministro Paulo Guedes. Ao fim do dia, deu uma recuperada, o que deu ao gráfico do Ibovespa um formado de “V”. Mesmo assim, é a menor pontuação desde 20 de novembro de 2020. Na semana, a queda acumulada foi de 7,28%. Já o dólar encerrou o dia em queda de 0,77%, a R$ 5,624, depois de subir mais a R$ 5,75. Na semana, a alta acumulada é de 3,1%.

índice Bovespa
índice Bovespa

Nesta segunda-feira, o Bacen realiza leilão de 15.000 contratos de swap (US$ 750 milhões), dando continuidade a rolagem dos contratos de janeiro. Serão oferecidos contratos de jun22 e set22.

Na madrugada do dia 25/10, na Europa (04h05), os mercados futuros operavam mistos: DAX (Alemanha) recuando 0,01%, a 15.541 pontos; FTSE 100 (Reino Unido), +0,34%, a 7.228 pontos; CAC 40 +0,01%, a 6.734 pontos, e Euro Stoxx 50 -0,04%, a 4.187 pontos.

Na madrugada do dia 25/10, na Ásia (05h05), os mercados operaram em maioria, em alta: S&P/ASX (Austrália), +0,34%, a 7.441 pontos; Nikkei (Japão) -0,71%, a 28.600 pontos; KOSPI (Coréia), +0,48%, a 3.020 pontos; Shanghai Composite +0,76%, a 3.609, e Hang Seng, -0,09%, a 26.104 pontos.

No futuro nos EUA, as bolsas de NY, no mercado futuro, operavam em alta neste dia 25/10 (05h05): S&P 500, +0,08%, a 4.540 pontos, e Nasdaq +0,27%, a 15.396 pontos. No VIX S&P500, 19,12 pontos, avançando 0,10%. No mercado de Treasuries, US 2Y recuando 0,91%, a 0,4598, US 10Y +0,24%, a 1,659 e US 30Y, +0,45%, a 2,101. No DXY, o dólar -0,12%, a 93,515, e risco país, CDS 5 ANOS, a 234,4 pontos (maior nível em um ano). Petróleo WTI, a US$ 84,41 (+0,78%) e Petróleo Brent US$ 85,27 (+0,74%). Gás natural em avanço de 4,96%, a US$ 5,73 e Minério de Ferro, 1,70%, a US$ 688,50.

Na agenda desta segunda, (25), na Alemanha, o Índice Ifo de Clima de Negócios, no Brasil, as estatísticas de crédito e moeda de setembro, do Bacen, o Índice de Confiança do Consumidor (FGV), o IPCS da terceira quadrissemana de outubro e a Pesquisa Focus. O indicador Ifo da Alemanha veio em 97,9 PONTOS, quando o estimado era 97,5. Estejamos atentos também à divulgação dos balanços de terceiro trimestre da EDP (SA:ENBR3) do Brasil, Ecorodovias (SA:ECOR3) e TIM (SA:TIMS3). Nos EUA, destaque para o balanço do Facebook (NASDAQ:FB) (SA:FBOK34).

Banco Central Terá Que Endurecer
 

Artigos Relacionados

Banco Central Terá Que Endurecer

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (3)
Cícero RP
Cícero RP 25.10.2021 10:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O governo deveria separar uns 10% da produção e refino da Petrobrás pra subsidiar o bolsa Brasil e combustíveis pra consumo interno, e ainda teria os dividendos pra juntar nesses recursos!
José Artur Medina
José Artur Medina 25.10.2021 10:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bom dia Man. Ser contra a quebra do teto nestas condições específicas é o mesmo que ser contra campanhas de vacinação. Explico: o dinheiro do "bolsa família" impede uma catástrofe econômica e social muito maior que obrigaria o governo a gastar mais com o social. Como o auxílio tem caráter preventivo impede que o pior aconteça, mesmo sob o ponto de vista econômico. Sob o ponto de vista político, afasta o risco daqueles que são contra a existência de um teto de gastos retornem ao poder. Cada real investido nestas populações de risco social representam 3-4 reais na economia (fonte Ipea), além de ser o mais decente a ser feito. Problema se a política do governo fosse só galgada nisso, mas está galgada em teto de gastos, em descentralização do BC e redução da Selic, exibindo criação recorde de empregos.
João Jorge
João Jorge 25.10.2021 10:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Catastrofe social social e inflacao que os pobres e classe merdia estao sofrendo !!! Corta subisidios que chegam a R$ 300 bi ano, reforma administrativa que corte privilegios !!!!
José Artur Medina
José Artur Medina 25.10.2021 10:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
João Jorge  , sim claro que cortar privilégios seria o melhor dos mundos, mas eles estão encrustados em diferentes esferas do estado brasileiro, e não vão abandonar seus privilégios sem luta política. Se essa aristocracia paga pras pessoas darem dislike aqui, imagina o que não fazem lá. A inflação está de 10% (pouco para nosso histórico) e decorrente acima de tudo pelo preço do dólar, que irá caindo conforme aumentemos a Selic.
Mant Neuman
BombeiroAmigo 25.10.2021 9:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Temos um fenômeno de desgoverno. Deve ser a primeira vez na história deste pais que um governo quintuplica a taxa de juros em 12 meses. Um descontrole  falta de planejamento total
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail