🔥 Ações selecionadas por IA com InvestingPro Agora com até 50% de descontoGARANTA JÁ SUA OFERTA

Futuros dos EUA sobem com cautela após pior dia de Wall Street em mais de 2 anos

Publicado 14.09.2022, 07:55
GBP/USD
-
USD/JPY
-
NDX
-
UK100
-
XAU/USD
-
US500
-
FCHI
-
AXJO
-
DE40
-
ES35
-
IT40
-
JP225
-
HK50
-
ITX
-
USD/BRL
-
BIDU
-
RIO
-
AAL
-
GC
-
LCO
-
CL
-
ZS
-
IXIC
-
KS11
-
SSEC
-
STOXX
-
JD
-
CSI300
-
BABA
-
BTC/USD
-
DCIOU4
-
ETH/USD
-
BILI
-
ADA/USD
-
DOGE/USD
-
SOL/USD
-
HSTECH
-
LUNAt/USD
-

Bem-vindos à sua leitura matinal de cinco minutos de como os mercados estão reagindo ao redor do mundo nesta manhã.

ÁSIA: As bolsas asiáticas caíram acentuadamente nesta quarta-feira, depois que os índices de Wall Street despencaram após o relatório do índice de preços ao consumidor dos EUA ficar acima do esperado para agosto.

O Nikkei do Japão caiu 2,7%, em 27.818,62 pontos. O iene japonês foi negociado a 143,75 por dólar após oscilar em torno de seus níveis mais fracos desde setembro de 1998. O núcleo de pedidos de máquinas no Japão saltou 5,3% em julho em relação ao mês anterior, superando as expectativas de uma contração de 0,8%, ante 0,9% em junho. Em comparação com julho de 2021, os pedidos principais aumentaram mais de 12%, superando uma previsão de crescimento de 6,6% prevista pelos economistas.

O índice Hang Seng em Hong Kong caiu 2,44%, em 18.856,00 pontos, enquanto o índice Hang Seng Tech caiu 3%. A fabricante de ferramentas elétricas Techtronic Industries caiu mais de 10% e a gigante do comércio eletrônico JD.com (NASDAQ:JD) perdeu mais de 4%. Bilibili (NASDAQ:BILI) caiu mais de 6%, enquanto o Baidu (NASDAQ:BIDU) caiu perto de 5%. Alibaba (NYSE:BABA) também caiu mais de 4%.

Na Austrália, o S&P/ASX 200 caiu 2,58%, em 6.828,60 pontos, seu pior declínio em quase três meses. A gigante de mineração Rio Tinto (LON:RIO) anunciou US$ 3 bilhões no projeto de minério de ferro da Cordilheira Ocidental na região de Pilbara. A Rio Tinto confirmou que continua a trabalhar junto com a Baowu em pesquisas de siderurgia de baixo carbono, explorando novos métodos para reduzir as emissões de carbono e melhorar o desempenho ambiental em toda a cadeia de valor do aço. As ações da Rio Tinto caiu 1,9%. Entre outras mineradoras, Fortescue caiu 2,1% e BHP fechou em baixa de 1,9%. As produtoras de petróleo, Santos e Woodside Energy fecharam em baixa de 1,5% e 2,9%, respectivamente.

O Kospi na Coreia do Sul caiu 1,34%, em 2.411,42 pontos. O won sul-coreano ultrapassou a marca de 1.390 em relação ao dólar e foi negociado pela última vez em 1.391,98 em relação ao dólar, em torno dos níveis mais fracos desde março de 2009.

O Shanghai Composite da China Continental perdeu 0,80%, em 3.237,54 pontos e o Shenzhen Component caiu 1,25%, em 11.774,78 pontos. As tensões entre os EUA e a China também pesaram sobre o sentimento. O líder chinês Xi Jinping e o presidente russo Vladimir Putin devem se reunir no final da semana, reforçando os laços de entre os países à medida que o Ocidente avança com sanções contra Moscou por sua invasão da Ucrânia. Enquanto isso, os EUA estão considerando novas sanções contra Pequim com o objetivo de dissuadir a agressão contra Taiwan, uma democracia insular autogovernada que a China reivindica como seu território.

O índice MSCI para a Ásia-Pacífico exceto Japão caiu 2,28%.

EUROPA: A maioria dos mercados europeus segue caindo nesta quarta-feira, com os investidores continuando a reagir frente ao último dado de inflação dos EUA.

O pan-europeu Stoxx 600 caiu 0,2% no final da manhã, com as ações de alimentos e bebidas liderando as perdas, enquanto as ações de varejo sobem após um aumento nos lucros do grupo espanhol de roupas Inditex (BME:ITX).

O IBEX 35 da Espanha sobe 0,55%.

O FTSE MIB da Itália avança 0,67%, mas o alemão DAX 30 cai 0,41%, o francês CAC 40 cede 0,16%.

Em Londres, o FTSE 100 cai 0,84%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American (LON:AAL) cai 1,3%, Antogasta recua 1,5%, enquanto as gigantes BHP e Rio Tinto perdem 1% e 0,6%, respectivamente. A petrolífera British Petroleum avança 0,4%.

A inflação no Reino Unido desacelerou em agosto por conta de uma queda nos preços dos combustíveis, embora os preços dos alimentos continuem a subir à medida que a crise do custo de vida do país persiste. O índice de preços ao consumidor subiu 9,9% ao ano, um pouco abaixo da previsão de consenso de 10,2% entre os economistas e também caiu em relação aos 10,1% de julho. A desaceleração inesperada da inflação no Reino Unido sustenta a moeda britânica. A libra esterlina sobe 0,6% em relação ao dólar americano, sendo negociada a cerca de US$ 1,5556.

EUA: Os futuros dos índices de ações sobem na manhã de quarta-feira, depois que a inflação mais quente do que o esperado fez os principais índices despencarem, para o pior dia desde junho de 2020 e esfriou as expectativas dos investidores de um Federal Reserve menos agressivo.

O relatório do índice de preços ao consumidor de agosto mostrou que a inflação aumentou 0,1% em uma base mensal e 8,3% numa base anual, em vez dos 8,1%. O núcleo do CPI, que exclui os custos voláteis de alimentos e energia, subiu 0,6% em relação a julho e 6,3% em relação a agosto de 2021. Os mercados esperavam uma leitura mais baixa devido à queda nos preços do gás, que caíram 10,6% em relação ao mês anterior. A leitura mais quente do que o esperado fez com que os investidores interpretassem que o Federal Reserve deve elevar as taxas de juros mais do que o esperado para combater a inflação e também estimulou temores de que o Federal Reserve pudesse subir ainda mais do que os 75 pontos-base que os mercados estão precificando. O mercado esperava que pelo menos a inflação tivesse estabilizado.

Durante o pregão regular de terça-feira, o Dow afundou 1.276,37 pontos, ou 3,94%, para 31.104,97 pontos, enquanto o S&P 500 caiu 4,32%, para 3.932,69 pontos. O Nasdaq Composite caiu 5,16%, para 11.633,57 pontos. Todas os principais índices quebraram uma sequência de quatro dias de altas.

O presidente Joe Biden, perguntado durante uma coletiva de imprensa na terça-feira se estava preocupado com os números da inflação, respondeu: “Não, não estou, porque estamos falando de um décimo de 1%”. “O mercado de ações não reflete necessariamente o estado da economia, como você bem sabe”, disse Biden. “E a economia continua forte. O desemprego é baixo. Os empregos estão em alta. A atividade fabril é boa... acho que vamos ficar bem.”

Os rendimentos do Tesouro dos EUA continuaram a subir na madrugada desta quarta-feira. O rendimento dos títulos do Tesouro de 2 anos, mais sensível à política do FED, foi negociado 1 ponto-base mais alto, chegando a 3,805%, seu maior nível desde novembro de 2007. O rendimento das nota do Tesouro de 10 anos subiu pouco mais de um ponto-base, sendo negociado a 3,439%. O rendimento dos títulos do Tesouro de 30 ano também subiu pouco mais de meio ponto-base, em 3,517%.

A leitura do índice de preços ao produtor deve ser divulgada às 9h30 desta quarta-feira e pode oferecer mais pistas sobre a situação da inflação antes da reunião do FED na próxima semana. Os estoques semanais de petróleo dos EUA sairá às 11h30.

CRIPTOMOEDAS: As criptomoedas sofrem nesta quarta-feira depois que uma queda abalou Wall Street e arrastou ativos digitais para baixo.

O Bitcoin cai mais de 8% nas últimas 24 horas e se manteve firme em torno de US $ 20.300. A maior criptomoeda estava sendo negociado próximo de US $ 22.400 na terça-feira antes da venda que varreu os mercados, quebrando uma série de quatro dias de ganhos para o Bitcoin e entregando a queda diária mais dramática desde junho. Analistas sugeriram que, se o Bitcoin cair ainda mais, poderia parar de deslizar entre US $ 18.300 e US $ 19.500.

O Ethereum que deve passar por uma atualização prevista entre hoje e amanhã também registra forte queda hoje, recuando mais de 7% e perde o nível de US$ 1.600. Alguns especialistas dizem que a Fusão (The Merge), como estão chamando a atualização do Ethereum, será um ponto de virada para algo maior, enquanto outros dizem que a disparada da criptomoeda no mês passado, já embute os ganhos após alta de quase 90% no último mês.

Um tribunal sul-coreano emitiu na quarta-feira um mandado de prisão de Do Kwon, fundador da Terraform, empresa por trás da stablecoin algorítmica UST, informou a Reuters, citando um porta-voz dos promotores, após a implosão da plataforma Terra em maio que levou a perdas de aproximadamente US$ 60 bilhões entre a UST e sua criptomoeda irmã Luna. A UST, uma stablecoin que deveria ser atrelada na proporção 1:1 em relação ao dólar americano, se distanciou de seu preço-alvo em meados de maio e desencadeou uma ampla liquidação no mercado de criptomoedas.

Bitcoin: -9,73%, em US $ 20.349,80
Ethereum: -7,73%, em US $ 1.598,79
Cardano: -5,82%
Solana: -12,83%
Dogecoin: -4,72%
Terra Classic: -17,06%

ÍNDICES FUTUROS - 7h50:
Dow: +0,28%
SP500: +0,39%
NASDAQ: +0,50%

COMMODITIES:
MinFe Dailan: -0,69%
Brent: +0,53%
WTI: +0,44%
Soja: +0,57%
Ouro: -0,20%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, independente, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra, manutenção ou venda de ativos.

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.