Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Mercado Volta a Respirar Sem Aparelhos

br.investing.com/analysis/mercado-volta-a-respirar-sem-aparelhos-200444868
Mercado Volta a Respirar Sem Aparelhos
Por Julio Hegedus Netto   |  23.09.2021 08:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Duas decisões marcantes nesta quarta-feira, o Copom elevando a Selic em um ponto percentual, a 6,25%, e o FOMC se mantendo neutro, mas sinalizando o tapering para meados de 2022. 

Sobre a decisão do Copom, veio como esperava o mercado, com a elevação de um ponto percentual, a 6,25%, ao que tudo indica, sendo mantida esta estratégia, com “ajustes nas mesmas magnitudes”, nas próximas reuniões em outubro e dezembro. Com isso, a Selic se aproxima do patamar do início de 2019, quando estava em 6,5%. 

 Ao final do ano, acreditamos que a taxa Selic venha a fechar a 8,25%, não sendo surpresa se na última reunião vier um ajuste de 1,25 ponto percentual, para 8,50%. Tudo dependerá da evolução da inflação e dos riscos fiscais de sempre (o tal balanço de riscos, por enquanto favorável). Com esta taxa, deveremos atravessar 2022 e tentar trazer o IPCA para os limites da meta de inflação, entre 3,5% e 4,0%. Na verdade, ao inflação deste ano já está dada, pouco ou nada podendo ser feito. O foco é no ano que vem. 

 No comunicado do BACEN, o presidente Roberto Campos Neto e diretores, considerou o “balanço de riscos e o amplo conjunto de informações disponíveis” para manter este ritmo de ajuste. Disse que “no atual ciclo de elevação de juros, esse ritmo é o mais adequado para garantir a convergência da inflação para a meta no horizonte relevante e permitir que o Comitê obtenha mais informações sobre o estado da economia”. 

 Neste balanço de riscos, ao que parece, no campo fiscal os fatos vão contribuindo para um cenário mais benigno. Pelas previsões da equipe econômica, a previsão de déficit em 2021 deve ficar em torno de R$ 139,4 bilhões, 1,6% do PIB, menor do que na estimativa de julho (R$ 155,4 bi). No crescimento, mantém 5,3% para este ano e acima de 2% no ano que vem. 

 Sobre o imbróglio dos precatórios, embora os mercados estejam mais aliviados pelo desfecho das negociações, é possível uma trajetória de sustentabilidade precária da dívida pública nos médio e longo prazos. Aplicar deságios de 40% em passivos de contencioso judicial nos parece temerário e pode sim, ser contestado nos tribunais. Por outro lado, há uma cláusula que não considera ser precatório despesa, mas sim dívida judicial, o que retira este debate do “teto dos gastos”. Soma-se a isso, não se justifica o aumento de espaço por mais gastos sociais, sem a garantia de fontes adequadas. Claramente, a luta do presidente por mais auxílios tem um só objetivo: sua reeleição em 2022, algo cada vez mais distante. 

 Falando da decisão do FOMC nos EUA, Jerome Powell disse que o prazo de conclusão do Programa de Compra de Ativos (Quantitative Easing) pode estar sendo atingido (“em breve”), o que abre espaço para mudanças no comunicado para a próxima reunião (novembro). Pelas suas palavras, “o Fed discutiu o ritmo de redução gradual, assim que as condições para faze-la sejam satisfeitas. Se a economia se manter na trajetória correta, isso pode acontecer em meados de 2022”. 

 Nas projeções, o comitê manteve o juro entre 0 e 0,25%, mas modificou as expectativas de inflação, em 2021 passando de 3,4% para 4,1% e em 2022, 2,1% para 2,2%. Disse que “o crescimento deve continuar forte no restante do ano, mesmo com as revisões; que a taxa de desemprego decorre das incertezas geradas pela Covid, mas que logo deve começar a ceder; e que a inflação deve se manter mais persistente, pela complicada reabertura e o aparecimento de novas variantes do vírus.”

 Tudo indica que este anúncio do processo de redução de estímulos (tapering) deve acontecer na reunião de novembro. Acreditamos que seja em meados de 2022, um processo gradual, com estímulos atuais, US$ 120 bilhões mensais, recuando a algo entre US$ 80 bilhões e US$ 100 bilhões mensais por alguns meses, até nova redução. Já a taxa de juros também deve ser elevada ao longo de 2022 (ver tabela a seguir). Pela opinião dos diretores do Fed, sobre a decisão de elevar a Fed Funds, pelo gráfico por pontos da mediana do Fed, vemos o seguinte: um aumento em 2022 (antes, nenhum); três em 2023 (antes, dois); sete em 2024; e no longo prazo, nove (antes, 9).

Perspectiva de Juros do Fed
Perspectiva de Juros do Fed

Na China, as ações da Evergrande operavam em forte recuperação nesta madrugada (+30%), diante da possibilidade de reestruturação da dívida atual, acima de US$ 280 bilhões, por três entidades separadas, segundo o Partido Comunista Chinês. Muito se comenta que, com esta operação de reestruturação de dívida, patrocinada por empresas estatais, inevitável será a mega empresa se tornar praticamente uma “estatal”. O esforço agora é entregar os imóveis prometidos, atrasados, e refazer a gestão das várias fortunas sob sua responsabilidade. Caímos, mais uma vez, na máxima de que empresa grande não quebra, pelo risco sistêmico inerente, de levar junto vários fornecedores, credores, investidores, clientes, enfim, pelo efeito cascata que isso poderia resultar. 

Mercados

Dia cercado de expectativas, depois das reuniões do Fed e do Copom, avanços no imbróglio precatórios e reestruturação da dívida da gigante China Evergrande Group (HK:3333). É possível mais um pregão no azul, depois de dois em alta. Momento é favorável. 

No Brasil, o Ibovespa fechou em alta nesta quarta-feira (dia 22), reagindo aos bons ventos externos e o acordo sobre precatórios. O índice paulistano subiu 1,84%, a 112.282 pontos, e o dólar avançou 0,34%, a R$ 5,3033.   

Nesta madrugada (05h05), dia 23/09, na Ásia, os mercados operaram sem um rumo definido. Nikkei -0,67%, a 29.639 pontos; KOSPI, na Coréia do Sul, -0,41%, a 3.127 pontos; Shanghai, +0,38%, a 3.642 pontos, e Hang Seng,+1,01%, a 24.467 pontos. 

Nesta madrugada do dia 23/09, na Europa (04h05), nos futuros os mercados operavam em alta. DAX (Alemanha) avançando 0,72%, a 15.617 pontos; FTSE 100 (Reino Unido), +0,38%, a 7.110 pontos; CAC 40 (França), +0,77%, a 6.687 pontos, e Euro Stoxx 50 +0,79%, a 4.183 pontos. 

Nos EUA, as bolsas de NY no mercado futuro, operavam às 05h05, dia 23/09, da seguinte forma: Dow Jones avançando 0,61%, a 34.337 pontos, S&P 500, +0,63%, a 4.411 pontos, e Nasdaq +0,62%, a 15.270 pontos. No mercado de Treasuries, US 2Y avançando 2,75%, a 0,2466, US 10Y -0,12%, a 1,329 e US 30Y, -0,81%, a 1,833. No DXY, o dólar recuava 0,20%, a 93,270. Petróleo WTI, a US$ 72,22 (-0,01%) e Petróleo Brent US$ 76,22 (+0,04%).  

Na agenda desta quinta-feira, a decisão do Banco da Inglaterra; nos EUA, as vendas de varejo e o índice de Atividade Industrial do Fed da Filadélfia, além dos pedidos iniciais de seguro desemprego; na Zona do Euro, a balança comercial. No Brasil, agenda vazia, sendo foco as negociações no Congresso

Mercado Volta a Respirar Sem Aparelhos
 

Artigos Relacionados

Julio Hegedus Netto
Copom: Correndo Atrás da Curva Por Julio Hegedus Netto - 27.10.2021 1

Definimos o Copom de outubro nesta quarta-feira, sendo consenso uma elevação “mais forte” da Selic, havendo dúvidas apenas sobre sua intensidade, se em 1,25, 1,50 ou até 2,00...

Mercado Volta a Respirar Sem Aparelhos

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (2)
José Artur Medina
José Artur Medina 23.09.2021 13:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vai desabar tudo de novo, instabilidade política à vista. Os fascistas ousam desrespeitar a constituição. Transformaram o país em uma confederação á revelia do povo, ontem contra o acordo feito, os coletivistas do STF legislaram e determinaram que prefeitos tem autonomia para passar por cima do governo federal. Os presos políticos continuam presos. A imprensa livre continua censurada. STF não cumpriu sua parte no acordo. Pela aplicação da LEI.
Ricardo Paraguassu
Ricardo Paraguassu 23.09.2021 9:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ventos de fora impulsionar mercado interno , bolsa segura , boa barata , equacionamento fiscal , já já o gringo volta IBOV 150 k 12/21.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail