Últimas Notícias
Investing Pro 0
🚨 Nossos dados Pro revelam a melhor ação da temporada de balanços Acesse dados

Mercados em alta, minimizando as preocupações com as restrições de Covid na China

Por Haramoto Resumo do Mercado22.11.2022 08:13
br.investing.com/analysis/mercados-em-alta-minimizando-as-preocupacoes-com-as-restricoes-de-covid-na-china-200453547
Mercados em alta, minimizando as preocupações com as restrições de Covid na China
Por Haramoto   |  22.11.2022 08:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
 
SSEC
-0,68%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
Gold
-2,75%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
LCO
-2,86%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
CL
-3,49%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
ZS
-0,07%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
PSI20
-0,55%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
Bem-vindo à sua leitura matinal de cinco minutos de como os mercados estão reagindo ao redor do mundo nesta manhã.

ÁSIA: Os mercados acionários asiáticos fecharam sem direção nesta terça-feira após uma sessão conturbada em Wall Street, em meio a temores dos investidores de que a China endureceria ainda mais os protocolos de "lockdown".

A expansão das restrições a milhões de pessoas em várias cidades chinesas para combater surtos de vírus está aumentando a preocupação de que a segunda maior economia do mundo possa enfraquecer. Na China continental, o Shenzhen Component caiu 1,18%, para 11.002,93 pontos, mas o Shanghai Composite avançou 0,13%, para 3.088,94 pontos.

O Partido Comunista da China havia prometido neste mês reduzir o impacto econômico de sua estratégia "COVID-Zero", que visa isolar todos os casos, alterando a quarentena e outras regras, mas o aumento nos casos está desafiando isso à medida que as cidades fecham empresas ou dizem aos operadores de fábricas para isolar sua força de trabalho. A operadora de casinos Wynn Resorts, que depende dos jogadores chineses que visitam o território de Macau caiu 2,2%. Las Vegas Sands que também opera casinos em Macau, recuou 2,9%. O índice Hang Seng de Hong Kong caiu 1,31%, fechando em 17.424,41 pontos.

Na Austrália, o S&P/ASX 200 fechou em alta de 0,59%, em 7.181,30 pontos, impulsionado pelas ações de energia e lítio. Whitehaven Coal saltou 7,8% e Yancoal subiu 7% à medida que o hemisfério Norte começa a comprar o combustível fóssil para o inverno fazendo com os investidores fiquem esperançosos de que os preços do carvão subam em janeiro. Woodside Energy e Santos também fecharam no verde, com alta de 2,9% e 2,2%, respectivamente. Entre as mineradoras, BHP subiu 1,3%, Fortescue Metals (ASX:FMG) avançou 0,6% e Rio Tinto (LON:RIO) adicionou 1%. A mineradora de lítio australiana Pilbara Minerals subiu 3,4% depois que a segunda maior produtora do mundo, a SQM, anunciou um "dividendo bem significativo" com a expectativa de que os preços do lítio permaneçam elevados pelo resto de 2022 e em 2023.

O Kospi da Coreia do Sul caiu 0,59%, em 2.405,27 pontos.

O Nikkei do Japão subiu 0,61%, para 8.115,74 pontos.

EUROPA: Os mercados europeus operam em alta nesta terça-feira, com os investidores da região minimizando as preocupações com o endurecimento das restrições de Covid na China, que continuam pressionando sua economia.

Os investidores também continuam acompanhando de perto os dados econômicos e avaliando como isso pode afetar a trajetória da política monetária dos bancos centrais. Os investidores globais se animaram com as recentes impressões de inflação ao consumidor e no atacado abaixo do esperado nos Estados Unidos, levando a apostas de que o Federal Reserve teria que desacelerar seus aumentos agressivos nas taxas de juros.

O pan-europeu Stoxx 600 sobe 0,3% no meio da manhã, com ações de petróleo e gás subindo depois que a Arábia Saudita negou que a OPEP+ iria aumentar a produção de petróleo.

O alemão DAX 30 sobe 0,3%, o francês CAC 40 sobe 0,1% e o FTSE MIB da Itália adiciona 0,5%.

Na Península Ibérica, o IBEX 35 da Espanha sobe 1,3% e o português PSI 20 adiciona 1,4%.

Em Londres, o FTSE 100 sobe 0,7%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American (LON:AAL) sobe 1,5%, BHP Group (LON:BHPB) sobe 1,7% e Rio Tinto avança 1,6%. As petrolíferas registram ganhos mais substanciais. BP sobe 5,5% e Shell (NYSE:SHEL) sobe 3%.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA operam em ligeira alta na manhã de terça-feira, com os investidores preocupados com a perspectiva de que a China restabeleça novas restrições ao coronavírus.

O movimento segue um dia de negociação volátil que derrubou os três principais índices na segunda-feira. O Dow caiu 0,13%, para 33.700,28 pontos. O ganho de 6,3% da Disney (NYSE:DIS) após o retorno de Bob Iger como seu CEO ajudou a mitigar as perdas do índice de 30 ações. Enquanto isso, o S&P 500 caiu 0,39%, em 3.949,94 pontos e o Nasdaq Composite caiu 1,09%, fechando em 11.024,51 pontos.

A China registrou suas primeiras mortes no continente por Covid desde maio no fim de semana, provocando temores entre os investidores de que o país pudesse implementar novamente as pesadas restrições destinadas a retardar a propagação do vírus, o que prejudicaria sua economia. Segundo um analista, a notícia afastou os investidores das ações de crescimento e os direcionaram para setores defensivos, como saúde e serviços públicos, favorecendo também o dólar americano, razão pela qual também promoveu uma alta nos rendimentos dos títulos americanos.

Por volta das 6h00 (horário de Brasilia) desta terça-feira, o rendimento do Título do Tesouro de 10 anos caia 3 pontos-base para 3,7969%, enquanto o rendimento da nota do Tesouro de 2 anos estava em 4,4979%, depois de cair quase três pontos-base. Os rendimentos e os preços tem uma relação invertida. Um ponto-base é equivalente a 0,01%.

Vários palestrantes do Fed falaram nos últimos dias e tem indicado que as taxas de juros continuarão subindo. Isso ocorre mesmo depois que dados econômicos recentes sugeriram que as pressões inflacionárias estavam diminuindo, o que levou muitos investidores a acreditar que o banco central faria uma pausa ou desaceleraria os aumentos das taxas.

Na segunda-feira, a presidente do Fed de Cleveland, Loretta Mester, disse que o ritmo dos aumentos das taxas poderia ser reduzido, mas os números da inflação ainda não eram convincentes o suficiente para interromper totalmente os aumentos. “Tivemos algumas boas notícias em relação à inflação, mas precisamos ver mais boas notícias sustentadas para garantir que estamos retornando à estabilidade de preços o mais rápido possível”, disse ela.

Outras autoridades do Federal Reserve devem falar nesta terça-feira, antes da divulgação da ata da última reunião do banco central que será publicada na quarta-feira. Entre elas, a presidente do Fed de Cleveland, Loretta Mester, a presidente do Fed de Kansas City, Esther George e o presidente do Fed de St. Louis, James Bullard.

Na agenda econômica, o índice de manufatura do Fed de Richmond sairá às 12h00.

Os mercados americanos estarão fechados na quinta-feira para o Dia de Ação de Graças e fecharão mais cedo na sexta-feira.

CRIPTOMOEDAS: As criptomoedas tem mais um dia sombrio, enquanto os analistas especulam que a Genesis Global é a bola da vez, a mais nova vítima das consequências do colapso da exchange FTX de Sam Bankman-Fried.

Para se ter uma ideia da complexidade do caso, a Genesis Global, que é uma empresa de negociação e empréstimo de criptomoedas, estava tentando levantar um novo capital, mas foi forçada a interromper as retiradas de clientes na semana passada. O caso está sendo monitorado de perto pelos "traders" de ativos digitais, em parte porque a Genesis é de propriedade do Digital Currency Group, que também é dono da Grayscale Investments, que gerencia a Grayscale Bitcoin Trust, que é o maior fundo de Bitcoin negociado publicamente. A especulação é que as dificuldades financeiras da Genesis podem colocar a Digital Currency em posição de precisar se desfazer de ativos, o que em vários cenários, pode afetar a Grayscale Bitcoin Trust e espalhar para o mercado de Bitcoin. A CoinDesk, um site especializado em notícias sobre Bitcoin e moedas digitais também é uma subsidiária da DCG, mas independente.

O Wall Street Journal, citando pessoas familiarizadas, informou que a Genesis buscou financiamento da Binance e da Apollo Global Management e que a Binance se recusou a investir citando potenciais conflitos de interesse.

A Bloomberg noticiou que a Genesis mencionou a falência como uma potencial opção e enviou brevemente o Bitcoin para US $ 15.480, uma nova baixa de dois anos, mas o preço recupera e negocia em acima de US $ 15.700.

O Ethereum, a segunda maior criptomoeda, perde mais de 3% e negocia abaixo de US $ 1.100.

Bitcoin: -2,46% em US $ 15.732,90
Ethereum: -3,56%, em US $ 1.087,40
Cardano: -1,78%
Solana: -4,81%
Terra Classic: -3,26%

ÍNDICES FUTUROS - 7h50:
Dow: +0,17%
SP500: +0,18%
NASDAQ: +0,18%

COMMODITIES:
MinFe Dailan: -1,96%
Brent: +0,56%
WTI: +0,54%
Soja: -0,17%
Ouro: +0,47%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, independente, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra, manutenção ou venda de ativos.
Mercados em alta, minimizando as preocupações com as restrições de Covid na China
 

Artigos Relacionados

Mercados em alta, minimizando as preocupações com as restrições de Covid na China

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail