Últimas Notícias
Investing Pro 0
PROMOÇÃO prorrogada Cyber Monday: Até -60% no InvestingPro+ GARANTA A OFERTA

Mercados seguem erráticos após S&P500 após renovar mínima do ano.

Por Haramoto Resumo do Mercado28.09.2022 08:33
br.investing.com/analysis/mercados-seguem-erraticos-apos-sp500-apos-renovar-minima-do-ano-200452329
Mercados seguem erráticos após S&P500 após renovar mínima do ano.
Por Haramoto   |  28.09.2022 08:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
 
STOXX
+0,00%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
DX
-0,02%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
Gold
-0,21%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
LCO
+0,26%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
CL
+0,10%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
ZS
+0,06%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
Bem-vindo à sua leitura matinal de cinco minutos de como os mercados estão reagindo ao redor do mundo nesta manhã.

ÁSIA: As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta quarta-feira depois de um dia errático em Wall Street que terminou com o S&P 500 estabelecendo uma nova baixa em 2022, à medida que os mercados aumentam a possibilidade de uma possível recessão.

O índice Hang Seng de Hong Kong caiu 3,60%, em 17.217,50 pontos, liderando as perdas regionais, com seu índice Hang Seng Tech caindo 3,88%.

Na China continental, o Shanghai Composite caiu 1,58%, a 3.045,07 pontos e o Shenzhen Component caiu 2,47%, a 10.899,70 pontos.

O Kospi na Coreia do Sul caiu 2,45%, para 2.169,29 pontos.

O Nikkei do Japão fechou em baixa de 1,50%, a 26.173,98 pontos. Segundo ata da reunião de julho do Banco do Japão, a inflação ao consumidor, excluindo alimentos frescos, deve aumentar este ano. Alguns membros disseram que é improvável que a inflação, excluindo alimentos frescos e energia, atinja 2% dentro do período de projeção. A leitura do IPC em agosto foi de 1,6%. Um membro do conselho do BOJ disse que a pressão de queda sobre o iene pode ser aliviada se uma desaceleração na economia global levar a um declínio na inflação e nas taxas de juros em todo o mundo mas outro membro disse que o iene pode até se valorizar se a economia global enfrentar mais choques na economia.

Na Austrália, o S&P/ASX 200 caiu 0,53%, para 6.462, seu menor fechamento desde 20 de junho. Entre as mineradoras, BHP subiu 0,6%, mas Fortescue Metals (ASX:FMG) e Rio Tinto (LON:RIO) fecharam em baixa de 2,1% e 0,4%, respectivamente. Ações de produtoras de carvão estavam entre os mais fortes do mercado após uma atualização na perspectiva de preços para o carvão térmico. Coronado Global Resources subiu 5,9% e Whitehaven Coal subiu 3,9% depois que analistas pediram aos acionistas que votassem a favor de seu maciço esquema de recompra de ações. A produtora de ouro Ramelius Resources subiu 5,7% e a produtora de petróleo Santos caiu 2%.

As vendas no varejo australiano subiram pelo oitavo mês consecutivo em agosto, em um sinal de que as famílias ainda estão gastando mais, apesar do rápido aumento das taxas de juros. As vendas avançaram 0,6% em relação a julho, mais do que os 0,4% esperados pelos economistas, mostraram dados do Bureau of Statistics australiano nesta quarta-feira.

O índice MSCI Ásia-Pacífico exceto Japão caiu 2,32%, atingindo o nível mais baixo desde março de 2020.

As moedas asiáticas também seguiram rumo-sul. O índice do dólar americano valorizou 0,33%, sendo negociado a 114,47 durante a sessão asiática. O yuan chinês offshore e onshore foi negociado a 7,2 em relação ao dólar, pairando nos níveis mais fracos desde o início de 2008 e a rupia indiana também marcou um recorde de baixa.

EUROPA: As bolsas europeias abriram em forte queda mas recupera das perdas ainda no fim da sessão matinal nesta quarta-feira, após os mercados globais serem liquidados por conta de preocupações em torno da inflação e das perspectivas de crescimento.

O pan-europeu Stoxx 600 abriu em queda de 1,9%, mas diminui as perdas no final da manhã para uma baixa de 0,50%, com bancos e ações de seguros liderando as perdas.

O alemão DAX 30 cai 0,6%, o francês CAC 40 perde 0,5% e o FTSE MIB da Itália tomba 0,7%.

Na Península Ibérica, o IBEX 35 da Espanha cai 0,6% e o português PSI 20 recua 0,9%.

Em Londres, o FTSE 100 cai 0,4%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American (LON:AAL) cai 0,3%, Antofagasta (LON:ANTO) recua 0,9%, enquanto as gigantes BHP e Rio Tinto caem 0,4% cada. A petrolífera British Petroleum recua 0,6%.

Os rendimentos dos "gilts" de 20 e 30 anos no Reino Unido ultrapassaram a marca de 5% na quarta-feira, com a continuidade da extraordinária liquidação no mercado de renda fixa do Reino Unido. Os rendimentos dos títulos se movem inversamente aos preços. O chamado “mini-orçamento” do novo governo provocou na sexta-feira uma onda de vendas nos mercados de renda fixa britânicos, com os rendimentos do ouro agora definidos para sua maior alta mensal desde pelo menos 1957, de acordo com uma análise da Refinitiv.

Segundo o Fundo Monetário Internacional, novas medidas econômicas estabelecidas pelo governo do Reino Unido “provavelmente aumentarão a desigualdade”, enquanto o pacote fiscal, que incluiu cortes de impostos para os mais ricos do Reino Unido, visa ajudar famílias e empresas a lidar com o choque energético. O FMI “não recomenda pacotes fiscais grandes e não direcionados neste momento”, disse um porta-voz em comunicado na terça-feira.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA continuam uma sessão errática nesta quarta-feira. Abriram em alta no início das negociações às 19h00 de ontem, mas inverteram a curva, passando a cair durante a madrugada, mas buscam pisar em território positivo nas negociações da manhã, depois que um rali de alívio falhou durante o horário normal de negociação de terça-feira e o S&P 500 atingiu uma nova baixa intradiária para o ano, à medida que as preocupações com o aumento dos rendimentos dos títulos continuam a suprimir o apetite de risco dos investidores.

Durante a sessão de terça-feira, as bolsas devolveram um forte ganho inicial e o S&P 500 caiu abaixo de sua baixa intradiária de junho, que era o fundo anterior. O Dow e o S&P 500 fecharam em baixa pelo sexto dia consecutivo, enquanto o Nasdaq Composite fechou em alta de 0,25%. Todas os três principais índices estão agora em território de mercado em baixa. O S&P 500 caiu 0,21%, para 3.647,29 pontos, o Dow caiu 0,43%, para 29.134,99 pontos, enquanto o Nasdaq Composite fechou em alta de 0,25%, fechando em 10.829,50 pontos.

O S&P 500 caiu cerca de 8% em setembro e está em mercado de urso desde junho, quando havia caído mais de 20% abaixo de sua máxima de todos os tempos em 4 de janeiro. A queda do Dow na segunda-feira colocou-o na mesma situação do índice de referência e do Nasdaq.

Os bancos centrais em todo o mundo tem aumentado as taxas de juros em um esforço para tornar os empréstimos mais caros e esfriar a inflação mais quente em décadas. O Federal Reserve tem sido particularmente agressivo e tem elevado sua taxa de juros, que afeta muitos empréstimos de consumidores e empresas, novamente. Agora está em uma faixa de 3% a 3,25%. Estava praticamente em zero no início do ano. O Fed também divulgou uma previsão sugerindo que sua taxa de referência poderia ser de 4,4% até o final do ano, um ponto percentual completo maior do que o previsto em junho.

Várias métricas técnicas mostram que o mercado de ações pode estar sobrevendido, mas alguns analistas em Wall Street estão preocupados que os investidores não tenham precificado uma desaceleração dos lucros e o impacto dos aumentos das taxas do Federal Reserve. O S&P 500 quebrando sua baixa anterior é um indicador importante para alguns de que as ações podem cair ainda mais.

O rendimento dos Títulos do Tesouro de 10 anos, que influencia as taxas de hipotecas, superou brevemente 4% nesta quarta-feira, atingindo níveis não vistos desde 2008, com os mercados recebendo comentários de autoridades do Federal Reserve com tom amplamente "hawkish" sugerindo a muitos analistas e investidores que mais aumentos nas taxas de juros serão implementados. Esse sentimento foi ecoado durante a noite pela presidente do Fed de São Francisco, Mary Daly, que disse que o banco central estava “resoluto” em relação à redução da inflação. O presidente do Federal Reserve de Chicago, Charles Evans, adotou um tom ligeiramente diferente na terça-feira, dizendo que estava preocupado com a possibilidade de as taxas serem elevados rapidamente e que ainda estava “cautelosamente otimista” sobre ser capaz de evitar uma recessão.

Por volta das 5h00, o rendimento da nota do Tesouro de 10 anos subia 3 pontos-base para 3,9945%. Durante a madrugada subiu para 4,019%. O rendimento do Título do Tesouro de 2 anos, sensível à política, caia 4 pontos-base para 4,2582%. Os rendimentos e os preços se movem em direções opostas. Um ponto base é igual a 0,01%.

Na quarta-feira, os investidores aguardam o relatório de comércio de mercadorias de agosto, às 9h30, enquanto terão uma visão atualizada do mercado imobiliário com vendas pendentes de casas de agosto às 11h00 e os estoques semanais de petróleo dos EUA sairá às 11h30.

Uma enxurrada de palestrantes do Fed devem entrar em ação nesta quarta-feira. James Bullard fala às 11h10 e o presidente do Federal Reserve Jerome Powell deve discursar às 11h15 em eventos independentes. Ainda endossa a lista, o presidente do Fed de Atlanta, Raphael Bostic, a governadora Michelle Bowman, o presidente do Fed de Richmond, Tom Barkin e o presidente do Fed de Chicago, Charles Evans.

Os investidores estarão de olho na próxima rodada de ganhos corporativos para ter uma melhor noção de como as empresas estão lidando com a inflação. As empresas começarão a reportar seus últimos resultados trimestrais no início de outubro.

CRIPTOMOEDAS: Desde que o Federal Reserve elevou as taxas de juros dos EUA em 75 pontos-base na semana passada, o índice do dólar subiu 4%, enquanto o S&P 500 caiu 6,4% e a libra britânica caiu para uma baixa de todos os tempos contra o greenback. O Bitcoin, no entanto, permaneceu numa faixa entre US $ 18.000 e US $ 20.000.

Bitcoin e outras criptomoedas caem na manhã desta quarta-feira em meio a uma fuga mais ampla do mercado que exerceu mais pressão sobre ativos sensíveis ao risco. As criptomoedas recentemente mostraram relativa resiliência, mas essa narrativa desmoronava à medida que os tokens eram liquidadas mais rápido que as ações.

O Bitcoin cai 6% nas últimas 24 horas mas tenta se sustentar acima de US $ 18.750, aproximando precipitadamente perto de sua baixa anual de US $ 18.500. O maior ativo digital estava sendo negociado perto de US $ 20.500 na terça-feira em meio ao otimismo entre os "traders" de criptomoedas que o Bitcoin tinha atingido seu fundo neste mercado de urso.

As criptomoedas tem se mostrado correlacionadas com outros ativos sensíveis ao risco, caindo em conjunto com o Dow Jones Industrial Average e o S&P 500 este ano, em meio a uma perspectiva macro sombria que amorteceu o apetite dos investidores por risco, mas recentemente, a força do Bitcoin veio mesmo diante da fraqueza das ações, com analistas de olho em indicadores fundamentais no mercado cripto sugerindo que os ativos digitais poderiam subir mais. Isso pode ser verdade, mas o maior risco para o Bitcoin continua sendo sua vulnerabilidade ao sentimento mais amplo do mercado e os tokens estavam mergulhando quarta-feira junto com índices de ações em todo o mundo.

O Ethereum, a segunda maior criptomoeda cai perto de 7%, para US$ 1.290, após avançar na sessão anterior.

Bitcoin: -6,31%, em US $ 18.949,60
Ethereum: -6,56%, em US $ 1.296,12
Cardano: -5,76%
Solana: -5,81%
Dogecoin: -4,45%
Terra Classic: +3,90%

ÍNDICES FUTUROS - 7h50:
Dow: +0,06%
SP500: -0,05%
NASDAQ: -0,40%

COMMODITIES:
MinFe Dailan: -0,49%
Brent: +0,78%
WTI: +0,79%
Soja: -0,26%
Ouro: +0,08%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, independente, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra, manutenção ou venda de ativos.
Mercados seguem erráticos após S&P500 após renovar mínima do ano.
 

Artigos Relacionados

Mercados seguem erráticos após S&P500 após renovar mínima do ano.

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (2)
daniel alves
daniel alves 28.09.2022 17:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
boa análise,,,,agora e só aplicar em. Chainlink,,,,
Luiz Roberto Valer
Luiz Roberto Valer 28.09.2022 9:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Obrigado pela analise! Abraço.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail