Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta sexta-feira

Economia04.12.2020 09:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Por Geoffrey Smith

Investing.com - Os preços do petróleo bruto atingiram a máxima em oito meses após Opep e seus aliados mantiverem uma frente unida sobre a necessidade de aumento da produção. As mortes de Covid-19 nos EUA atingiram um novo recorde e o presidente eleito Joe Biden disse desejar que os americanos usem máscara durante os primeiros 100 dias de sua presidência. O relatório do mercado de trabalho dos EUA será divulgado às 10h30, horário de Brasília, e as ações sobem na esperança de um pacote de estímulo.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na sexta-feira, 4 de dezembro.

1. Petróleo atinge máxima de oito meses com acordo da Opep+

Os preços do petróleo atingiram o pico de oito meses em uma onda de alívio após o acordo que rege a produção dos maiores produtores do mundo não desmoronar em uma reunião virtual turbulenta que durou quatro dias.

O chamado bloco de produtores OPEP+, que inclui a Rússia, concordou em aumentar a produção em 500.000 barris por dia a partir de janeiro em resposta ao aumento dos preços e à melhoria das perspectivas de demanda para 2021 graças ao progresso no desenvolvimento da vacina Covid-19.

LEIA MAIS: Petróleo retoma alta após acordo da Opep mostrar que grupo está aprendendo

Isso foi contra as expectativas de que os níveis atuais seriam travados por mais três meses. No entanto, é apenas um quarto do aumento de 2 milhões de barris por dida que o grupo havia originalmente previsto para janeiro e, crucialmente para o sentimento do mercado, mantém a aparência de unidade em aceitar a necessidade de contenção contínua da produção.

O Petróleo Brent Futuros operava com alta de 1,11% a US$ 49,25, enquanto o Petróleo WTI Futuros avançava 1,21%, a US$ 46,19.

2. Relatório de empregos Payroll no radar

O mercado de trabalho dos EUA deve ter se fortalecido em novembro, com a criação de 469 mil empregos não-agrícolas e uma queda na taxa de desemprego de 6,9% para 6,8% em outubro.

Um panorama mais atualizado do mercado de trabalho também apontou para alguma resiliência, com os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caindo pela primeira vez em três semanas.

O relatório Payroll deve ser publicado às 10h30, como de costume. A balança comercial dos EUA também será divulgada no mesmo horário.

Os pedidos à indústria saem ao meio-dia. Durante a noite, as encomendas às fábricas alemãs aumentaram mais do que o esperado, superarando o nível pré-pandemia pela primeira vez. Isso ajudou o euro a se fortalecer para uma nova máxima de US$ 1,2178 em 31 meses, a menos de uma semana da próxima reunião de política do Banco Central Europeu.

3. Ações devem abrir em alta na esperança de estímulo

As ações dos EUA devem abrir em alta com os sinais de que o Congresso aprovará algum tipo de pacote de estímulo nos próximos dias. O líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, disse na quinta-feira que um acordo estava "próximo" e falará com a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, novamente hoje.

No entanto, o próprio plano de McConnell para um pacote de US$ 500 bilhões que indeniza empresas e universidades de responsabilidades ainda está longe dos US$ 908 bilhões propostos por um grupo bipartidário no início desta semana e que foi endossado pela liderança da Câmara.

O Dow Jones Futuros, o S&P 500 Futuros e o Nasdaq 100 Futuros subiam perto dos 0,3%.

ABERTURA: Ibovespa Futuros segue otimismo do exterior com vacinas, alta das commodities

4. Governador da Califórnia alerta sobre novo lockdown

O governador da Califórnia, Gavin Newsom, alertou que qualquer área do estado onde as unidades de terapia intensiva de hospitais cheguem perto da capacidade total deve entrar em lockdown por três semanas, pressionando ainda mais a economia do estado mais rico e populoso dos EUA.

As mortes em todo o país causadas pela Covid-19 atingiram um segundo recorde diário consecutivo, de 2.879. Isso significa que o país sofreu o equivalente a três 11 de setembro em termos de mortes apenas na semana passada, predominantemente entre a população com mais de 60 anos.

SAIBA MAIS: EUA registram recorde diário de casos de Covid-19; Califórnia prepara novas restrições

O presidente eleito Joe Biden disse à CNN que pediria aos americanos que usassem máscaras nos primeiros 100 dias de sua presidência. Biden também disse que pediria ao Dr. Anthony Fauci, principal nome da frente contra a pandemia no país, que continuasse a servir sob seu comando.

5. Fauci responde a críticas às vacinas; falha na Pfizer (NYSE: PFE)

O próprio Fauci estava no noticiário, rebatendo as críticas aos reguladores de saúde do Reino Unido pelo que ele chamou de uma autorização antecipada da vacina Pfizer-BioNTech esta semana. O Reino Unido deve começar a vacinar as pessoas na próxima semana.

As ações da Pfizer (NYSE:PFE) (SA:PFIZ34) caíram no pré-mercado na quinta-feira depois que o The Wall Street Journal informou que problemas na cadeia de suprimentos levaram a uma menor disponibilidade da vacina no curto prazo. As duas empresas esperavam lançar 100 milhões de doses em todo o mundo até o final do ano, mas agora esperam apenas 50 milhões. No entanto, sua meta de mais de 1 bilhão de doses em 2021 permanece inalterada.

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta sexta-feira
 

Artigos Relacionados

Lira turca cai a mínima recorde de 9,74 por dólar
Lira turca cai a mínima recorde de 9,74 por dólar Por Reuters - 24.10.2021 4

ISTAMBUL (Reuters) - A lira turca enfraquecia mais de 1% neste domingo, para uma mínima recorde de 9,74 por dólar no começo das negociações cambiais na Ásia, depois que o...

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (4)
Carlos Alberto da Silva
Carlos Alberto da Silva 04.12.2020 10:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Todo ano morrem milhões por outras doenças e o Mercado não dá a mínima. Este ano houve um motivo para o Mercado despencar e o dinheiro dos pequenos migrarem para o bolso dos grandes, que ficaram ainda mais ricos durante a pandemia. Que coisa, não!
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 04.12.2020 10:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Visão curta, própria de fanáticos bovinos
José Carlos da Silva
José Carlos da Silva 04.12.2020 10:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
É do esperar outra farsa! Aí entra comprando!kkkk
SEM DÓ SEM DÓ
SEM DÓ SEM DÓ 04.12.2020 10:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Oh Ruy!!!! Até agora você não consegue entender nada não???
Ruy Novaes
Ruy Novaes 04.12.2020 9:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O Covid não é o mais o tão falado motivo para as bolsas despencarem como ocorreu? O que mudou? Não tem vacina, aumentando os casos nos Estados Unidos, e por aí vai... isso mostra a farsa do argumento para a derrubada do mercado por tanto tempo....
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 04.12.2020 9:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O mundo inteiro se organizou para a farsa. Teoria interessante.Acho que acredito mais em Papai Noel. 🤣🤣🤣
Paulo Soares
Paulo Soares 04.12.2020 9:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mais um negacionista que acredita nas falas do genocida meliciano.
Genesio Zimmer
Genesio Zimmer 04.12.2020 9:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Só comprar quando caiu!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail