Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Juros nos EUA, desemprego e prévia da inflação no Brasil: 5 principais assuntos para acompanhar nos mercados essa semana

Ações23.01.2022 15:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Por Noreen Burke e Jessica Bahia Melo

Investing.com -- Esta tem tudo para ser uma semana importante para os mercados, com a reunião do Federal Reserve e uma avalanche de resultados de grandes corporações. Espera-se que o presidente do Fed, Jerome Powell, sinalize que o banco central está na rota de realizar seu primeiro aumento de taxas de juros desde março de 2018, numa tentativa de combater a escalada da inflação. Gigantes de tecnologia como Microsoft (NASDAQ:MSFT) (SA:MSFT34), Apple (NASDAQ:AAPL) (SA:AAPL34) e Tesla (NASDAQ:TSLA) (SA:TSLA34) divulgarão seus resultados, com investidores atentos aos ganhos em busca de garantia após a sequência de vendas da semana passada, embora a princípio a volatilidade do mercado deve continuar, pelo menos por enquanto. Também há os dados sobre o PIB dos EUA no quarto trimestre, enquanto os dados econômicos do Reino Unido e da zona do euro demonstrarão o impacto da variante ômicron. No Brasil, foco nos dados de desemprego e prévia da inflação oficial do país.

Aqui está o que você precisa saber para começar a sua semana.

CONFIRA: Calendário Econômico Completo do Investing.com

1. Fed deve sinalizar aumento dos juros em março

Os investidores estão atentos ao Fed em busca de mais clareza quanto aos futuros rumos das taxas de juros, depois que os dados da semana passada mostraram que a inflação dos EUA está avançando para perto dos seus maiores níveis em quase quarenta anos.

Espera-se que Jerome Powell indique que o Fed irá encerrar o seu programa de estímulo de compras de títulos conforme o calendário planejado durante sua reunião de março, aumentando as taxas de juros em 0,25 em relação aos atuais níveis, próximos a zero, na mesma reunião.

Com os mercados já precificando em torno de quatro aumentos de juros este ano, os investidores também estarão focados naquilo que o Fed vier a dizer sobre o seu balanço de quase US$ 9 trilhões.

Os mercados atualmente esperam que o Fed comece a cortar o balanço mais ao final o ano, como uma forma de apertar a política monetária. A ata da reunião de dezembro do Fed indicou que os dirigentes tiveram longas discussões sobre a redução dos títulos detidos.

Qualquer indicação de que o balanço possa ser encolhido mais rápido que antes pode prolongar a venda de títulos do Tesouro e de ações de tecnologia.

LEIA MAIS: Williams, do Fed de NY, diz que é completamente sensato aumentar juros

2. Enxurrada de resultados

Gigantes de tecnologia como Microsoft, Apple e Tesla estão entre as empresas de renome que divulgarão seus resultados em uma semana agitada de ganhos, com os investidores tentando separar as histórias de sucesso da pandemia das empresas de fundamentos robustos.

A Netflix (NASDAQ:NFLX) (SA:NFLX34), queridinha das FAANG, despencou mais de 20% na sexta-feira, impactando o S&P 500 e a Nasdaq, após projetar que o crescimento do número de novos assinantes no primeiro trimestre seria menos de metade das previsões dos analistas.

A Microsoft, que anuncia seus resultados na terça-feira, deverá registrar pela primeira vez receitas trimestrais superiores a US$ 50 bilhões, de acordo com dados compilados pela FactSet.

Espera-se que a Tesla e a Apple, que fazem suas divulgações na quarta e quinta-feira, respectivamente, registrem lucros recordes, segundo a FactSet.

Além do setor de tecnologia, há uma série de outras grandes empresas que anunciam seus resultados, incluindo 3M Company (NYSE:MMM) (SA:MMMC34), General Electric Company (NYSE:GE), IBM (NYSE:IBM) (SA:IBMB34), Intel (NASDAQ:INTC) (SA:ITLC34), Caterpillar (NYSE:CAT) (SA:CATP34) e American Express Company (NYSE:AXP) (SA:AXPB34). Boeing (NYSE:BA) (SA:BOEI34), Mastercard (NYSE:MA) (SA:MSCD34), Visa Steel Ltd (NS:VISA) (SA:VISA34), McDonald’s Corporation (NYSE:MCD)(SA:MCDC34), Johnson & Johnson (NYSE:JNJ) (SA:JNJB34) e Colgate-Palmolive Company (NYSE:CL) (SA:COLG34) também tem previsão de divulgarem seus ganhos.

ACOMPANHE: Cotações das ações em tempo real

3. Turbulência do mercado

Os mercados devem permanecer turbulentos na próxima semana, com os investidores focados no Fed e nos resultados.

Numa continuação da sequência de vendas de ações do setor de tecnologia que empurrou o Nasdaq para uma zona de correção, os principais índices de Wall Street fecharam em queda acentuada na sexta-feira. O S&P 500 e o Nasdaq, com forte participação de empresas do setor de tecnologia, registraram suas maiores quedas percentuais semanais desde o início da pandemia, em março de 2020.

As empresas de tecnologia se beneficiaram em sua grande maioria ao longo da pandemia e viram as suas ações subirem nos últimos dois anos.

Mas as ações de tecnologia e de crescimento têm sido atingidas com dureza desde o início de 2022 pelo aumento rápido dos rendimentos do Tesouro, na esteira das expectativas de que o Fed irá aumentar as taxas de juros de forma agressiva a fim de combater a inflação em alta.

Taxas mais altas podem prejudicar as empresas de tecnologia com valuations elevados, baseados na perspectiva de lucros futuros.

4. Dados econômicos dos EUA, zona do euro e do Reino Unido

Na quinta-feira os EUA devem liberar dados preliminares sobre o produto interno bruto do quarto quarto trimestre, com os economistas antecipando um crescimento anualizado de 5,2%. As expectativas foram reduzidas nas últimas semanas, devido ao impacto da alta dos casos de coronavírus, motivada pela variante ômicron, sobre a atividade econômica.

O calendário econômico também inclui os dados de dezembro sobre renda e gastos pessoais. Os economistas esperam que os gastos pessoais caiam acentuadamente, dado o declínio acentuado já verificado nas vendas a retalho no mês passado.

Há ainda o relatório semanal de pedidos iniciais de auxílio-desemprego, que saltaram para o maior nível em três meses na semana passada.

Alguns economistas estão preocupados que o aumento dos pedidos de auxílio-desemprego, junto com a queda acentuada nas vendas do varejo em dezembro, possa ser uma indicação de que a economia está perdendo o fôlego, embora seja pouco provável que isto impeça o Fed de elevar os juros em março.

A Alemanha, maior economia da zona do euro, deve liberar dados relativos ao PIB do quarto trimestre na sexta-feira, juntamente com a França e a Espanha. Os números demonstrarão os impactos da variante ômicron na recuperação econômica, às vésperas dos dados do PIB do bloco na semana seguinte.

A zona do euro deve divulgar os dados do PMI na segunda-feira, que vão indicar como a atividade econômica se comportou este mês.

O Reino Unido também vai divulgar dados do PMI na segunda-feira, e embora a atividade do setor de serviços tenha diminuído de forma marcante em dezembro, em meio à onda da ômicron, outros dados desde então têm indicado que a atividade econômica começou a se recuperar. Espera-se que os dados mostrem um ligeiro avanço a partir de dezembro e, por enquanto, o Banco da Inglaterra parece ainda manter a programação de outra alta dos juros em fevereiro.

5. Dados de inflação e emprego no Brasil

A semana inicia com a divulgação do Boletim Focus nesta segunda-feira (24), com previsões do mercado sobre inflação, PIB e juros. As informações serão divulgadas 8h25 (de Brasília).

Na terça, a Fundação Getulio Vargas divulga o Índice de Confiança do Consumidor às 8h.

Na quarta-feira às 9h, saem os dados do IPCA-15, prévia do indicador oficial da Inflação no país. Em dezembro, atingiu 0,78%, 0,39 ponto percentual abaixo da taxa de novembro. Em 12 meses, está em 10,42%. A projeção é que o próximo dado reflita uma continuidade da desaceleração da inflação, com 0,43% no mês, chegando a 10,04% ao ano.

Na quinta-feira, é a vez da reunião do Conselho Monetário Nacional, que inicia também às 9h. Na sexta, destaque para a divulgação do IGP-M de janeiro às 8h e da taxa de desemprego às 9h, hoje em 12,1%.

-- a Reuters contribuiu para este artigo

Juros nos EUA, desemprego e prévia da inflação no Brasil: 5 principais assuntos para acompanhar nos mercados essa semana
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (19)
Walter Diaz Mateo
Walter Diaz Mateo 24.01.2022 14:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Com verdades, medias verdades o mentiras siempre os sardinhas seremos enganados
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara 24.01.2022 6:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
engracado diz que mercado vai ver se sobe juros mais cedo ou nao. e ao mesmo tempo ja diz que esta caindo por isso...mas na b3 so esta subindo pq ficou muito vendido. papeis nao valendo nada.
Glaucia Freire
Glaucia Freire 24.01.2022 6:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
MITO MITO MITO MITO!!!
Lucas Zimmer
Lucas Zimmer 24.01.2022 6:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
minto minto minto !!!
André Costa
André Costa 24.01.2022 1:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mais uma semana de pauleira. Começar amanhã como de sempre nesses casos, zerando as carteiras de risco, a aguardar o início de Fevereiro.
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara 24.01.2022 1:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
fim do recesso parlamentar. ai vao voltar briga politica. risco fiscal??? ou apenas vai subir pq querem.
Fabio Souza
Fabio Souza 24.01.2022 0:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Política ou Político não é Profissão, quem está a muito tempo é porque gostou da vida fácil e do dinheiro grátis.
Raul Oliv
Raul Oliv 24.01.2022 0:18
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mercado americano precificou rápido a perspectiva das novas taxas de juros.
Raul Oliv
Raul Oliv 24.01.2022 0:18
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mercado americano precificou rápido a perspectiva das novas taxas de juros.
Mauri Bortoletto
Mauri Bortoletto 23.01.2022 23:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A boiada tá animada hoje. Tem até enviado de Deus profetizando nós comentários. kkkkkkkkk, quanta asneira.
Fernando Borelli
Fernando Borelli 23.01.2022 23:04
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não adianta toda essas mentiras. É bom JAIR se acostumando!
Andre Matos
Andre Matos 23.01.2022 22:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se cubra de oração , e bora para mais uma semana.🙏
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail