Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Temores Renovados com Ômicron Afetam Aberturas; Dia de Ata do COPOM e FOMC

Por Jason VieiraResumo do Mercado14.12.2021 08:00
br.investing.com/analysis/temores-renovados-com-micron-afetam-aberturas-dia-de-ata-do-copom-e-fomc-200446541
Temores Renovados com Ômicron Afetam Aberturas; Dia de Ata do COPOM e FOMC
Por Jason Vieira   |  14.12.2021 08:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Hoje, no Brasil o foco fica para a ata da última reunião do COPOM, onde os investidores buscam ativos para confirmar ou não as premissas duras quanto ao cenário de juros, preconizadas pelo comitê, com alta adicional de 150 bp.

Como citamos anteriormente, o Banco Central se postou “à frente da curva” nesta reunião, incluindo no balanço de riscos aparentemente todos os elementos negativos para justificar tanto a elevação para 9,25% aa, quanto a contração para 10,75% em fevereiro.

Foi citada inclusive a variante Ômicron, a qual teve a sua primeira vítima noticiada ontem, somente 20 dias após o anúncio oficial da OMS sobre sua descoberta e com isso, demonstra letalidade consideravelmente inferior às variantes anteriores.

Conforme cresciam as críticas de que o BC “corria atrás da curva”, ou mesmo de ineficácia da atual da política monetária, a busca por se “hedgear” frente ao cenário de incertezas parece atrasada e pior, fora de época.

Junto ao IPCA abaixo das expectativas na semana anterior, com a descompressão da série de fatores que citamos constantemente aqui, outros índices demonstram alívio no curto prazo, que parecem mais consistentes com uma tendência do que eventos pontuais, como a descompressão do atacado.

Lembrando que tal redução de ímpeto da inflação não significa necessariamente que a meta do próximo ano está garantida, pois a descompressão sairá dos atuais níveis muito pesados para níveis considerados relativamente altos.

De qualquer modo, projetamos uma inflação para o próximo ano ainda dentro da meta, sem mudanças compatíveis com o pânico generalizado recente e mesmo que acima do centro, nossa projeção continua dentro da meta do CMN.

Além da ata hoje, o Relatório Trimestral de Inflação (RTI) também deve chamar a atenção, em meio à discussão sobre os rumos das pressões locais e globais de preços e como devem ser comportar tais pressões de agora em diante.

Globalmente, a reunião dos ministros do G7 não trouxe nada substancial ontem.

Hoje, a agenda se completa com o início da reunião do FOMC, o PPI nos EUA e volume do setor de serviços para outubro no Brasil.



Abertura de mercados


A abertura na Europa é positiva e os futuros NY abrem em baixa, com investidores monitorando Ômicron e a grande semana para bancos centrais.

Em Ásia-Pacífico, mercados negativos, puxados por NY e com queda nas ações da Weibo.

O dólar opera em queda contra a maioria das divisas centrais, enquanto os Treasuries operam positivos em todos os vencimentos.

Entre as commodities metálicas, quedas, exceção ao paládio.

O petróleo abre alta em Londres e Nova York, devido a preocupações de demanda sobre com o suposto avanço da Ômicron.

O índice VIX de volatilidade abre em alta de 4,43%.



Câmbio

Dólar à vista : R$ 5,6762 / 1,19 %
Euro / Dólar : US$ 1,13 / 0,115%
Dólar / Yen : ¥ 113,56 / 0,123%
Libra / Dólar : US$ 1,32 / 0,000%
Dólar Fut. (1 m) : 5687,01 / 0,79 %


 
Juros futuros (DI)

DI - Janeiro 23: 11,49 % aa (-1,20%)
DI - Janeiro 23: 11,49 % aa (0,48%)
DI - Janeiro 25: 10,59 % aa (1,58%)
DI - Janeiro 27: 10,49 % aa (1,45%)


 
Bolsas de valores

FECHAMENTO
Ibovespa: -0,3480% /  107.383 pontos
Dow Jones: -0,8897% /  35.651 pontos
Nasdaq: -1,3903% /  15.413 pontos
 
Nikkei: -0,73% /  28.433 pontos
Hang Seng: -1,33%  /  23.636 pontos
ASX 200: -0,01% /  7.378 pontos
 
ABERTURA
DAX: -0,053% / 15613,46 pontos
CAC 40: -0,008% / 6942,38 pontos
FTSE 100: 0,291% / 7252,46 pontos
 
Ibovespa Futuros.: -0,35% / 107502,00 pontos
S&P 500 Futuros.: -0,27% / 4656 pontos
Nasdaq 100 Futuros.: -0,281% / 15988,00 pontos


 
Commodities

Índice Bloomberg: -0,37% / 96,14 ptos
Petróleo WTI: 0,24% /  $71,12
Petróleo Brent: 0,59% /  $74,20
Ouro: -0,19% /  $1.784,66
Minério de Ferro: -0,72% /‎‎ $108,51
Soja: -0,28% / $1.241,00
Milho: -0,39% /  $582,00
Café: 1,72% /  $236,70
Açúcar: 0,46% /  $19,73
 
 

Temores Renovados com Ômicron Afetam Aberturas; Dia de Ata do COPOM e FOMC
 

Artigos Relacionados

Temores Renovados com Ômicron Afetam Aberturas; Dia de Ata do COPOM e FOMC

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (2)
Eliane Bernardi
Eliane Bernardi 14.12.2021 9:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Depois da omicrôm vai ter a granmicrom, etc, etc…
Candido Bizzotto
CandidoBR 14.12.2021 9:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Primieira morte!!! Estão falando do apocalipse Omicron faz 2 semanas e só agora morreu uma pessoa. Realmente o senso de realidade da imprensa está descalibrado.
Ryuji Nawa
Ryuji Nawa 14.12.2021 9:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Foi citada inclusive a variante Ômicron, a qual teve a sua primeira vítima noticiada ontem, somente 20 dias após o anúncio oficial da OMS sobre sua descoberta e com isso, demonstra letalidade consideravelmente inferior às variantes anteriores. é bem isso q ele fala mesmo
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail