⌛ Perdeu a alta de 13% da ProPicks em maio? Assine agora e receba mais cedo as ações de Junho.Desbloquear ações

Calendário Econômico: Semana com feriado terá PCE nos EUA, IPCA-15 e CAGED

Publicado 22.03.2024, 16:54
© Reuters.
RAIL3
-
NEXP3
-
BEEF3
-
OIBR3
-
EQTL3
-
TASA4
-
GOLL4
-
JBSS3
-
SIMH3
-
LIGT3
-
MRFG3
-
PDGR3
-
RNEW11
-
CLSC4
-
ANIM3
-
SEER3
-
MOVI3
-
AZUL4
-
IRBR3
-
HAPV3
-
SOMA3
-
AMBP3
-
SEQL3
-
DEXP4
-
AVLL3
-
RDOR3
-
MBLY3
-
CSED3
-
ORVR3
-
VVEO3
-
MATD3
-
DOTZ3
-
MLAS3
-
TRAD3
-
ARML3
-
CLSA3
-
ONCO3
-

Investing.com – O indicador preferido da autoridade monetária americana será o foco dos investidores na próxima semana, em busca de novas pistas sobre um possível corte nas taxas de juros. Além dos preços PCE nos Estados Unidos, a semana, que será mais curta diante do feriado na Sexta-Feira Santa (29), terá dados da prévia da inflação brasileira, Índice de Preços ao Consumidor Amplo de meio de mês (IPCA-15), e informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

CONFIRA: Calendário Econômico do Investing.com

Agenda brasileira

Na terça, 26, ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), e IPCA-15 de março ganham a atenção dos investidores.

O Banco Central divulga estatísticas de mercado aberto na quarta, 27, e dados da geração de emprego serão apresentadas pelo Ministério do Trabalho na mesma data.

Na quinta, 28, o Conselho Monetário Nacional (CMN), órgão colegiado presidido pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e composto também pelo presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, e pela ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, se reúne. Na mesma data, a taxa de desemprego será divulgada, assim como o relatório trimestral de inflação.

Agenda internacional

No cenário internacional, as atenções estarão voltadas à leitura final do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos nos últimos três meses de 2023, com Índice de Preços PCE do período, ambos divulgados na quinta, além dos preços ao consumidor, desemprego e produção industrial no Japão.

No dia do Feriado, o mercado conhece a balança comercial e o PCE de fevereiro referente ao mercado americano. No sábado, a China divulga dados de índices gerentes de compras (PMIs), que podem trazer mais indicativos de como está a atividade da economia do gigante asiático.

PCE em foco

O mercado espera que os dados possam apresentar mais pistas sobre o que o banco central americano busca atingir com o atual rumo da política econômica. Os dados ganham mais importância após a última reunião do Federal Reserve indicar que os membros do comitê de política monetária ainda enxergam três cortes de juros neste ano.

“Em janeiro, aumentou 0,4% em termos mensais, mais do dobro da taxa mensal de 0,17% que precisamos de atingir de forma consistente para trazer a taxa anual de volta para 2% ao longo do tempo. Tendo em conta os números do IPC e do PPI que já foram divulgados, o consenso apoia firmemente um resultado de 0,3%, o que – embora não seja ideal – é um progresso”, detalha o ING, em relatório divulgado ao mercado.

Thomas Monteiro, estrategista-chefe do Investing.com, aponta que diante das projeções dos membros do Fed semana passada, apesar das leituras de inflação mais abrangentes (CPI) saírem acima do esperado, “o banco central americano está atualmente mais preocupado com uma possível desaceleração econômica mais pronunciada no segundo semestre do que com a subida de preços. Isso se dá principalmente porque o PCE e o core PCE têm se mostrado bastante positivos esse ano, o que tem dado alguma segurança para Powell e companhia”.

Monteiro lembra que o Core PCE é a medida mais importante para o Fed, pois exclui preços voláteis efeitos inflacionários de curto prazo, apresentando uma cobertura mais abrangente de gastos em bens e serviços. “A expectativa do mercado é de que o PCE volte a mostrar um recuo após uma leitura mais alta em janeiro, o que deve abrir espaço para uma continuação da política econômica de Powell focando no crescimento como parte chave”, destaca o estrategista-chefe do Investing.com.

Temporada de balanços

A temporada de divulgação de balanços do quarto trimestre do ano passado chega à sua reta final, com apresentação de dados financeiros, na segunda, de Casas Bahia, Light (BVMF:LIGT3), Minerva (BVMF:BEEF3), Ânima (BVMF:ANIM3), Dexxos (BVMF:DEXP4), Clear Sale (BVMF:CLSA3), Mobly (BVMF:MBLY3), Movida (BVMF:MOVI3), Eletromídia, Ser Educacional (BVMF:SEER3), Grupo Soma (BVMF:SOMA3), Viveo (BVMF:VVEO3), Rumo (BVMF:RAIL3) e Equatorial (BVMF:EQTL3).

Na terça, é a vez de Armac (BVMF:ARML3), Taurus Armas (BVMF:TASA4), Multilaser (BVMF:MLAS3), Rede D'Or (BVMF:RDOR3), IMC, JBS (BVMF:JBSS3) e Simpar (BVMF:SIMH3). A quarta-feira vai contar com balanços de Marfrig (BVMF:MRFG3), Ambipar (BVMF:AMBP3), Hapvida (BVMF:HAPV3), Oi (BVMF:OIBR3), Oncoclínicas (BVMF:ONCO3), Orizon (BVMF:ORVR3) e Nexpe (BVMF:NEXP3).

Na quinta, reportam indicadores trimestrais Sequoia (BVMF:SEQL3), IRB Brasil (BVMF:IRBR3), Gol (BVMF:GOLL4), Azul (BVMF:AZUL4), Cruzeiro do Sul (BVMF:CSED3), Celesc (BVMF:CLSC4), PDG Realty (BVMF:PDGR3), Hospital Mater Dei (BVMF:MATD3), Renova (BVMF:RNEW11), Alphaville (BVMF:AVLL3), Dotz (BVMF:DOTZ3) e TC (BVMF:TRAD3).

Para ter acesso aos modelos de preço-justo, além de detalhes sobre a saúde financeira e histórico de preços e balanço patrimonial dessas empresas, acesse o InvestingPro! Nossos leitores possuem um desconto extra nos planos Pro e Pro+ de um e dois anos com o cupom INVESTIR.

Recursos do InvestingPro - Use o cupom INVESTIR para um desconto adicional

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.