Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quarta-feira

Ações28.04.2021 08:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters

Por Geoffrey Smith e Ana Carolina Siedschlag

Investing.com - Os investidores reagem às mudanças no Ministério da Economia após o desgaste em torno do Orçamento e às portas do início da discussão da Reforma Tributária no Brasil. O presidente americano Joe Biden deve revelar o terceiro grande pacote de gastos em 100 dias desde que assumiu o cargo, enquanto o Federal Reserve deve dizer que não está perturbado pelos altos preços das commodities.

Facebook e Apple anunciam os respectivos resultados após o fechamento, e o petróleo sobe depois que analistas do Goldman Sachs disseram que a recuperação da demanda pode levar o barril a US$ 80.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na quarta-feira, 28 de abril.

CONFIRA: Calendário Econômico completo do Investing.com

1. Dança das cadeiras na Economia

Investidores devem reagir hoje às mudanças no Ministério da Economia, incluindo a troca do secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, pelo atual secretário do Tesouro, Bruno Funchal.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, negou ter havido pressão política para a saída de Rodrigues do cargo e destacou o "desgaste natural" como um dos fatores para mudanças na pasta anunciadas nesta terça-feira (27).

Em declaração logo após a confirmação das trocas, Guedes disse que as alterações justificam-se por uma "avaliação periódica" acerca da estratégia e estrutura da equipe econômica. Ele também afirmou que não se trata de uma "demissão", tecendo elogios a Waldery após mais de dois anos de trabalho conjunto.

A secretaria do Tesouro será assumida por Jefferson Bittencourt, servidor de carreira do órgão, ex-secretário-adjunto de Política Fiscal e Tributária e atual assessor especial do gabinete de Guedes.

Também deixa o Ministério da Economia a assessora especial Vanessa Canado, encarregada de elaborar o projeto de reforma tributária. Segundo a pasta, ela havia pedido para deixar o cargo desde janeiro. No lugar dela, assume Isaías Coelho, pesquisador sênior do Núcleo de Estudos Fiscais (NEF) da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo e consultor internacional em política e administração tributária.

O EWZ, fundo que replica o Ibovespa em Nova York, operava em alta de 0,23% na pré-abertura de Wall Street às 7h15.

CONFIRA: Cotação de ações dos EUA na pré-abertura em Nova York

2. Biden planeja expansão da rede de segurança social

É um grande dia para a política nos EUA, com expectativas de que o presidente Joe Biden apresente os detalhes dos planos para uma expansão ambiciosa dos gastos públicos, financiada pelo menos em parte por impostos mais altos.

Biden discursará em uma sessão conjunta do Congresso no horário nobre da televisão para traçar planos de US$ 1,8 trilhão em novos gastos federais para cobrir um programa pré-escolar universal para crianças de três e quatro anos, uma expansão de creches para crianças de baixa e média idade, dois anos de educação universitária comunitária para famílias de baixa renda, inclusive para os filhos de imigrantes ilegais (conhecidos como Sonhadores).

Biden também deve confirmar relatos anteriores de que aumentará a alíquota marginal do imposto sobre ganhos de capital para 39,6% para ajudar a pagar os programas. Dos três pacotes delineados até agora por Biden, este é o que enfrenta a oposição mais dura dos republicanos no Congresso.

LEIA MAIS - Economia Verde: Biden Comprova na Cúpula do Clima que ESG Veio Para Ficar

3. Fed deve ignorar os altos preços das commodities

No entanto, não se trata apenas de política fiscal fazendo manchetes. O Federal Reserve encerra a reunião de política monetária de dois dias, com a grande questão em aberto: se o presidente Jerome Powell irá assumir os dados recentes que sugerem que a recuperação está ganhando velocidade.

Powell disse repetidamente desde a última reunião que o Fed só vai começar a apertar a política depois que "progresso substancial" tiver sido feito, com a inflação em níveis almejados e o emprego aos níveis pré-pandêmicos.

Embora as taxas de inflação anuais estejam aumentando graças a fortes efeitos de base e - cada vez mais - às pressões sobre os preços ao produtor, a economia ainda opera com cerca de 9 milhões de empregos a menos do que tinha antes da pandemia. Em sua entrevista coletiva, Powell provavelmente será questionado sobre como ele vê o forte aumento nos preços das commodities nas últimas semanas. Tanto as commodities agrícolas quanto as industriais ainda estão sendo negociadas perto de máximas dos últimos anos.

4. Ações americanas devem abrir em queda; balanços da Apple e do Facebook no radar

As ações dos EUA devem abrir mistas, com os participantes do mercado amplamente satisfeitos em aguardar as grandes notícias do dia antes de fazer novas apostas.

Por volta das 8h48, os futuros do Dow Jones e do Nasdaq 100 caíam perto de 0,2%, enquanto os do S&P 500 operavam estáveis.

As Big Techs dominam a lista de ganhos do dia novamente, com a Apple (SA:AAPL34) (NASDAQ:AAPL) e o Facebook (SA:FBOK34) (NASDAQ:FB) no radar com balanços após o fechamento. A Boeing (SA:BOEI34) (NYSE:BA) e a Qualcomm (SA:QCOM34) (NASDAQ:QCOM) também revelam os respectivos resultados, com os novos guidances lançando luzes sobre o estado da recuperação das viagens aéreas e a escassez global de chips.

Enquanto isso, a Alphabet (SA:GOGL34)(NASDAQ:GOOG) relatou um trimestre explosivo de lucros, já que as empresas começaram a gastar muito em publicidade novamente, antecipando um retorno aos padrões de consumo pré-pandemia.

A empresa registrou um ganho de 34% na receita, para US$ 55 bilhões, dos quais US$ 31 bilhões vieram de seus produtos exclusivos do Google (NASDAQ:GOOGL), buscas, mapas e YouTube. A receita do YouTube aumentou 49% em relação ao ano anterior.

CONFIRA: Cotação dos principais Índices Futuros globais

5. Goldman e Opep empurram o petróleo para cima

Os preços do petróleo bruto subiram moderadamente durante a noite após a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados liderados pela Rússia decidirem manter o atual cronograma de aumentos de produção.

O bloco decidiu dispensar a reunião ministerial completa de costume, na qual a maior parte das sérias disputas sobre cotas de produção são feitas, depois que o Comitê Conjunto de Monitoramento Ministerial chegou a um consenso relativamente fácil que ainda vê a demanda global se recuperando de forma lenta.

Às 8h50, os futuros do WTI subiam 0,99% a US$ 63,55 o barril, enquanto os futuros do Brent avançavam 0,91%, a US$ 66,47 o barril.

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quarta-feira
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (14)
Rodrigo Monteiro Marques
Rodrigo Monteiro Marques 29.04.2021 8:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Os americanos ja estao arrependidos desse biden
ANTONIO SOARES
ANTONIOSOARES 28.04.2021 10:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quanta ignorância chamar Biden de "socialista" e "esquerda"! Querem desenvolvimento econômico arrojando ainda mais os arrojados, pobres, loosers, dreamers. Ora, qualquer um pode constatar que o gigantesco mercado consumidor mundial e nos EUA está na base, não no topo da pirâmide.
victor gouveia
victor gouveia 28.04.2021 10:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
lixo esse presidente americano
Rafael Pacheco
Rafael Pacheco 28.04.2021 10:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
kkkkkkkkkkkkk
Murilo Ferraz
Murilo Ferraz 28.04.2021 10:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Para quem não aprendeu ainda com resultado do socialismo e a oportunidade de ver o resultado dos EUA nós próximos anos acompanhe e veja o resultado.
Elio Silva
Elio Silva 28.04.2021 10:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
falou a sumidade em economia mundial
Gustavo Bastos
Gutolino 28.04.2021 10:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O Bidem vai transformar o EUA numa França carregada de imigrantes bancados pelo Governo. Isso se chama "ESCRAVIZAÇÃO DE  INCAPAZ" onde vão gerar um monte de mendigos e moradores de ruas. Quem visitou a França sabe oque estou falando, aquilo lá é pior que a cracolândia de SP.
Elio Silva
Elio Silva 28.04.2021 10:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
pobre defendendo ferrenhamente o liberalismo radical...
César Ferreira
César Ferreira 28.04.2021 10:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Elio Silva falou o pobre que nunca saiu do Brasil
Gustavo Bastos
Gutolino 28.04.2021 10:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O Bidem vai transformar o EUA numa França carregada de imigrantes bancados pelo Governo. Isso se chama "ESCRAVIZAÇÃO DE  INCAPAZ" onde vão gerar um monte de mendigos e moradores de ruas. Quem visitou a França sabe oque estou falando, aquilo lá é pior que a cracolândia de SP.
Raul Silvestre
Raul Silvestre 28.04.2021 10:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vc é muito retardado, não merece pode usar a imagem do Patolino meliciano digital
fhabianno fg
fhabianno fg 28.04.2021 9:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
com relação ao biden acho difícil ele conseguir imprimir mais tanto dinheiro como ele deseja,e pior fazer os mais ricos pagarem a conta! vai ser um grande imbate
Luis Silva Silva
Luis Silva Silva 28.04.2021 9:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Parabéns ao Presidente Biden por está iniciativa de aumentar os impostos dos ricos pena que aqui este despreparado do Bolsonaro só governa para os ricos seria uma boa taxar os ricos daqui que só tem mordomia
Mostrar respostas anteriores (1)
Rildo Romão
Rildo Romão 28.04.2021 9:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nunca li tanta besteira junta ao mesmo tempo. Seu nome deve ser luiz inacio lula da silva, infiltrado aqui.Daqui a pouco vao querer confiscar bens e direitos.
Antonio Werner
Antonio Werner 28.04.2021 9:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A Argentina é um bom exemplo, taxou em excesso os mais ricos e eles se mudaram para o Uruguai. Agora a Argentina não conta mais com a receita desses ricos "malvadões" e está cada vez mais pobre. O inteligente aprende com seu erro, os sábio aprende com o erro dos outros.
Antonio Werner
Antonio Werner 28.04.2021 9:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A Argentina é um bom exemplo, taxou em excesso os mais ricos e eles se mudaram para o Uruguai. Agora a Argentina não conta mais com a receita desses ricos "malvadões" e está cada vez mais pobre. O inteligente aprende com seu erro, os sábio aprende com o erro dos outros.
Rodrigo salles
Rodrigo salles 28.04.2021 9:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
pelo número de deslike já tiro uma amostra das eleições em 2022, mesmo com globo, datafolha e Ibope manipulando contra
Rodrigo salles
Rodrigo salles 28.04.2021 9:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
boa análise, mas minha única discordância eh que nada que pareça ser igual sendo os estados unidos da América fazendo não vai se comparar com Argentina em termos de resultados. eh outro mundo, feito por pessoas que provavelmente são mais evoluídas que nós sul-americanos, que adoramos um jeitinho ilícito de ganhar vantagem... na arntna deu ruim, mas lá, não se surpreenda se der muito certo.
Cesar Capri
Cesar Capri 28.04.2021 9:34
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Gosto quando os redatores trocam a palavra inflação por " atividade econômica ", é isso que o governo americano está perseguindo. O quando brasileiro é de stagflação, quando preços sobem mesmo sem atividade econômica, por isso nos EUA o Fed está evitando subir juros, e no Brasil a subida da selic é quase que uma URGÊNCIA.
Fernando Borelli
Fernando Borelli 28.04.2021 9:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito boa esta troca, normal em qualquer cargo em ministérios.
Mn Nve
Mn Nve 28.04.2021 9:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Então o juiz que resolveu dar uma de STF e mudar as normas do senado é acusado de desviar 20 milhões e protegido da Dona Carmina, amiga da família Bozo..... Kkkkkkk Em 22, seja patriota, pense no Brasil. Não vote em Lula e Bozo,
Yuri Adaildo
Yuri Adaildo 28.04.2021 9:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Só pelo não vote na lula ou no bozo.
Rodrigo salles
Rodrigo salles 28.04.2021 9:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
presidiário não entra em questão, mito ou dória ou Zema
Alexandre Esteves
Alexandre Esteves 28.04.2021 9:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
essas noticias do dia, só servem para lermos os títulos e mesmo assim, cabe a cada um de nós a interpretação. AQUI MANIPULA PRA CARAMBA
Pedro Pontes
Pedro Pontes 28.04.2021 9:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Rei morto rei posto o importante e o Guedes continuar melhor ministro da economia do mundo!
Paulo Roberto Dias
Paulo Roberto Dias 28.04.2021 9:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
que mundo?
Clayton Stande
Clayton Stande 28.04.2021 9:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
volta pro Facebook, bobão!
Athanase Patseas
Athanase Patseas 28.04.2021 8:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O SR. É UM LIXO ,ESTRUME DESSA MIDIA SUJA E MANIPULADORA DO MOMENTO...
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail