Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Mercados Positivos na Super Quarta dos BCs

Por Jason VieiraResumo do Mercado16.06.2021 07:50
br.investing.com/analysis/mercados-positivos-na-super-quarta-dos-bcs-200442654
Mercados Positivos na Super Quarta dos BCs
Por Jason Vieira   |  16.06.2021 07:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Se o trabalho do Copom hoje está difícil, em meio à série de pressões inflacionárias de oferta com baixa aderência à política monetária, o trabalho do Federal Reserve (Fed) está mais desafiador ainda, com dados recentes de atividade econômica bastante dispersos, porém com inflação ao atacado acima das expectativas.

O choque entre o IPP mais forte e as vendas ao varejo mais fracas, na verdade em queda, quando se projetavam expansões para maio se chocam com um cenário que somente se concretiza, na ação ou no discurso, em mais de um ano.

Para o Fed, estar dividido entre a inserção de estímulos, a visão de que a economia ainda depende deles para funcionar plenamente e a inflação que não tem caráter tão transitório quanto se imagina é uma tarefa difícil, pois exatamente parte dos estímulos tem sido a responsável pela pressão de preços.

Já para o nosso Banco Central a situação é também desafiadora, dadas as características da inflação atual, igualmente focada no atacado, mas pela inércia herdada da política de juros do ano passado, em especial devido à instabilidade que tal política trouxe ao câmbio e consequentemente, à inflação.

Nosso BC, antes mesmo do Fed insistiu na tese de uma inflação transitória que não teve aderência à realidade, principalmente enquanto persistirem os choques de oferta e forte demanda por commodities, dois eventos capitaneados em grande parte pela China, a qual agora sofre também os efeitos da pressão de preços acima das expectativas.

Sim, tudo é transitório, inclusive as atuais inflações no Brasil e no mundo.

O problema para a política monetária é que ‘transitório’ informalmente significaria pressões que se dissipam em 2, no máximo 3 meses, ou seja, longe do caso atual, onde a alta nos preços persiste desde o ano passado, com apenas alívios transitórios.

O desafio dos dois BCs é obviamente bastante diferente, o que fica nítido na trajetória das duas políticas monetárias, porém o brasileiro demanda especial cuidado em meio à perspectiva de retomada da atividade econômica recente.

Já se entende que parte dos analistas e do mercado demandam que o caráter estimulativo da taxa seja retirado, sob pena de perdermos a meta de inflação deste e do próximo ano, ameaçando inclusive parte da recuperação vigente.

Este é o difícil equilíbrio que nosso BC deve ter agora, pois “parte dos analistas e do mercado” também exigiu juros abaixo de 2% aa e estavam todos equivocados.

ABERTURA DE MERCADOS

A abertura na Europa é positiva e os futuros NY abrem em alta, na expectativa pelas reuniões do FOMC e do BC hoje.

Em Ásia-Pacífico, mercados negativos na maioria, com dados no Japão e China abaixo das expectativas.

O dólar opera em queda contra a maioria das divisas centrais, enquanto os Treasuries operam negativos em todos os vencimentos.

Entre as commodities metálicas, altas, exceção ao minério de ferro.

O petróleo abre em alta em Londres e Nova York, na contínua perspectiva de melhora da atividade econômica.

O índice VIX de volatilidade abre em alta de 1,00%.

CÂMBIO

Dólar à vista : R$ 5,0463 / -0,32 %

Euro / Dólar : US$ 1,21 / -0,025%

Dólar / Iene : ¥ 109,94 / -0,109%

Libra / Dólar : US$ 1,41 / 0,192%

Dólar Futuro. (1 m) : 5051,14 / -0,57 %

JUROS FUTUROS (DI)

DI - Julho 22: 6,36 % aa (1,03%)

DI - Janeiro 23: 6,99 % aa (0,36%)

DI - Janeiro 25: 7,97 % aa (-0,38%)

DI - Janeiro 27: 8,40 % aa (-0,94%)

BOLSAS DE VALORES

FECHAMENTO

Ibovespa: -0,0898% / 130.091 pontos

Dow Jones: -0,2745% / 34.299 pontos

Nasdaq: -0,7145% / 14.073 pontos

Nikkei: -0,51% / 29.291 pontos

Hang Seng: -0,70% / 28.437 pontos

ASX 200: 0,09% / 7.386 pontos

ABERTURA

DAX: -0,061% / 15720,01 pontos

CAC 40: 0,123% / 6647,66 pontos

FTSE 100: 0,086% / 7178,66 pontos

Ibovespa Futuros: -0,11% / 130076,00 pontos

S&P 500 Futuros: -0,190% / 4246,60 pontos

Nasdaq 100 Futuros: 0,084% / 14045,50 pontos

COMMODITIES

Índice Bloomberg: -0,26% / 93,30 ptos

Petróleo WTI: 0,29% / $72,17

Petróleo Brent: 0,26% / $74,11

Ouro: 0,04% / $1.858,90

Minério de ferro: -1,08% / ‎‎ $213,96

Soja: -0,87% / $1.457,00

Milho: 0,04% / $669,75

Café: 0,33% / $151,90

Açúcar: 0,12% / $17,09

Mercados Positivos na Super Quarta dos BCs
 

Artigos Relacionados

Alexandre Bossi
ESG: Uma Moda Muito Bem-Vinda Por Alexandre Bossi - 25.07.2021 1

Quando algo começa a fazer muito sucesso no mundo dos negócios, logo atrai a atenção de todos: seja da mídia, interessada em investigar e levar mais informações ao público, dos...

Mercados Positivos na Super Quarta dos BCs

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
Marcio Valença De Oliveira Motta
Marcio Valença De Oliveira Motta 17.06.2021 4:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sugiro prestigiar mais o algodão ( não citado ), produto nacional com alta certificação e que triplicou a safra. Penso que o governo americano estimulará um dólar fraco, de olho nas exportações. Mas a produção sofrerá quebras na cadeia de fornecedores. MUITO complexo.
Ps Pazar
Ps Pazar 16.06.2021 10:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
É verdade, são muitas variáveis. Como dizem, "Economia é uma ciência inexata", pois entra muito no social. O Brasil tem um lastro real que deveria ser preservado ou menos iimpactado. Acredito que ao sair de uma Selic que era excelente, pois naquele momento pessoas e empresas absorveram com alegria a taxa de 3..25%, para 2%, houve a acomodação nesta baixa, na perda de uma patamar que poderia ser extratégico neste momento dito transitório de inflação! Um jogo de Xadrez para o próximo movimento!
Ricardo Paraguassu
Ricardo Paraguassu 16.06.2021 9:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Boa aposta , do não saberia dizer se ele tem esse tempo todo .Eu vou apostar que com a criação das moedas digitais soberanas , irão passar o pano nesses déficits todos
Ottorino Cetti
Ottorino Cetti 16.06.2021 9:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vou apostar que a FED vai aumentar os juros no final de 2021, inicio de 2022
Ottorino Cetti
Ottorino Cetti 16.06.2021 8:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Alimentos naturais e várias commodities importados pelos EUA aumentam exponencialmente, e um dolar forte é a base para segurar a inflação. Em conformidade com as leituras que realizamos, identificamos que a valorização cambial afeta, e muito, a economia do país. Acreditamos que a taxa de câmbio necessária para o crescimento do país é aquela que torna competitivas as exportações de alto valor agregado local. Se uma indústria local não tem capacidade de competir com empresas estrangeiras, é sinal de que a taxa de câmbio está valorizada. Outro impacto da valorização cambial está na redução dos investimentos por parte dos produtores rurais e das grandes indústrias, resultando, em um primeiro momento, no encarecimento dos insumos da agroindústria e na redução de sua competitividade.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: © 2016 Infinity Asset – Este relatório foi preparado pela Infinity Asset e é distribuído com a finalidade única de prestar informações ao mercado em geral. Apesar de ter sido elaborado com todo o cuidado necessário de forma a assegurar que as informações aqui prestadas reflitam como precisão as informações do mercado financeiro, elas não podem ser consideradas como garantia de operações lucrativas, por se tratar de um mercado de risco. Motivo pelo qual a Infinity e a CVM não se responsabilizam por quaisquer prejuízos de quaisquer naturezas, por perdas diretas ou indiretas derivadas do uso das informações constantes do mencionado relatório de seu conteúdo. Este documento não deve ser considerado uma oferta de venda dos fundos, nem tampouco constitui um prospecto previsto na Instrução CVM nº 409/2008 ou no Código de Auto-Regulação da Anbima. As informações aqui apresentadas foram baseadas em fontes oficiais e de ampla difusão. A Infinity não se responsabiliza por eventuais divergências e/ou omissões. As opiniões aqui constantes não devem ser entendidas, em hipótese alguma, como uma oferta para comprar ou vender títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. As informações deste material são exclusivamente informativas. Fonte das Projeções Internacionais: Bloomberg LP. Economista Responsável: Jason Freitas Vieira – Corecon 31.464. Este relatório não pode ser reproduzido, distribuído ou publicado por qualquer pessoa, para quaisquer fins sem autorização prévia.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail