Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

Aberturas positivas, dólar em queda em dia de agenda repleta de indicadores e ata

Publicado 01.11.2022, 08:05
Atualizado 08.01.2024, 17:49
A sessão volátil de ontem, com a abertura sensivelmente diferente do fechamento no mercado local e descolamento do exterior teve mais a ver com o alívio pelo fim do pleito majoritário e ajuste da Ptax, do que qualquer notícia do âmbito político.

A ausência de manifestação do atual presidente quanto ao resultado das eleições e a revolta de caminhoneiros travando estradas e vias importantes ainda não se refletiu nos ativos, pois ainda sequer fez preço no atual cenário.

Com isso, as atenções continuam voltadas à formação do novo governo, especialmente a equipe econômica e os sinais emitidos pelo congresso, o qual, neste momento, parece dominar cada vez mais a pauta, com os avanços de Lyra com uma frente parlamentar sólida.

Para o mercado, a importância deste movimento vem exatamente como um ente controlador dos ímpetos de reversão de eventos importantes que ocorreram durante a atual gestão, como privatizações, concessões e reformas.

No restante, a atenção continua a um possível aparelhamento do estado e elevação de gastos, o que se mostrou muito mais contido no atual governo, como demostraram os dados fiscais ontem, apesar da pandemia e da série de gastos.
As atenções se voltam ao início da reunião do FOMC nos EUA, onde uma elevação adicional de 75 bp é aguardada para amanhã e cresce a expectativa pelo sinal emitido pela autoridade monetária americana, especialmente para o ritmo das próximas decisões e do QT (Quantitative Tighening).

Na agenda de hoje, as atenções se voltam também ao índice JOLTS, pois a grande diferença entre vagas de emprego e trabalhadores disponíveis foi um dos principais impulsionadores da inflação nos EUA e os números de agosto sugeriram que a diferença pode estar diminuindo.

Outro Banco Centraol, o BoE deve manter também o ritmo atual de elevação dos juros, em meio à uma situação inflacionária ainda desafiadora no hemisfério norte, especialmente na Europa, com a indefinição do conflito na Ucrânia.

Localmente, agenda repleta de dados, com a ata da última reunião do COPOM, sem grandes destaques no atual momento, IPC-S semanal, produção industrial e balança comercial, enquanto nos EUA ainda reservam ISMs, PMIs, e dados do setor de construção.

ABERTURA DE MERCADOS
A abertura na Europa é positiva e os futuros NY abrem em alta, na expectativa pelos resultados de AIG, Eli Lily e Pfizer (NYSE:PFE) antes da abertura e após, AMD.

Em Ásia-Pacífico, mercados positivos, após elevação de juros pelo RBA para 2,85% e o plano chinês de abertura, além do PMI Caixin acima das projeções aos 4922 pontos.

O dólar opera em queda contra a maioria das divisas centrais, enquanto os Treasuries operam negativos em todos os vencimentos.

Entre as commodities metálicas, altas, destaque ao cobre e à prata.

O petróleo sobe em Londres e  em Nova York, com o plano de reabertura da China impulsionando a commodity.

O índice VIX de volatilidade abre em baixa de -0,19%.
 
CÂMBIO
Dólar à vista : R$ 5,1796 / -2,21 %
Euro / Dólar : US$ 0,99 / 0,455%
Dólar / Yen : ¥ 147,21 / -0,827%
Libra / Dólar : US$ 1,15 / 0,523%
Dólar Fut. (1 m) : 5213,00 / -2,98 %
 
JUROS FUTUROS (DI)
DI - Junho 23: 13,65 % aa (-0,03%)
DI - Janeiro 24: 12,92 % aa (-0,39%)
DI - Janeiro 26: 11,55 % aa (-1,16%)
DI - Janeiro 27: 11,49 % aa (-1,37%)
 
BOLSAS DE VALORES
FECHAMENTO
Ibovespa: 1,3079% /  116.037 pontos
Dow Jones: -0,3921% /  32.733 pontos
Nasdaq: -1,0296% /  10.988 pontos
 
Nikkei: 0,33% /  27.679 pontos
Hang Seng: 5,23%  /  15.455 pontos
ASX 200: 1,65% /  6.977 pontos
 
ABERTURA
DAX: 1,089% / 13397,96 pontos
CAC 40: 1,624% / 6368,52 pontos
FTSE: 1,500% / 7200,94 pontos
 
Ibov. Fut.: 1,16% / 117425,00 pontos
S&P Fut.: 0,88% / 3917,25 pontos
Nasdaq Fut.: 0,992% / 11576,50 pontos
 
COMMODITIES
Índice Bloomberg: 0,40% / 113,81 ptos

Petróleo WTI: 1,63% /  $87,94
Petróleo Brent: 1,76% /  $94,44
 
Ouro: 0,98% /  $1.651,64
Minério de Ferro: 1,95% /‎‎ $80,10
 
Soja: 1,21% / $1.419,00
Milho: -0,07% /  $690,75
Café: -0,82% /  $176,65
Açúcar: 1,22% /  $18,20
 
 
 
 
 



 
 
 

 

Últimos comentários

Dólar em região compradora.
Caiu na real, Jason Vieira?
Vc ja viu algum Bolsomínion cair na real ? Querem golpe, justificam que a economia é só a da visão deles. São anti democráticos. Se ele ficasse somente repetindo os dados que lê nas manhãs de cada dia, no vídeo diário, estaria ok. Meteu política enviesada no meio, estragou a análise, por que não dá para cravar nada em termos políticos. Aliás, desde a entrevista dele na Band, já dava pra ver o viés de Direita. Como se as pessoas sejam de esquerda ou de centro não consiguissem ver a estupidez enviesada nas informações. Coitado. Se é para ler o que está no terminal, não há necessidade de acompanhamento. Isso o Investing já mostra. Bye bye Jason com o seu infinite asset daily drop.
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.